ACADÉMICA DE COIMBRA - MUITO MAIORES DO QUE 'GRANDES'!   100% ACADÉMICA 100% ACADÉMICA SEMPRE A TAÇA 2012 É NOSSA!!!! APOIA A TUA EQUIPA LOCAL ACADÉMICA DE COIMBRA SEMPRE! BRIOOOOSAAAAAAAAA VENCEDORES DA TAÇA DE PORTUGAL 2012! 100% ACADÉMICA SEMPRE 100% ACADÉMICA

terça-feira, 29 de Julho de 2014

O PODRE SOBRE OS LUGARES ANUAIS 2014/15

Para os bilhetes de época da Académica 2014/15, agora com 17 jogos em casa para a 1ª Liga, os preços mantêm-se tão baixo quanto possível:
Mas eis as situações que continuam incompreensíveis:

Continua encerrada a melhor bancada do estádio, Nascente Superior:
- Encerrou-se a Bancada Nascente Superior para supostamente os adeptos ficarem mais juntos e melhorar as assistências, mas teve o efeito contrário!
A Nascente Superior, totalmente coberta da chuva, possui a melhor visão sobre o relvado, já que fica quase uma dezena de metros mais próxima que a Poente Superior. É verdade que a Poente Superior leva os jornaleiros, mas esses não precisam de seguranças, sendo por isso a única vantagem da Poente Superior se manter aberta o facto de ter sombra nos raríssimos ou já inexistentes jogos realizados em tardes e com Sol. Com esta opção, essa única bancada coberta da chuva que não encerrou, além de possuir menor capacidade não possui sequer locais centrais ao relvado dado esses lugares serem todos cativos. Foi também menosprezado o impacte negativo por exemplo nas imagens de TV ao aparecer a maior e mais exposta bancada do estádio encerrada. Nós avisámos.

Sócios partilham bancadas com Estarolas:
- A melhor oportunidade que poderia ser proporcionada pelo encerramento de uma bancada central seria permitir usar essa bancada para vender os bilhetes a visitantes nos jogos contra os 3 Estarolas. Porém, não só essa bancada, como TODAS as bancadas do estádio continuam a ser partilhadas entre sócios da Académica e adeptos adversários, e pior, NENHUMA bancada exclusiva para sócios. Mais uma vez, a ideia de disponibilizar a bancada encerrada para adeptos estarolas deveria apontar à Poente Superior, visto que no caso de colocar adeptos-de-2-neurónios na Nascente Superior, por cima da Mancha Negra, só poderá trazer problemas.

Estudantes não têm qualquer vantagem em ser sócios:
- Um adepto da Académica que seja sócio e estudante Universitário pagará 60€ de quotas + 20€ de Lugar Anual, num total de 80€. Um adepto da Académica estudante Universário que não seja sócio, pagará um total de 60€. Percebe-se a intenção, mas faz lembrar o Pack da Liga Europa que era mais caro que a soma dos jogos individuais. Será que esta promoção já usada na época passada teve algum resultado?

Pack 12 jogos que são 13 ou 14 jogos:
- Compensará mesmo um Lugar Anual em vez do Pack de 12 jogos que normalmente dá para 13 ou 14 jogos (nem contando com as 2 ou 3 borlas finais)!? Há 2 anos não compensou, o ano passado e este ano corresponderá a uma poupança máxima de 5 ou 10€... e no caso de se falhar o jogo de algum estarola, a única compensação é evitar as sempre e ainda longas filas para adquirir bilhetes.



Para quando analisarem os dados, fazerem verdadeiras previsões, e pensarem nas verdadeiras consequências!? Para quando pensarem nas mudanças agora que dariam vantagens não só agora mas também a longo prazo!? Tantos exemplos: encerrar a bancada correta sem medo da opinião de meia dúzia de VIPs que lá possuem lugares Cativos; abrir uma bancada low-cost oficial para sócios em vez de esperarem pelos preços low-cost da Mancha Negra; pensar realmente no bem estar dos sócios em vez de continuarem a tentar serem simpáticos para Estarolas e camaleões.

sábado, 31 de Maio de 2014

LISTA A DE JES REELEITA POR 15 A 0


O atual presidente desde 2004, José Eduardo Simões, foi reeleito por mais 3 anos, derrotando por margem escassa a Lista B liderada por Nuno Teodósio Oliveira.

Foram 1827 os Sócios da Académica que votaram nas eleições mais renhidas de sempre.
Académica Sempre, a Lista A, homónima do nosso blogue apesar de não ter qualquer ligação (pelo menos nós não temos com ela), venceu as eleições por 15 votos de diferença!

Ironia das Ironias, 15 foram as bolas ao lado (votos em branco), e 15 foram também as bolas ao poste (votos nulos). Qualquer um destes golos falhados daria para um empate!

Os 15 votos de diferença significam também que foram 8 os Sócios que podiam ter dado um resultado diferente com um voto diferente. Ou 7 mais o voto do Sócio n.º 11.237 André Villas-Boas.
 

A melhor parte do equilíbrio e da democracia surge com a eleição da Lista B, oponente, para a Assembleia Geral. Isto pode significar uma menor probabilidade de haver uma Ditadura nos próximos 3 anos...

Em conclusão, à partida avizinham-se épocas no seguimento dos últimos tempos. Talvez pouco inovadoras e com estagnação. Felizmente com desprezo aos adeptos que não interessam mas infelizmente atingindo por vezes os que interessam. Mas acima de tudo com um rumo, apesar de imperfeito, essencialmente correto...
...o que nos leva às palavras sábias do Sócio n.º 11.237:
«Algo de Mágico pode voltar a acontecer no Futuro!...»


terça-feira, 27 de Maio de 2014

ASSISTÊNCIAS DA ACADÉMICA (E NÃO SÓ) VOLTARAM A DESCER

Terminado o Campeonato de Futebol Português (Liga Zon Sagres) 2013-2014, as assistências podem ser analisadas comparando os seus valores com os obtidos nas épocas anteriores, comprovando a contínua descida do número de espetadores na maioria dos estádios portugueses.
Infelizmente a Liga Portuguesa de Futebol Profissional optou na presente época por alterar a forma de apresentação dos dados na sua página de Internet, sendo agora inexequível aceder à amostra de assistências para todos os clubes. Todavia, para a Académica de Coimbra alcançámos os resultados que apresentamos em seguida.


A variável estatística "Média" (Média total) tem frequentemente o seu significado distorcido pela existência de valores desproporcionados devido a fatores extremos e pontuais. Isso acontece em jogos afetados negativamente por má meteorologia ou positivamente por borlas ou visitas de equipas Estarolas (equipas que levam um valor anormal de pessoas ao estádio, os quais não são adeptos mas apenas membros de rebanhos).
A variável "Mediana" contorna o ponto fraco da Média ao desprezar os valores extremos da amostra, isto é, representando apenas o valor no centro da amostra ordenada. Isto significa que os valores extremos das assistências não são considerados, sendo obtido o valor em que metade dos jogos tiveram uma assistência inferior (e a outra metade superior).
Outra variável alternativa aqui usada é a "Média sem os 3 Estarolas". Esta representa o valor médio de assistências dos 12 jogos em que não participam Sport Lisboa, Sp.Lisboa e Fc.Porto.



ANÁLISE DE ASSISTÊNCIAS DA ACADÉMICA DE COIMBRA

Relativamente à Académica de Coimbra, estes são os valores (apenas jogos da Liga) da época 2013/14, juntamente com os valores das últimas 6 épocas:



(clique nas imagens para ampliar)


O valor típico de espetadores no Estádio Cidade de Coimbra (ECC) na última época desceu para cerca de 2.700, ou seja, metade dos jogos tiveram assistências inferiores e a outra metade superiores a 2.736 espetadores (valor da Mediana). Uma nova descida de 10%. Das últimas 7 épocas, em que há registos disponíveis, esta foi a pior! Em metade dos jogos no ECC o estádio teve o desolador aspeto de mais de 90% vazio...
Esta época teve a particularidade de o valor da Mediana ser menos representativo dada a elevadíssima dispersão de assistências, nunca antes verificada no ECC: a variação foi desde os 1.600 aos 14.000 espetadores! Esta dispersão é dada pelo elevado valor do desvio padrão 3.721, o qual é essencial conhecer quando analisada a Média, que foi também ela a pior das últimas 7 temporadas (4.541). Mas mais relevante é o valor da "Média excluindo os jogos contra os 3 estarolas", a qual confirmou a tendência de descida mas apesar de tudo foi idêntico a 2010/11 e melhor que 2009/10.

No total, 68.118 espetadores estiveram no ECC na época 2013/14, uma diminuição de 2 mil em relação à época anterior e de 12 mil em relação há 2 épocas, mas semelhante em relação há 3 épocas. No entanto, o número de adeptos relevante serão aqueles que apoiam a Académica, ou seja, essencialmente os presentes nos 12 jogos excluindo os 3 estarolas. Quando listas candidatas à presidência da Académica falam simplesmente no número total de adeptos, deviam ter em atenção em não cair no ridículo de estar simplesmente a desejar ter o estádio cheio de adeptos Estarolas, oponentes da Briosa. Comparando em termos do número de adeptos que apoiam a Académica (presentes nos 12 jogos excluindo os 3 estarolas), a variação é igual à "Média excluindo os jogos contra os 3 estarolas". Assim, esses adeptos que somaram 40.811, foram menos 10 mil que nas últimas 2 épocas, mas sensivelmente os mesmos que há 3, há 4, e há 5 épocas atrás.

Em resumo, esta temporada os valores das assistências voltaram claramente a descer (acompanhando as restantes equipas portuguesas - a Académica consegue mesmo assim ter a 6ª melhor Média), sendo de notar uma maior variação nos valores verificada em todo o tipo de jogos. Assim a melhor forma de analisar os resultados este ano será mesmo olhando individualmente para cada jogo. Com a maior assistência atribuída a 1 estarola (Sp.Lisboa, porque este ano é que era...ainda mais que nos últimos 12 anos!...), os outros 2 estarolas tiveram apenas 8.500 e 4.500, o que é positivo pois permite o fator casa ser da Académica e evita propagandas estarolas aos habitantes de Coimbra. Os 2 outros jogos com mais assitências foram com V.Guimarães, devido à entrada gratuita e ser o último jogo em casa para o campeonato, e logo na 4ª jornada frente ao Belenenses, onde o valor livre dos bilhetes revertia para os Bombeiros. De resto, 3.700 e 3.500 adeptos frente a Sp.Braga e V.Setúbal, respetivamente, foram as melhores assistências, com todas as outras abaixo dos tais 2.700, 2 delas inclusive e pela primeira e segunda vez em 7 anos, abaixo dos 2.000 espetadores. Demasiado mau. E note-se para finalizar que pouca ou nenhuma diferença consegue ser visualizada no facto dos jogos serem ao Domingo e não darem na TV.
Tal como na época passada, após a conquista da Taça, o estádio continua igual ou cada vez pior. Packs família, bilhetes a 2€ ou 3€ para a Mancha Negra, bilhetes para a bancada central como acompanhante de sócio a preço de sócio (5€)... tudo é em vão. A única coisa que se ganhou com a Taça de Portugal foi mesmo adeptos que vão 1 vez por ano ao estádio quando é grátis e é o jogo da época.


Não se pense porém que este problema das assistências é exclusivo da Académica... isto é apenas um problema geral do Futebol Português que se reflete na Académica exatamente da mesma forma que nos restantes clubes não-estarolas. O monopólio dos 3 estarolas absorve tudo, os restantes 13 clubes servem apenas para encher calendário. É assim que a imprensa quer, é assim que os adeptos consomem.
A única forma visível de contrariar a inexistência de adeptos locais será juntar sucesso desportivo a motivos para marcar presença no estádio, nomeadamente, Rivalidades. É o que se passa nas únicas 2 equipas não-estarolas que sofrem menos com o cancro dos 3 estarolas: Sp.Braga e V.Guimarães. Além da rivalidade entre elas, estas têm também uma Rivalidade com os 3 estarolas. Assim, para eles os outros 12 jogos em casa não são apenas para encher calendário até vir o seu estarola à cidade... Todos os jogos valem 3 pontos, e são todos somados no mesmo campeonato onde participam 16 e nem 13 nem 3.


ANÁLISE DE ASSISTÊNCIAS DA LIGA ZON SAGRES


No que diz respeito às assistências da Liga ZON Sagres, como já referido a atualização no site da Liga Portuguesa fez com que não seja exequível a análise às assistências dos restantes clubes. Assim aqui apenas apresentamos os resultados até à época 2012/13.
Porem, olhando de uma forma geral para os resultados disponíveis no site, apenas em termos de Média, já se adivinha que a descida de assistências continuou a grande ritmo para quase a totalidade das equipas.


(clique na imagem para ampliar)

Analisando as assistências da Liga Zon Sagres 2012/13 houve uma nova diminuição (2%) no no valor da Mediana (3692) em relação à época anterior (3778).
Analisando todas as equipas, apenas 5 das 14 que se mantiveram da época passada viram os seus valores a aumentar. O maior aumento em termos percentuais foi do Beira-Mar com 23% devido à...Académica: 2807 foi o número de adeptos na 1ª jornada no Beira-Mar vs Académica, mas a restante metade dos jogos do Beira-Mar em casa teve menos de 2100 espetadores. V.Guimarães e Marítimo viram também um ligeiro aumento nos seus valores, tal como o Sport Lisboa e Benfica. O Paços de Ferreira, apurado para a Liga dos Campeões, teve um aumento de 11% que corresponde apenas a 162 espectadores por jogo no seu total de 1601.
Nas maiores descidas, estão Rio Ave e Académica (no caso da Académica bem mais substancial em número de espectadores), e também Sp.Braga e Sp.Lisboa. No caso do Sp.Braga terá a ver com a época menos conseguida, no caso do Sp.Lisboa talvez signifique que a propaganda da imprensa a denominar o clube de grande já esteja a cair no ridículo e já não "cole" tanto quanto o habitual. Menos evidente será o motivo da descida do Fc.Porto que venceu o título de campeão.
As equipas que tinham sido promovidas à Primeira Liga viram assistências idênticas às que desceram, entre os 1500 e 1800 espectadores: valores anedóticos para uma primeira divisão nacional.

Nota para as habituais discrepâncias em algumas equipas dos valores de Média, Mediana e Média sem 3 Estarolas. Marítimo e Beira-Mar são exemplos de como estas variáveis funcionam. No caso da equipa situada na Ilha da Madeira, é muito menos afetada por variações de assistências em jogos com outras equipas, e adicionando ao facto de ter a capacidade do seu estádio limitada por obras, tem habitualmente as variáveis estatísticas praticamente iguais (este ano teve uma Média mais baixa devido a um jogo singular com supostamente apenas 1000 espetadores frente ao Moreirense). Em sentido contrário, o Beira-Mar tem habitualmente um valor da Média quase o dobro do valor da Média sem 3 Estarolas, ou seja, claramente afetado por esses jogos pontuais com bilhetes baratos para adeptos maioritariamente de equipas adversárias (teve 18730 contra o Sport Lisboa e 1159 contra o Estoril). Talvez isto suceda precisamente por se promoverem as equipas Estarolas em detrimento da equipa da casa. Mais uma vez, a média neste caso iria apenas ocultar a verdade escondida, que é evidenciada pela Mediana e pela Média sem 3 Estarolas as quais representam de facto o 'valor típico' de adeptos da equipa visitada que se deslocam ao estádio.


Para resumir as assistências da Liga Zon Sagres 2011/12 e traduzir melhor o conceito de Mediana apresenta-se o seguinte gráfico. As assistências dos 239 jogos (1 jogo foi à porta fechada) estão incluídas no gráfico, com uma variação entre 62553 e 728 espetadores. O eixo vertical mostra as assistências enquanto o horizontal mostra a distribuição dos jogos em forma de %.


O valor da Mediana considerando a listagem dos 239 jogos resulta em 3.692 espetadores, isto é, 50% dos jogos tiveram assistências inferiores a esse valor.
O valor indicado no gráfico nos 33% significa também que 66% dos jogos tiveram menos de 7700 espetadores. Aliás, 72% tiveram menos de 10 mil espetadores, apesar de esse ser o valor médio de assistências que é habitual ser anunciado na imprensa nacional - um valor, como se vê, bastante enganador. Podem haver todas as jornadas 1 ou 2 jogos de Estarolas que fazem subir a Média, mas a realidade dos restantes 80% de estádios vazios não pode ser omitida.

Apenas 19% dos jogos tiveram mais de 20 mil espetadores, e só mesmo 10% dos jogos realizados daria para encher alguns dos estádios do Euro 2004. A realidade dura em Portugal dos 3 Estarolas são estádios vazios, e seja a que preços for, cada vez será pior.

Nota: os dados usados foram retirados do site da LPFP, que apesar de apresentar frequentemente valores dúbios, serve para tirar uma boa ilação.


ESTÁDIOS VAZIOS = PORTUGAL



No seguimento deste artigo, encontra-se no cabeçalho deste blogue Académica Sempre uma ligação para um texto mais completo onde se inclui uma comparação com as assistências entre a Liga Portuguesa e as restantes Ligas Europeias, bem como algumas respostas para estes baixos valores de espetadores em Portugal:

sexta-feira, 23 de Maio de 2014

FINAL DE ÉPOCA 2013/14

A época 2013/14 chegou ao fim. Aqui ficam os resultados finais.

Primeira Liga: 8º lugar - 37 pontos (+ vários roubados); 35 golos sofridos; 25 golos marcados (+ alguns roubados).
Taça de Portugal: Quartos-de-Final, eliminados pelo finalista Rio Ave.
Taça da Liga: 2ª fase, eliminados pelo Penafiel.

Quanto ao nosso blogue, com uma página oficial do facebook da AAC/OAF já com mais de 100 mil seguidores (!) e uma vasta cobertura sobre as notícias da Académica, pouco sobra para relatar além de comentários opinativos, imagens dos roubos indecentes, e análises não-obtusas sobre alguns temas.
Muito em breve aqui colocaremos a análise às Assistências 2013/14.

Entretanto decorre a campanha eleitoral para a nova Direção do clube. As eleições estão agendadas para 30 de Maio.
Coincidência, ou não, as duas Listas que vão a sufrágio usam nomes baseados neste Blog...

             
             "Académica Sempre"                                                     "Briosa 100%"

sexta-feira, 7 de Março de 2014

10-10-0

Na dupla jornada fora de casa a Académica conquistou 4 pontos.
Após a excelente vitória em Arouca por 0-3, a Académica regressou ao batatal de Vila do Conde onde havia perdido 1-0 com o Rio Ave nos Quartos-de-Final da Taça de Portugal. Num jogo repartido com uma parte dominada por cada equipa, desta vez o resultado foi nulo porque 2 golos foram tirados à Académica:
- um foi devido ao Azar que levou um soberbo remate de Diogo Valente a embater na quina da baliza;
- outro foi devido a mais mais 1 dos 10 penaltys não assinalados a favor da Académica esta época, desta vez sobre Marcelo.

Somando aos 3 golos limpos anulados à Académica esta época, a contagem dos penaltis segue imparável com um 10-10-0:
- 10 assinalados contra!
- 10 não assinalados a favor!
- 0 assinalados a favor!

Hoje foram mais 2 pontos roubados, o resto, como diz o outro, é só fazer as contas...

domingo, 23 de Fevereiro de 2014

BOM ÁRBITRO MAU ÁRBITRO

Um conjunto de arbitragem sem elementos atrasados mentais (e acima de tudo sem corrupção envolvida) consegue tomar decisões conscientes, e após uma 1ª análise errada, corrigir sem qualquer inconveniente as suas deliberações:


Note-se que este poderia exemplificar a aplicação da nova Lei do Fora-de-Jogo, onde para prejudicar ainda menos a equipa atacante, não se assinala fora-de-jogo a um avançado que receba a bola de um defesa adversário mesmo que estivesse em fora-de-jogo no passe original do seu colega.

Na última jornada em Coimbra nem no passe original havia qualquer fora-de-jogo, o jogador do Nacional jogou sozinho a meia dúzia de metros do árbitro principal, que mesmo assim não foi capaz de corrigir o erro do fiscal-de-linha... Ambos tiveram a coragem de tomar uma decisão tão escandalosa, voltando a invalidar um golo limpo à Académica.
 

PAREM DE ROUBAR A ACADÉMICA!

sábado, 22 de Fevereiro de 2014

FACEBOOK DE RUI SILVA E LUÍS CASTAINÇA

Árbitro e Fiscal-de-Linha que executaram o previsto roubo da vitória da Académica frente ao Nacional da Madeira... (recorde o resumo do jogo aqui)

Rui Silva já é famoso por ter sido condenado no âmbito do processo apito dourado, mas também por vários roubos anteriores à Briosa (rever aqui).
Rui Silva foi aquele que tapou os olhos a 2 grandes penalidades neste jogo, além claro do golo que qualquer pessoa sem curso de arbitragem viu que era legal.
Quem quiser pode consultar o facebook desta personagem e pode mesmo deixar-lhe uma mensagem.
Uma vez que é público, aqui fica o conjunto de caracteres que vão parar a essa página:
https://www.facebook.com/profile.php?id=100001889027807

Luís Castainça, o ingénuo auxiliar que marcou um fora-de-jogo inexistente que tirou a vitória à Briosa, conseguiu errar tanto na versão antiga como na nova versão da lei do fora-de-jogo, onde agora mesmo que no livre Moussa estivesse em fora-de-jogo (que não estava) poderia marcar após o corte do defesa. Incrível atingir tal feito.
Quem quiser pode consultar o facebook deste atrasado mental (não se adapta outro nome) e pode mesmo deixar-lhe uma mensagem. 
Uma vez que é público, aqui fica o conjunto de caracteres que vão parar a essa página:
https://www.facebook.com/luis.castainca


Sabendo que sempre que um dos 3 Estarolas tem arbitragens duvidosas contra si os respectivos arbitros ficam vários jogos sem ser nomeados, estamos ansiosos para ver o que vai acontecer desta vez.
O último roubo escandaloso em Coimbra havia sido há...15 dias! Hugo Pacheco foi logo na jornada seguinte nomeado para um jogo. Desta vez com um golo anulado que inacreditavelmente conseguiu ser ainda mais absurdo, estaremos cá para ver até onde chega o cúmulo.

sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014

NÃO IMPORTA A COR DA CAMISOLA, A ACADÉMICA É QUEM ROUBAM SEMPRE

ÉPOCA 2013/14
Na Madeira frente ao Nacional jogou a Académica de branco...
este seria o golo do empate da Académica no último minuto:

Em Coimbra frente ao Nacional jogou a Académica de preto...
este seria o golo da vitória da Académica:

Depois de o último jogo em Coimbra, frente ao Estoril em posição Europeia, a Académica ter um golo mal anulado e na sequência ter Sérgio Conceição ser suspenso por 20 dias...
Hoje em Coimbra, frente ao Nacional em posição Europeia, a Académica volta a ter um golo mal anulado (nem vale a pena falar dos 2 penaltis roubados, este golo bastava).

Esta é a diferença para as equipas que conseguem ir às competições Europeias, e aquelas que são sempre empurradas para a 2ª metade da tabela... o melhor exemplo é a Académica numa Liga que em 20 jogos tem zer0 penaltis a favor e 10 contra (por exemplo aquele absurdo no final do AAC 1-0 FCP que Ricardo defendeu).
Já se rouba à descarada e sem qualquer vergonha.

Rui Silva e Luís Castainça (perfis do facebook aqui) foram os ladrões de hoje... e isto até foi pouco tendo em conta que Rui Silva é um árbitro condenado no âmbito do processo apito dourado, que já roubou escandalosamente a Briosa em muitas outras situações:
http://academicasempre.blogspot.pt/2011/11/arbitragem-volta-roubar-lugares_26.html

MISSÃO CUMPRIDA

Parabéns, corrupto. Cumpriste a tua missão!

 A VERGONHA FICA PARA A POSTERIDADE!

Os ladrões reinam à vontade! A impunidade de que beneficiam estes criminosos é impressionante!

quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2014

AS SUAS NOTAS PODEM FAZER A DIFERENÇA

Caros Académicos,

O que se vai passar amanha em Coimbra é MUITO GRAVE!

Amanhã voltaremos a ser assaltados por um sr. do apito.

E quem será ele?

O famoso Rui Silva!!!



Não se recorda?

"Árbitro Rui Silva e auxiliares lamentam suspensão de 20 meses confirmada pelo CD da FPF" http://www.jn.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=1190568

"Arbitragem volta a roubar ..."
http://academicasempre.blogspot.pt/2011/11/arbitragem-volta-roubar-lugares_26.html

Exactamente, o árbitro que amanhã nos vai roubar em Coimbra é um árbitro que já foi condenado no ambito do apito dourado. E é um arbitro que já depois da suspensão nos veio roubar sempre a COIMBRA!!!.

Portanto amanha o esforço dos nossos rapazes terá de ser o triplo do normal. Já sabemos que teremos um golo anulado, um golo em fora de jogo validado ao adversário e três penaltys por marcar a nosso favor.

Resta-nos lutar e ..... levar notas suficientes para viciar o jogo. Nem que as notas sejam do monopolio que os corruptos geralmente não são muito inteligentes.

FORÇA BRIOSA!!!!