ACADÉMICA DE COIMBRA - MUITO MAIORES DO QUE 'GRANDES'!   100% ACADÉMICA 100% ACADÉMICA SEMPRE A TAÇA 2012 É NOSSA!!!! APOIA A TUA EQUIPA LOCAL ACADÉMICA DE COIMBRA SEMPRE! BRIOOOOSAAAAAAAAA VENCEDORES DA TAÇA DE PORTUGAL 2012! 100% ACADÉMICA SEMPRE 100% ACADÉMICA

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

BOAS ENTRADAS!

O blogue Académica Sempre deseja aos seus leitores um Próspero 2009, melhor que qualquer outro ano, onde todos os nossos desejos e sonhos se tornem reais, em particular no que diz respeito à nossa Briosa!

Assim, para começar o ano nada melhor que uma taça de champanhe e umas Boas Entradas!

domingo, 21 de dezembro de 2008

PESKO QUÊ?

Sporting 0 - AAC 0

A Académica foi ontem a Alvalade dar uma lição de humildade, raça e espírito de entreajuda que, aliado a uma exibição espectacular do melhor guarda-redes do plantel, lhe permitiu conseguir um resultado positivo, que poderia ter sido ainda melhor se Orlando, numa das últimas jogadas da partida, tivesse conseguido cabecear para a baliza de Rui Patrício.

Domingos manteve-se fiel ao seu 4x4x2 losango e, mesmo na visita a um dos eternos candidatos (quase nunca passa disso mesmo) ao título, manteve a estrutura da equipa inalterada, factor de extrema importância para a coesão e assimilação de processos que cada vez mais se consegue perceber na Briosa. Os atletas que jogaram foram os seguintes: Peskovic; Pedrinho, Luiz Nunes, Orlando e Pedro Costa; Pavlovic, Cris, Diogo Gomes (Tiero) e Miguel Pedro (Nuno Piloto); Lito (Licá) e Eder.

A Académica dominou toda a primeira parte fazendo uma pressão logo à saída da área sportinguista que impedia a equipa adversária de pensar o seu jogo. Tacticamente irrepreensível, a Briosa ia dominando a partida e, lá na frente, apesar de um pouco desapoiado, Eder conseguiu uma exibição excelente, dando trabalho à defesa da casa e criando, aqui e ali, alguns calafrios a Paulo Bento.

Até aos últimos dez minutos de jogo a Briosa continuou na sua toada de pressão alta e de jogar sempre apoiado, com linhas de passe abertas para o portador da bola. Futebol bonito e rendilhado, fazendo lembrar o antigamente. É claro que faltou alguma profundidade ofensiva, mas penso que o futuro do ataque está garantido com o jovem Eder, assim o deixem evoluir com tranquilidade e não façam disparates na gestão desportiva.

Quanto ao melhor em campo, nem valia a pena dizer, mas aqui vai: PESKOVIC!!!! Cinco ou seis defensas extraordinárias, segurança dentro e fora dos postes. CHAPADA DE LUVA BRANCA PARA ALGUNS ATRASADOS MENTAIS e campainhas de alarme para a direcção que ainda não renovou o seu contrato! Agora, poderá já ser tarde! Até aposto que o seu empresário já teve não sei quantos contactos! É O QUE ACONTECE A QUEM ADORMECE À SOMBRA DA BANANEIRA... SERÁ QUE NÃO APRENDEM COM OS SUCESSIVOS ERROS?!?!

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

O QUE É REALMENTE IMPORTANTE...

O treinador Domingos Paciência, o treinador de guarda-redes Silvino Morais e os atletas Nuno Piloto, Éder, André Fontes, Gonçalo e Rui Nereu, estiveram presentes na festa de Natal da APPACDM de São Silvestre. São estas acções que fazem com que a nossa Instituição seja cada vez maior!










in site oficial

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

GRANDE?!?!

Como é que um clube se pode auto-intitular de grande quando, nos últimos 20 anos, apenas venceu o campeonato/liga por duas vezes?!? É aquilo a que eu chamo mania das grandezas típica de uma nobreza falida mas que ainda se coloca em "bicos dos pés" para chamar a atenção. O Sporting já praticamente não tem património, limita-se a ganhar umas taças de vez em quando e tem um passivo que assusta qualquer gestor, por mais temerário que seja!






Sábado vamos ensinar a estes pelintras de sangue azul uma coisinhas acerca de humildade!

sábado, 6 de dezembro de 2008

GOOLLLOOOO!! :)

Finalmente voltou a sentir-se aquele enorme e delicioso prazer de conquistar uma vitória ao cair do pano. Mataram-se as saudades de gritar aquele "Goollloooo" de pura alegria. A vitória 2-1 frente ao Paços de Ferreira juntou uns justos 3 pontos à nossa Briosa.

Alinharam pela Académica: Peskovic; Pedrinho, L.Nunes, Orlando e P.Costa; N.Piloto, M.Pedro (C.Aguiar, 56m), Cris e D.Gomes; Lito (Tiero, 70m) e Garcés (Éder, 60m).

Depois dos primeiros minutos de entrosamento, a Académica teve um momento de futebol deslumbrante que teve o seu auge no golo de Lito aos 11m. Logo a seguir, para não fugir à regra, o árbitro Marco Ferreira decidiu começar o seu roubozinho da Madeira não assinalando um penalty claro sobre Garcês e condicionando o jogador para o resto do jogo através dum cartão amarelo. Para o resto da primeira parte, a Académica jogou o suficiente para manter a vantagem.
O mesmo poderia ter feito no segundo tempo, não fosse uma desatenção da defesa proporcionar o golo do empate do Paços aos 59m da partida (L.Nunes não foi o culpado, aliás foi um dos melhores em campo. como só quem é cego é que não vê, alguém não quer ver). Domingos mexeu na equipa substituindo toda a frente ataque. Alguns adeptos ficaram bastante reticentes. Outros confiaram, e acreditaram que o golo da vitória acabaria por chegar... e chegou! Como o próprio disse: «Jogar com mais avançados não significa que se ataque mais do que com quatro ou cinco médios»
Um espírito de equipa diferente do habitual, (quem sabe impulsisionado pelos adeptos nas bancadas, quem sabe impulsionado pela frente de ataque "fresca", quem sabe pelos jogadores terem percebido que devem mesmo lutar mais) trouxe um massacre final sobre a baliza do Paços. Isso resultou num cruzamento milimétrico de Cris (só por isso o melhor em campo) para o cabeceamento fuzilador de Orlando a enfiar a bola no devido lugar, o fundo das redes.
Os jogadores uniram-se em abraços no campo e o mesmo aconteceu nas bancadas. É lindo ser-se da Briosa...


Resumo do jogo:

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

BOM OU MAU?

Foi publicado no site oficial da AAC/OAF o seguinte:

"A direcção da Académica informou, hoje, em conferência de imprensa que rescindiu contrato, por justa causa, com a TBZ.

A partir deste momento, a gestão do Estádio Cidade de Coimbra está, exclusivamente, a cargo da Académica.

A Direcção da AAC/OAF
".Tendo em conta todas as notícias que vieram a público e as diculdades, provavelmente insanáveis, por que passa a empresa TBZ, levando-a a quebrar compromissos assumidos com a AAC/OAF e com outras entidades, era mais do que esperado o que veio a acontecer. Agora será a AAC/OAF que irá gerir o Estádio Cidade de Coimbra. Isto quer dizer que terá de arcar com todos os custos inerentes à sua manutenção e, naturalmente, irá também beneficiar dos proveitos gerados. Esta actividade não tem gerado as receitas necessárias, sendo que os resultados têm sido negativos, segundo os documentos apresentados pela TBZ. É óbvio que se a referida empresa está numa fase de pré-insolvência podemos ser levados a pensar que a gestão não teria sido a melhor e que, com uma nova política, poderá tornar-se num negócio lucrativo. Por outro lado, a AAC/OAF não está vocacionada para este negócio. Poderá não ter os conhecimentos e a experiência necessários para levar "o barco a bom porto". Temos ainda de ter em conta a crise que se está a instalar e que se reflecte na actividade económica, retraindo-a cada vez mais. Certamente que uma parte importante das receitas do Estádio serão os espaços comerciais, mas como não estamos em fase de expansão... Um falhanço no negócio da gestão do estádio, continuando a acumular prejuízos, certamente iria colocar em causa a própria existência da AAC/OAF!
De tudo isto se retira que poderá ser um grande risco a Académica assumir a gestão do Estádio Cidade de Coimbra. Isto, aliado à batalha judicial que, certamente, teremos pela frente. No entanto, atendendo à morte anunciada da TBZ e a tudo o que isso acarreta, penso que a direcção, neste momento, não poderia fazer outra coisa para tentar salvar algumas receitas que ficariam irremediavelmente perdidas se continuasse a ligação à TBZ.
Neste contexto, será a Académica a organizar já o próximo jogo em casa, frente ao Paços de Ferreira, no próximo sábado às 18:30. Numa medida que aplaudo, e contrastando com o marasmo que estava imposto pela TBZ, foi decretado o "jogo do sócio" como forma de comemorar o centésimo aniversário (fará o aniversário amanhã) do nosso sócio nº.1, o Dr. Joaquim Isabelinha. Aqui ficam os incentivos para os sócios:

"
Para o jogo Académica x Paços de Ferreira, todos os sócios da Académica terão entrada livre no Estádio, para além disto, ainda vão receber convites.

Campanha “o Jogo do Sócio” :
- Sócio com quotas regularizadas pode entrar livremente e levar um acompanhante;
- Sócio com bilhete de época tem direito a mais dois convites;
- Sócio com lugar cativo pode levar três acompanhantes.
(os convites podem ser levantados a partir de sexta-feira, dia 05, na loja da Académica, no Estádio Cidade de Coimbra)"


Sendo assim, vá ao estádio e leve 1, 2 ou 3 amigos!
Vamos aproveitar esta oportunidade para encher as bancadas, ganhar o jogo e ganhar adeptos!
FORÇA BRIOSA!!!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

NÃO QUERO ACREDITAR...

"Não jogou por pressão do sr. José Eduardo Simões. O Nuno Piloto foi convidado a renovar e ainda não aceitou. Só por isso não foi titular no Dragão...". A pessoa que proferiu estas palavras não me merece um pingo de credibilidade (recorde-se que o Sr. Nuno Patrão é o empresário do "pesetero"), mas "cheirou a esturro" o facto do Nuno Piloto não ter jogado no Dragão, sendo que Domingos poderia ter desmentido o que foi referido refugiando-se nas sempre oportunas "opções do treinador", mas não o fez, optando por dizer: "Esse assunto não é comigo. Não me merece mais qualquer comentário". Recordo também que Pavlovic foi estranhamente remetido para o banco num jogo anterior e que Lito tem feito uma verdadeira "cura" do mesmo. Eu não quero acreditar, mas as coincidências começam a ser demasiadas e os casos também. O "meu copo" está quase a transbordar e esta poderia ser a "última gota"!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

ONDE ESTÁ A VONTADE? ONDE ESTÁ O BRIO?

A Académica voltou a desiludir esta noite. Frente a mais um dos 3 estarolas, que se confirma que grandes só em membros do rebanho, a BRIOSA voltou a praticar um futebol desinspirado e sobretudo sem garra, vontade e brio.

A equipa que alinhou foi: Peskovic; Pedrinho, L.Nunes, Orlando e P.Costa ; Pavlovic (Madej, 90m), M.Pedro (Lito, 68m), Cris e D.Gomes; Sougou e Garcês (Eder, 68m).

Sobre o jogo, mais uma vez, a Académica jogou mal, muito mal. Voltou a sentir-se que as equipas adversárias não conseguem criar muitas oportunidades nem praticar bom futebol frente a nós. Mas nós também não. E enquanto a Briosa não marca e mantém o pior ataque da Liga, os outros marcam o suficiente para nos derrotar.

Caro Domingos Paciência, podes dominar a vertente táctica e equilibrar as partidas, mas enquanto não conseguires transmitir aos jogadores a vontade de ganhar que certamente tens (tens não tens??), nunca vais conseguir ter nenhum sucesso. É lamentável ver os jogadores da Académica a perderem, apenas a 1 golo do empate, e nos últimos minutos não pressionam nem sobem à procura do golo. Completamente conformados com a derrota. Se calhar é melhor ficarem uns meses sem receber o ordenado para ficarem mais unidos e com vontade de merecerem receber. Mas o que está completamente errado são as tuas palavras aos jogadores. Mostrar-se radiante no fim do jogo com os jogadores que perdem sem mostrar a mínima vontade de ganhar!? !? Ainda se fosse a primeira derrota, mas perdemos os jogos todos fora! (empatar com o Trofense também é uma derrota)
Por favor, transmite-lhes a mensagem: CORRAM, LUTEM, JOGUEM, SOFRAM, ESFORCEM-SE, SUEM, TENTEM, NÃO DESISTAM, ACREDITEM...
...E LEMBREM-SE QUE ESTÃO A SER PAGOS PARA DAREM O VOSSO MELHOR... NÓS ADEPTOS QUEREMOS APOIAR-VOS E SOFRER COM VOCÊS, MAS NÃO FICANDO A VER-VOS SIMPLESMENTE PERDER. (Quando perdem perde também a Académica)

Aqui fica o resumo:


NOTA 1: A arbitragem: Não acredito que o árbitro desta vez tivesse o mesmo sentimento que o benfiquista da semana passada. Mas o que é certo é que a expulsão não teria acontecido se tivesse sido ao contrário, e nunca nenhum árbitro marcaria um penalty para a Académica dum cruzamento à queima-roupa que bate no braço do defesa que está de costas a 1 metro de onde a bola sai.

NOTA 2: Há muita gente que não quer ver, mas Luiz Nunes tem feito grandes exibições, tendo mais uma vez sido o menos mau da Briosa, com muita entrega e vários cortes providenciais. Para os mais ceguinhos, o 1º golo do Porto deve-se a um erro de Orlando que estava a marcar Rodriguez e apenas simulou que saltava.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

UMA VEZ MAIS

Uma vez mais, outro rebanho vai-se juntar neste fim-de-semana para defrontar a Briosa. Por incrível que pareça, alguns que a semana passada andaram a criticar o rebanho da Freguesia de benfica e apoiar a Académica, agora vão virar o casaco e para apoiar a vara da Cidade do porto.
Para mim, entra tudo na mesma fossa. Dizem-se "grandes", mas entre os 3, este leva 4 do Arsenal, outro leva 5 do Olympiacos e o outro leva 5 do Barcelona. Tenham vergonha.
E assim é o futebol "português" criado pela imprensa para os rebanhos e pelos rebanhos para a imprensa. E até já se reflecte na Selecção!.. Façam lá o vosso campeonato a 3 e larguem-nos de vez.

Enquanto dura esta farsa do futebol português, a Académica terá que se deslocar ao antro dos tripeiros na próxima 2ª Feira (Feriado) pelas 18:15, com transmissão televisiva na SportTv. Visto que nos últimos 20 jogos no Porto apenas empatámos um, e é preciso recuar até 1971 para encontrar uma vitória nossa, acredito que está para breve uma humilhação como a do ano passado da Luz, algo que os 3 estarolas tanto têm apreciado.
Enrabadela por enrabadela, vamos lá enrabar o "dragão"!
FORÇA BRIOSA!!

terça-feira, 25 de novembro de 2008

CHEIRO PESTILENTO!

Depois de termos aturado a legião de descerebrados que batem palmas a traficantes de droga acusados pela justiça, vamos continuar neste filme de criminosos. O cheiro nauseabundo a corrupção, tráfico de influências, favorecimento à espreita do tacho prometido e pura estupidez vai-se manter, pelo menos, até à próxima segunda-feira à noite. Temos de aguentar...

domingo, 23 de novembro de 2008

ROUBO, DROGA E POUCO FUTEBOL

Antes de mais, como já se adivinham os lampiões a vir para aqui deixar comentários selvagens, tenho a avisá-los que devem ter vergonha do que são antes de falar. Voltou a ver-se nas bancadas do ECC uma manada de "fiéis" seguidores de nem sabem o quê. Pessoas que apenas vão atrás das outras e por exemplo batem palmas por traficantes de droga só porque a restante sua manada também o faz.

Quanto ao jogo, mais do mesmo. A Académica alinhou com: Peskovic; Pedrinho, Orlando, L.Nunes e Edson; Pavlovic (C.Aguiar, 61m), N.Piloto, M.Pedro e Lito (Eder, 61m); Garcés e Sougou (Madej, 75m).

A equipa da Freguesia de benfica em lisboa veio alinhar com 11 + o árbitro como se previa e só assim conseguiu ganhar (e note-se que um par de jogadores recebe mais que o plantel da Académica). Ainda por cima, nem precisam de comprar o árbitro porque ele já faz parte do rebanho. Inclusive andou aos abraços com os seus colegas dentro de campo, uma vergonha.

Tudo começou 4 min com Luisão a cortar uma bola na área com o braço. Penalty não assinalado. Estava lançado o mote. De resto a Académica jogou mal como tem sido habitual, e o adversário ainda pior. Mais uma vez enviámos uma bola à trave, e na resposta sofremos 1 golo. No ínicio da 2ª parte, o lampião do apito decide inventar um penalty para matar logo ali o jogo. 0-2 e jogo arrumado. Para acabar, ainda um golo anulado à Académica (até pode ser, mas ao contrário não seria anulado). Pelo meio, pormenores como cortes com a mão que para a Académica é amarelo para o benfica não, ou jogadores como o defesa-esquerdo do benfica que passou o jogo a saltar às bolas com um braço em cima das costas do adversário e nem uma vez foi falta, além das autênticas agressões impunes. Enfim.

As palavras de Domingos Paciência:
«Tudo ficou diferente quando o Benfica fez o golo inaugural. O jogo passou a ser diferente. Preparámos o nosso esquema de maneira a limitar a forma de jogar do Benfica. Só que no primeiro erro que cometemos, eles aproveitaram. Os primeiros 45 minutos foram equilibrados e, se calhar, até tivemos as melhores ocasiões para marcar
A segunda parte começou com um penalty e tudo se complicou ainda mais. Estou longe do lance, sei que o Reyes tentou passar por vários jogadores nossos, mas não sei se foi falta ou não. A verdade é que a partir daí o jogo ficou quase terminado. Tentámos, é certo, mas o Benfica geriu bem a bola e a vantagem»

sábado, 22 de novembro de 2008

TRIBUTO

Podem dizer "o Benfica perdeu 0-3" em vez de dizer "a Académica malhou 0-3". Mas o que importa é que aconteceu, e apesar de todos o saberem e terem de viver com isso, deixo aqui para vos relembrar.


Quanto ao Benfica gosto tanto como do Porto ou o Sporting. Mas como agora é o Benfica...

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

GARRA, PAIXÃO E CRENÇA!

Todas as grandes instituições com mais de cem anos de história, como é o caso da nossa querida Académica, têm jornadas verdadeiramente épicas e que ficam na memória e no coração dos que as viveram. Autênticas batalhas em que, contra tudo e contra todos, apenas com o coração, a raça e o querer, se conseguem marcos históricos que constituem o fermento que faz crescer ainda mais o amor dos adeptos.

A Académica, como é óbvio, tem várias destas jornadas memoráveis. Lembro-me de uma em Chaves, na última jornada do campeonato. A Briosa precisava de um ponto para conseguir a manutenção. Com sangue, suor e lágrimas, esse ponto foi conseguido e o tão almejado objectivo atingido. Fica para sempre a imagem do presidente da direcção na altura, Dr. Campos Coroa, ajoelhado em frente aos adeptos da Velhinha...

Hoje trago um marco histórico de um outro clube. O Grémio de Porto Alegre é um clube centenário que já viveu momentos de glória mas que, como aconteceu também com a Briosa, caiu na 2ª. divisão brasileira. Este episódio passou-se há 3 anos atrás. O Grémio ia jogar em Recife, frente ao Náutico, a subida à 1ª. Divisão, bastando-lhe um empate para o conseguir. O jogo foi duríssimo e o Grémio foi muito penalizado pela arbitragem e pelo nervosismo dos seus jogadores em resposta à injustiça das decisões do árbitro. Teve dois penaltis contra e ficou a jogar apenas com 7 jogadores antes da marcação da 2ª. grande penalidade. Mas sobreviveu, com coração, raça e querer!


Por vezes parece-me que tem faltado à Académica a necessária paixão! Temos de acreditar sempre! Ter a raça e o coração para conseguir o que parece perdido! Isto aplica-se aos jogadores e aos treinadores, mas também aos adeptos que parecem adormecidos e sem garra! Certamente que na longa história da Instituição houve boas e menos boas direcções, houve bons e menos bons jogadores e treinadores, mas a Instituição e o amor que ela nos merece é que importa!

EU ACREDITO QUE NO DOMINGO A ACADÉMICA VAI ESCREVER MAIS UMA PÁGINA DOURADA NO SEU BRILHANTE HISTORIAL, CONTRA TUDO E CONTRA TODOS! CONTRA UM ÁRBITRO BENFIQUISTA E CONTRA O REBANHO QUE INVADIRÁ A NOSSA CIDADE!

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

PREÇOS PARA LAMPIÕES

Avizinha-se mais uma recepção a um dos rebanhos do Futebol Português. Como sempre, iremos ver a enorme manada de primatas a deslocar-se em massa ao estádio, grande parte de Coimbra e arredores imagine-se.
Há que lamentar estes pobres coitados, pois não têm culpa da sua inteligência limitada e de terem sido levados pelo medíocre jornalismo e comunicação social deste país. (Veja-se o reportado no nosso post anterior)

O que não tem desculpa são aqueles que se dizem da Académica e agora viram a casaca. São seres que além de mentecaptos demonstram não ter a mínima personalidade. Por favor, não vão ao estádio, ponham umas orelhas (se for caso disso) e fiquem sentados virados para um dos cantos da vossa casa.


Quanto aos restantes, os bilhetes já estão à venda, e visto que a Académica ao contrário do Benfica não tem publicidade grátis todos os dias em todos os canais de TV, sejam compreensivos e vão ao estádio! Aqui ficam os preços para as respectivas bancadas:

SÓCIOS E CAMALEÕES:
Bancada Poente e Nascente Inferior - 10€
Bancada Poente e Nascente Superior - 12,50€

NÃO-SÓCIOS E OVELHAS:
Bancada Sul Inferior - 20€
Bancada Sul Superior - 30€
Bancada Nascente Inferior - 35€
Bancada Nascente Superior - 40€
Bancada Poente Inferior - 40€
Bancada Poente Superior - 45€

Obrigado!

terça-feira, 18 de novembro de 2008

VOZ DA IMENSA MINORIA

Finalmente foi dada a voz à imensa minoria que não segue este tão característico rebanho dos 3 Estarolas português.

No programa "A VOZ DO CIDADÃO" da RPT, o Provedor deu razão aos telespectadores, todos nós, que se sentem ultrajados ao ver uma estação de televisão com financiamento público a a dar apenas atenção a 3 clubes entre os 16 presentes na Primeira Liga, bem como a autêntica publicidade grátis que isso representa para esses clubes, em detrimento dos restantes.

Fica aqui o meu convite para os visitantes deste blogue, e não só, assistirem ao referido vídeo (A voz do Cidadão - 2008.11.15) na página:
http://ww1.rtp.pt/multimedia/?tvprog=21175&idpod=19199

Esperemos que no futuro o nosso dinheiro seja melhor aplicado, e que jornalistas como o senhor Carlos Daniel, apresentador do programa Trio de Ataque (o nome diz tudo) abram melhor os olhos e quebrem de vez este ciclo vicioso.

A diferença entre o que se passa em Portugal e no Estrangeiro pode ser vista nas imagens dos seguintes links (descubra as diferenças!):
- Portugal - http://2.bp.blogspot.com/_hhxbN6T6QLM/RsuUb5etAGI/AAAAAAAAAGA/noK4Sddm91I/s1600-h/liga_33.bmp
- Outros países - http://3.bp.blogspot.com/_hhxbN6T6QLM/RsuS5JetAFI/AAAAAAAAAF4/0PXKGHcY5YE/s1600-h/liga_33+int.bmp

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

BELENENSES 1 - ACADÉMICA 0

Frente a uma equipa que não sabe jogar futebol, com um árbitro que não deixa jogar futebol, a Académica voltou esta noite a sair derrotada, desta feita por 1-0 frente ao Belenenses. Quem assistiu ao jogo na SportTv ainda teve de levar com a ignorância dos comentadores.
Nota para a boa assistência no Restelo, obviamente derivada da presença de muitos adeptos da Académica e da própria Académica.

Na Académica alinharam: Peskovic; Berger, L.Nunes, Orlando, Edson, N.Piloto, Licá (M.Pedro, 54m), Cris, Tiero (Pavlovic, 45m), Éder (Sougou, 65m) e Garcés.

Com a Académica a dominar a partida, o Belenenses jogou sempre ao estilo Jaime Pacheco, com a distribuição de porrada liderada por Cândido Costa, que nem um cartão amarelo viu. O árbitro Pedro Henriques serviu para deixar passar agressões e marcar cada raspão que houvesse, sempre contra a Académica. Pelo meio do domínio da Briosa surgiu o golo do Belenenses aos 15m da partida. No entanto, apesar da incapacidade da equipa contrária, também a Académica não foi capaz de criar oportunidades de real perigo, à excepção de alguns lances de bola parada e de uma bola ao poste. Seria o suficiente para ganhar, mas mais uma vez faltou a sorte. Ainda assim não me esqueço que já lá espetámos 0-5 naquele mesmo estádio. Esta noite, uma vitória teria sido, ainda assim, igualmente justa.

Ficam as palavras de Domingos Paciência (ATENÇÃO que Paciência é o apelido do técnico e não nenhuma palavra que sirva para o alcance máximo da inteligência dos jornalistas, ao ser usada como um repetitivo trocadilho):
«Não se consegue ganhar ou empatar jogos sem marcar golos. Vamos esperar que as coisas melhorem. Tivemos também alguma infelicidade, mas o resultado mais justo seria o empate, na minha opinião. Quando não se concretiza, é natural que haja um sector que esteja abaixo do esperado. Como disse, é preciso continuar a trabalhar, a bola às vezes bate no poste e sai, outras vezes bate e entra. Mas os jogadores bateram-se bem, apesar do resultado.»

Alguns lances:

(repare-se na falta assinalada depois da bola ao poste, um exemplo da forma como Pedro Henriques usou o apito)

MAIS UMAS PARA DESCONTRAIR...







PURA CLASSE!

NESTA ALTURA?!? (Where is my mind?)

O que é que passou pela cabeça de Domingos para por em causa a qualidade de um jogador em particular e de todo o grupo por ele liderado, com as declarações que proferiu? Será que ele mediu as consequências de tal acto? Mas será que a Académica não consegue ter sossego?

Não quero pensar mais nisto. Vou ouvir o MELHOR GRUPO DE ROCK DE TODOS OS TEMPOS, os "deuses dos deuses", como lhe chamou um amigo blogger que tem como grande defeito ser do bitória, e esperar pelo jogo de logo. O título desta música penso que define bem a atitude de Domingos...


quinta-feira, 13 de novembro de 2008

TAÇA ESTAROLAS

A 3ª fase da Taça da Liga já está definida, num sorteio em tudo feito para a presença dos 3 estarolas na próxima eliminatória da competição (Meias-Finais). Se já não bastava o óbvio tratamento diferenciado para 3 clubes e as respectivas ajudas a nível das arbitragens, agora são também dadas as condições para estes serem apurados para as fases finais das competições. E assim continua o ciclo vicioso. Espero que um dia atinjam a situação limite de fazer um campeonato a 3, e nos deixem ter um campeonato nacional verdadeiro de vez.

Em resumo, neste sorteio foram definidos 3 grupos (A, B e C), e para a próxima fase (Meias-Finais) serão apurados os 3 primeiros classificados e o melhor segundo. Ora, na definição dos grupos, tentou-se ao máximo separar os 3 estarolas (note-se que o Benfica ficou em 4º e houve necessidade de o colocar juntamente com o 3º). Veja-se a tabela:O mais incrível surge a seguir. Visto que apenas se realiza uma volta, e os grupos são de 4 equipas, existem 2 equipas em cada grupo que jogam 2 jogos em casa e 1 fora, e as outras duas o inverso. Ora quem deveria jogar mais vezes em casa, as piores classificada para equilibrar as contas e encher o estádio com os jogos com equipas superiores? Sim, mas Não! São as equipas melhores classificadas que jogam 2 jogos em casa, para terem mais hipótese de estar presentes nas Meias-Finais. Rídiculo:
A Académica ficou assim no Grupo A juntamente com FC Porto, V Setúbal e Nacional. Aqui ficam os jogos a realizar:

1ª jornada (7 de Janeiro)
Académica-Nacional

2ª jornada (14 Janeiro)
V. Setúbal-Académica

3ª jornada (18 Janeiro)
F.C. Porto-Académica

Em conclusão, vai ser difícil para a Briosa o apuramento para as Meias-Finais. Se o primeiro lugar será quase impossível, o melhor 2º lugar poderemos prever que na pior das hipóteses poderá ser uma equipa com 2 vitórias e 1 empate, numa má hipótese uma equipa com 2 vitórias e na melhor das hipóteses uma equipa com 1 vitória e 1 empate.

Resta desejar-nos muita sorte para contrariar este sistema nojento.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Para Belém

Pelo meio de muita palha sobre os 3 estarolas e de entediantes (tri)diálogos sobre qual deles o mais beneficiado, por vezes surgem notícias sobre a Académica. Há que aproveitá-las, portanto aqui ficam umas palavras que se conseguiram obter de Garcês, sobre o próximo jogo a realizar no Estádio do Restelo frente ao Belenenses, 2ª Feira pelas 19:45 com transmissão em directo na SportTv 1.

Em A Bola: «Espero marcar. Desejo que seja um bom desafio de futebol e, claro, quero ganhar ao Belenenses. (...) Tem faltado um pouco de sorte e um meio-campo que crie mais situações de golo.»

Para mais do que 3 linhas, pode-se consultar uma notícia mais completa do site Maisfutebol:
http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=1012317&div_id=1463

terça-feira, 11 de novembro de 2008

PALHAÇADA!

O sr. presidente do sindicato dos jogadores profissionais de futebol veio hoje a público para dizer que faz força para que os jogadores do Estrela da Amadora façam greve no jogo da próxima jornada, que será frente ao Benfica. Segundo Joaquim Evangelista: "Se a questão não se resolver, os jogadores têm de tomar uma atitude definitiva. Têm de avançar para uma greve com um grande, que é a única forma de isto ter consequências". É a única forma de ter consequências?!? Mas as consequências não são as mesmas se faltarem a um jogo contra um dos estarolas ou contra outro clube qualquer?!? Até o sindicato dos jogadores alinha na palhaçada dos três grandes! E se depois da eventual falta de comparência contra o Benfica a situação se resolver por artes mágicas, como aconteceu no passado com o Vitória de Setúbal, por exemplo, como é? Fica um clube beneficiado e os outros que, já tinham jogado, prejudicados por não usarem as mesmas armas dos dirigentes do Estrela da Amadora, isto é, contratar jogadores sem ter dinheiro para lhes pagar? Este futebol português é uma palhaçada constante, com o Sr. Evangelista a saltar para a ribalta esta semana, como o palhaço-mor!

domingo, 9 de novembro de 2008

ELIMINADOS

A Académica foi hoje mais uma vez eliminada da Taça de Portugal. O sonho do Jamor volta a ir por água abaixo, desta vez em casa contra o Estrela da Amadora, equipa constituída por jogadores que provavelmente em Maio à data da Final até já estarão noutro clube.

Perante nem 1000 espectadores, apesar das únicas oportunidades de perigo terem pertencido à Académica, como quem não marca sofre o golo da derrota surgiu aos 79m na única oportunidade dos visitantes.

Ficam as palavras de Domingos:
«É triste [situação do E. Amadora] mas infelizmente é o estado do futebol. No passado foi o Boavista, qualquer dia pode ser outro clube. Há que procurar soluções mas não está fácil. Saímos de consciência tranquila deste jogo. Tenho de dar os parabéns aos meus jogadores e ao Nélson. E quando se fala assim, é fácil perceber como foi o jogo. Merecíamos ganhar mas quem não marca, arrisca-se a sofrer e o Estrela marcou na única ocasião que teve.»

Resumo:

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

DE OUTRA GALÁXIA...

Apesar da crise que parece que veio para ficar, os salários dos jogadores de futebol a actuar em Portugal não param de subir, numa tabela que é, naturalmente, liderada pelos três estarolas do futebol nacional, também conhecidos como "três grandes". Instituições como a Académica, só podem "ver ao longe" estes números...

Aqui fica a lista dos 16 mais bem pagos:


Clique na imagem para ampliar

Notas:

- David Suazo ganha efectivamente 300.000,00€ mensais, o Benfica só suporta metade desse salário;
- José A. Reyes aufere 220.000,00€ mensais, o Benfica só suporta metade desse salário;
- O salário de Pablo Aimar pode subir para 1.600.000,00€ anuais se cumprir determinados objectivos estipulados no contrato;
- Os valores apresentados são brutos, ou seja, antes de impostos.
in futebolfinance.com

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

PAVLOVIC AINDA NÃO RENOVOU

Na entrevista que o jogador sérvio da Briosa deu em jeito de antevisão do encontro do próximo domingo com o Estrela da Amadora, para além de outras questões, como os salários em atraso do clube adversário, foi-lhe questionado acerca da renovação do contrato que o liga à Briosa e que termina no final da presente época. A este respeito, e ao contrário do que sucede com Lito e Nuno Piloto, que já confirmaram as negociações, Pavlovic mostra qua nada se avançou ainda, apesar de ver com bons olhos a possibilidade de continuar em Coimbra: "Ainda não tive qualquer conversa concreta com a direcção. O meu empresário está a tratar da situação. Isto não depende só de mim, depende de muitas coisas. Estou aberto a negociações. Sinto-me bem aqui, mas a base para qualquer entendimento é que ambas as partes têm de estar de acordo. Vamos ver."

Fica aqui um repto à direcção da AAC/OAF: Não se pode deixar para o final do ano renovações de contrato de jogadores como o Pavlovic!

MARTINS DOS SANTOS CONDENADO POR CORRUPÇÃO

O árbitro Martins dos Santos e o ex-elemento do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (F.P.F.), António Henriques, foram condenados a 20 e a 28 meses de pena suspensa, respectivamente. O Tribunal de Gondomar deu como provado a existência de corrupção no jogo entre Marítimo e Nacional, na época 2003/2004.

A juíza do caso, Manuela Sousa, recorrendo às escutas, considerou existirem provas suficientes para condenar Martins dos Santos por corrupção passiva e António Henriques por corrupção activa.

Martins dos Santos terá aceite ser corrompido, para beneficiar o seu filho, Daniel Santos, também ele árbitro. A recompensa seria a promoção do filho da terceira divisão para a segunda. No entanto, a juíza limitou-se a dizer que se tratou de uma «vantagem não concretamente apurada», por achar que as escutas sustentavam a acusação.

«A menção por Martins dos Santos a seu filho [nas escutas] não é fruto de algo criado pela Polícia Judiciária ou pelo Ministério Público. A juíza [de instrução criminal] só retirou [a menção] por confiar que a transcrição das escutas era fidedigna», explicou a juíza, citada pela Lusa. A magistrada considera ainda que «a PJ errou», por ter omitido o nome do filho de Martins dos Santos.

in Maisfutebol.


segunda-feira, 3 de novembro de 2008

MAIS UM PONTO!

AAC 1 - Braga 1



Ontem a Briosa conseguiu mais um ponto nesta liga que está a ser, para a nossa Instituição, a melhor desde há muitas épocas. Para os que dizem que só jogámos com equipas fracas, queria lembrar que já jogámos com o Nacional ( que está no topo da classificação), com o Braga (tem um plantel fabuloso) e com o Marítimo (apesar de estar mal classificado, consegue sempre boas temporadas). Nove pontos em sete jogos, é uma pontuação razoável que pode e deve permitir que os nossos atlatas se exibam sem nervosismo em demasia e possam, assim, demonstrar todas as suas qualidades.

Domingos Paciência demonstrou que estudou bem o adversário e procurou reforçar mais o lado direito da defesa, colocando Berger a lateral e Pedrinho (o habitual titular do lado direito da defesa) mais à frente, o que permitiu, para além de se tentar impedir as entradas de Matheus, Evaldo, Alan a espaços e até Rentería, uma ajuda ao centro da defesa, uma vez que Berger poderia "dar uma mão" nesse sector, tendo em conta que o Braga joga sempre com dois pontas de lança, mais dois extremos, fazendo quase um 4x2x4. Jogaram os seguintes atletas: Peskovic; Berger (Miguel Pedro), Luíz Nunes, Edson e Cléber; Pavlovic, Pedrinho, Tiero e Cris; Sougou (Lito) e Garcés ( Éder).

A Académica começou por dar a iniciativa de jogo ao adversário, o que se compreende, pois o Braga, quanto a mim, tem plantel para lutar pelo título. Apesar do domínio territorial e de posse de bola, os visitantes não conseguiam criar oportunidades claras de golo, com excepção de um atraso irresponsável de Tiero que isolou Rentería, mas que este desperdiçou, atirando ao lado; e de um cabeceamento por cima da baliza por parte de Rodríguez, que só o conseguiu porque fez falta sobre Pavlovic, não marcada pelo sr. do apito. A Académica jogava sempre muito concentrada e os seus jogadores não se desposicionavam, dificultando em muito a tarefa dos pupilos de Jesus.

A segunda parte começa com a mesma toada, mas é a Briosa que consegue inaugurar o marcador. Pavlovic descai para a esquerda e faz um espectacular passe a "rasgar" para o lado direito, onde aparece na área Pedrinho a receber no peito e a rematar de pé esquerdo sem hipóteses para Eduardo. Excelente jogada, muito bem finalizada por Pedrinho. O passe de Pavlovic foi soberbo. Cada vez mais o sérvio demonstra que melhora de dia para dia no capítulo do passe que era, sem dúvida, o menos conseguido das suas exibições. Ontem, fez mais uma de "encher o olho", aliando à habitual vontade, querer e força, passes bem medidos, o que fez dele o melhor em campo. Depois do golo, o Braga fez o que lhe competia e tentou atacar ainda mais. Enviou uma bola ao poste e, pouco depois, consegue o empate através de um cabeceamento na área que culmina uma jogada em que a defesa académica não foi suficientemente lesta a afastar a bola e permitiu que Rentería cruzasse do lado direito (pareceu-me que a bola já estava fora). Até ao final, destaque para a coesão da Briosa que nunca se desuniu conseguindo assim um resultado que considero bastante positivo e que permite continuar numa boa posição na tabela classificativa.

Aqui fica a análise ao jogo por parte de Domingos: «Fazer a análise a um jogo depois de ele ter terminado é muito simples. Tem a ver com as oportunidades criadas e a postura das equipas. O Sp. Braga teve três ocasiões mas não marcou. A Académica tem consciência da forma como preparou o encontro, todos os jogadores perceberam o que lhes foi pedido, e isso passava por bloquear o Sp. Braga, que é uma equipa com outros argumentos e objectivos. Podemos jogar mais e melhor, isso há de acontecer, mas há que dar mérito à maneira como anulámos o adversário, que não surgiu tão solto como noutras alturas. Se não tivéssemos tido uma desconcentração no golo, se calhar, estaríamos a falar de uma vitória. Bonita ou feia? Isso não existe no futebol. Logo, o resultado acaba por ser justo, em função da ineficácia do Sp. Braga e da eficácia da Académica. Não é só criar oportunidades, é preciso concretizá-las. Fui ponta-de-lança, meus amigos, vivi dos golos. Sei o que isso é.»

Nota ainda para os 4.828 espectadores que estiveram ontem presentes no Cidade de Coimbra. Este jogo e a época que a equipa está a realizar mereciam muito mais público. Sinceramente, por vezes pergunto-me se esta cidade merece uma equipa no escalão maior do futebol português. Deixo aqui duas fotos do estádio de um clube italiano que se chama Spezia. O Spezia joga na série D italiana, que corresponde à 3ª. divisão nacional portuguesa...


in www.marketingfc.blogspot.com

Semelhanças, só as cores do equipamento do Spezia serem o preto e branco...

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

VENHA O PRÓXIMO (TAÇA DA LIGA)

A Académica foi a Gondomar cumprir o que se pretendia, obtendo uma vitória por 0-2 com golos obtidos por Carlos Aguiar (27m) e Miguel Pedro (42m).

Fica assim garantida a passagem à 3ª fase da competição, onde participam 12 equipas, incluindo os 6 primeiros classificados da Primeira Liga da época transacta.

A final realiza-se a 22 de Março.

Entre esta série de 3 jogos disputada fora a Académica conseguiu 2 vitórias para ambas as taças e um empate para o campeonato. Não foi mau, mas para corrigir a nossa posição na tabela classificativa temos que conquistar os 3 pontos frente ao Braga já este Domingo pelas 16h no ECC!
Força Briosa!!

sábado, 25 de outubro de 2008

COM TRANQUILIDADE...











Trofense 0 - AAC 0

A Briosa conseguiu há pouco o seu primeiro ponto fora do Cidade de Coimbra na presente edição da Liga. A deslocação à Trofa antevia-se difícil por várias razões. Desde logo o facto do adversário ter trocado de treinador, que fazia a sua estreia neste jogo. Depois, o Trofense estava ainda em branco na classificação, situação que se torna insustentável para quem almeja ainda a permanência no escalão máximo do futebol português.

Domingos volta a montar a sua equipa num 4x4x2 losango em que a inclusão de Éder e de Carlos Aguiar na equipa inicial se podem considerar as grandes surpresas. Foram os seguintes os jogadores utilizados: Peskovic; Pedrinho, Luiz Nunes, Orlando e Edson; Pavlovic, Tiero, Cris (Cléber) e Carlos Aguiar (Sougou); Éder (Lito) e Garcés.

Na primeira parte a Académica dominou as operações sem grandes dificuldades perante um adversário que nunca conseguiu assumir um jogo que deveria ser para ele de "vida ou morte". O Trofense só conseguía chegar à baliza de Peskovic através de livres, a grande maioria conseguída através de mergulhos de Hélder Barbosa, que contou sempre com o apito amigo do vizinho Paulo Costa (já agora, que raio de política de nomeações é esta?!?! Um árbitro do Porto?!?!). A Briosa, por seu lado, impunha o seu jogo e dispôs de duas boas oportunidades. Uma por Garcés, que vê o seu remate ser cortado por um adversário, e outra por Éder que faz um bom remate à meia volta para defesa de Paulo Lopes.

Para a segunda parte, Domingos decide arriscar e rumar definitivamente para a vitória, tirando Carlos Aguiar e Éder, e lançando na partida as duas "gazelas africanas" Lito e Sougou. A equipa passa a jogar em 4x3x3, procurando aproveitar a velocidade nas alas. No entanto, estas alterações não produziram grandes efeitos e o jogo foi-se tornando cada vez mais lento e jogado a meio campo com muita luta e pouco discernimento. Mesmo assim, como desde o início, a Briosa continuava a mandar na partida. Talvez para tentar dar algum alento aos vizinhos trofenses, o Sr. Costa decide expulsar Edson por acumulação de cartões amarelos, pretensamente por palavras ditas pelo brasileiro contra a marcação de mais uma falta inexistente. O caricato é que parece que só o Edson é que não podia protestar, pois viram-se inúmeros protestos a gestos de jogadores do Trofense (e mesmo da Académica) ao longo da partida que não tiveram a mesma reprimenda, porque será? Não acredito que tenha sido porque o Edson já tinha sido amarelado e assim o sr. do apito tinha uma excelente oportunidade de dar mais uma ajuda extra à equipa da casa pondo o adversário a jogar com dez... Assim, a partir dos 70 minutos a Briosa vê-se reduzida a dez elementos, mas nem assim a fraca equipa da Trofa consegue dominar e o jogo vai até ao final sem grandes oportunidades de parte a parte.

Referência para mais um jogo espectacular de Pavlovic, no seu estilo guerreiro em que deixa tudo o que tem em campo. Foi sem dúvida o melhor da partida. A braçadeira de capitão esteve muito bem entregue!

Assim, a Académica soma agora 8 pontos, depois de 6 partidas disputadas, colando-se a Naval e Guimarães no 7º. lugar da tabela, com mais um jogo que os adversários.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

VIRAM O KÁKÁ?

O ex- central da Briosa que no início desta temporada se transferiu para o Hertha de Berlim, jogou ontem frente ao Benfica. Mais uma exibição segura de um jogador que aos poucos se está a impôr numa equipa que segue 4º. lugar na Bundesliga (4 jogos a titular nas 8 jornadas realizadas). Quando estava na Académica era constantemente criticado por ser pouco dotado técnicamente, por ser inconsistente, por isto e por aquilo. Chega a um campeonato como o alemão e é o que se vê! Realmente é muito difícil conseguir vingar na Académica!
Pelo menos este veio do Brasil e ainda rendeu algum dinheiro à AAC/OAF. Há outros que se dizem da Académica desde pequeninos e que "lhe espetaram a faca nas costas"! Mas esse já está no percurso descendente da carreira, apesar da juventude...

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

E O PRÓXIMO É O ESTRELA.

Decorreu hoje o sorteio da 4ª eliminatória da Taça de Portugal, 16 avos de final.
À Académica saiu em "sorte" o Estrela da Amadora, em jogo a realizar no Estádio Cidade de Coimbra dia 9 de Novembro.

Nota para os vários confrontos entre equipas da primeira liga, Académica-Estrela, Sporting-Porto, Naval-Belenenses e Nacional–Braga, que fará com que sejam eliminadas mais 3 equipas da primeira liga, a juntar às 2 já eliminadas e ao Estrela, como todos esperamos.

E a final vai ficando cada vez mais perto... FORÇA BRIOSA!!

TODOS À TROFA!

"Associação Ultra Mancha Negra Boys está a organizar uma viagem de apoio à Académica, no jogo desta sexta-feira, na Trofa, frente ao Trofense.

Todos os interessados em viajar com a Mancha Negra, poderão fazê-lo mediante o pagamento de 12,5 euros (viagem e bilhete). A saída está prevista para as 17:15, junto ao Pavilhão Eng.º Jorge Anjinho.

As inscrições poderão ser feitas na sede da claque, até quinta-feira, entre as 15h e 19h.
Mais informações poderão ser obtidas através dos números 967 610 925 e 936 000 633.

A Direcção da Académica aproveita para lançar um apelo a todos os sócios e simpatizantes para que estejam presentes em elevado número no estádio do Trofense, para que desta forma a equipa sinta o apoio necessário com vista à obtenção da vitória. Todos juntos seremos ainda mais fortes".

in site oficial

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

QUE VENHA O PRÓXIMO!

A Briosa qualificou-se ontem para a 4ª. eliminatória da Taça de Portugal, ao vencer em Torres Vedras a equipa local por duas bolas a zero. O marcador dos golos foi o panamiano Garcés, recebendo assistências de Pedrinho e Sougou. Alinharam pala AAC os seguintes atletas: Pedro Roma; Pedrinho, Luiz Nunes, Orlando (Edson) e Cléber; Pavlovic, Nuno Piloto, Tiero e Carlos Aguiar (Cris); Éder (Sougou) e Garcés.

Os golos:


Segue-se os 16 avos de final. Vamos ver se por uma vez ficamos isentos.
A final realiza-se a 31 de Maio no Estádio do Jamor.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

PRÓXIMOS JOGOS

3 deslocações muito importantes se avizinham. Por serem importantes, e por serem contra equipas acessíveis, estes 3 jogos terão que resultar em 3 vitórias. Aqui fica a agenda:

Domingo, 19 de Outubro, às 15H (Taça de Portugal)
Torrense Vs Académica
- Torrense está em 5º lugar da II Divisão, série D, com 2 vitórias, 3 empates e 1 derrota. Tem 11 golos marcados e 7 sofridos.
- Apenas a vitória serve, em caso de empate haverá lugar a prolongamento e no fim deste, se ainda se mantiver o empate, marcação de grandes penalidades.

Sexta-Feira, 24 de Outubro, às 20H30 (Campeonato) *SportTv1*
Trofense Vs Académica
- Trofense está em último lugar da Primeira Liga, com 5 derrotas. Tem 4 golos marcados e 12 sofridos.

Quarta-Feira, 29 de Outubro, às 16H (Taça da Liga)
Gondomar Vs Académica
- Gondomar está em último lugar da Liga de Honra, com 1 empate e 4 derrotas. Tem 1 golo marcado e 7 sofridos.
- Apenas a vitória serve, uma vez que apesar da má classificação o Gondomar venceu o seu jogo em Freamunde por 0-1.

Note-se que a Académica perdeu os 2 jogos realizados fora até ao momento. Temos que inverter esta tendência, e tem que ser já! Não há lugar para erros, somos mais fortes, temos de ganhar!
Queremos o topo da tabela e queremos uma Taça!..
FORÇA BRIOSA!!

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

IMPEDIDOS DE SOMAR MAIS 3 PONTOS

AAC 1 - Nacional 1

A Académica não conseguiu ontem levar de vencida uma medíocre equipa do Nacional da Madeira que não justificou minimamente a posição que ocupa na liga. Domingos escalou um onze que nunca se encontrou durante o 1º. tempo o que, em parte, custou à Briosa a possibilidade de vencer a partida, frente a um adversário fraco e que apostou no anti-jogo e na ajuda da equipa de arbitragem para sair de Coimbra com um resultado positivo.
Pela Briosa actuaram os seguintes jogadores: Peskovic; Pedrinho, Berger, Orlando e Pedro Costa; Nuno Piloto, Diogo Gomes, Tiero e Miguel Pedro; Lito e Sougou. Jogaram ainda: Pavlovic, Garcés e Carlos Aguiar.

Como referido atrás, a Briosa "ofereceu" a 1ª parte e um golo aos insulares. Com um futebol sem ligação e com os jogadores incrivelmente desconcentrados (parecia a Académica de Manuel Machado), raramente se conseguia ver uma jogada com princípio, meio e fim. Esta exibição deplorável foi "coroada" com Piloto a oferecer o golo aos madeirenses. Penso que ontem ficou bem vincado que, ao contrário do que muitos têm afirmado, Piloto não rende a trinco. O médio subiu muitíssimo de produção quando Domingos fez as alterações ao intervalo e o colocou a interior esquerdo.

Para a segunda parte, Domingos tira os desinspirados Diogo Gomes e Sougou, colocando no seu lugar, Garcés e Pavlovic. A Académica passa a ter uma verdadeira referência na frente e consegue finalmente arranjar a "âncora" que precisava na zona central do meio-campo, com Pavlovic. As melhoras, quer no futebol praticado, quer na intensidade do jogo, começam logo a sentir-se. Melhoras essas que se revelam excepcionais quando Domingos resolve finalmente colocar Carlos Aguiar no lugar de Miguel Pedro (que exibição horrível!!!). Carlos Aguiar, apesar de ter entrado tão tarde, revela-se como o melhor da Briosa no jogo de ontem. O futebol passa a ser ainda mais rápido e mais objectivo. A Briosa chega ao empate por intermédio de Nuno Piloto a finalizar de cabeça um excelente centro de Lito, da direita. A Académica teve ainda mais uma excelente oportunidade quando Tiero arranca "uma bomba" que vai embater no poste direito da baliza do Nacional.

A verdade é que o golo de Piloto teria sido o da vitória se não fosse mais uma arbitragem vergonhosa que invalidou um golo limpo a Garcés quando este se isolou frente a Bracalli. O camelo do auxiliar assinalou fora de jogo quando o último defesa dos madeirenses estava uns bons 2 metros atrás do panamiano. Toda a gente viu e o auxiliar também... Um pouco antes, Garcés foi nitidamente puxado por um defesa dentro da área adversária com o árbitro muito perto do lance a deixar seguir. Enfim, mais do mesmo...

Aqui fica o resumo do jogo, para aqueles que também não são capazes de aturar 2horas de palha sobre os 3 estarolas para ver um resumo de 1 min da Académica:

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

DERROTA IMPEDE 1º LUGAR

Marítimo 2 - AAC 0

A Briosa desperdiçou ontem a oportunidade de se colar aos primeiros classificados da Liga, ao perder nos Barreiros, frente ao Marítimo, por duas bolas a zero. Domingos escolheu os seguintes jogadores: Peskovic, Pedro Costa, Luiz Nunes, Orlando e Cléber; Pavlovic, Nuno Piloto, Tiero e Cris; Sougou e Garcés. Jogaram ainda Diogo Gomes, Miguel Pedro e Lito. Destacam-se as boas exibições de Peskovic e Sougou, sendo o senegalês o melhor da Briosa.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

NOVO PROTOCOLO ENTRE MANCHA NEGRA E AAC/OAF

Finalmente chegou-se a um acordo entre as partes e foi aprovado em Assembleia Geral da Mancha Negra o novo protocolo que irá ser assinado brevemente pelas direcções das duas instituições. Entre outras matérias, o valor do bilhete de época para os elementos da claque foi fixado em 10 Euros, o que é 4 vezes mais que o valor anterior e 5 vezes menos que o valor mínimo normal.

Boas notícias nas vésperas de uma Assembleia Geral de sócios da AAC/OAF (hoje às 21h) em que um dos pontos da ordem dos trabalhos é a proposta relativa à recuperação de associados. Só é possível haver mais sócios e maiores assistências no Cidade de Coimbra se todos os académicos estiverem em sintonia.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

TAÇA DA LIGA

Freamunde 0 - Gondomar 1

O Gondomar venceu ontem à noite o Freamunde por 1 bola a 0, ficando na liderança da do Grupo F da 2ª fase da Taça da Liga. O Freamunde está assim automaticamente eliminado. Aqui está a classificação actual:

GONDOMAR - 3
ACADÉMICA - 1
FREAMUNDE - 1


Visto que apenas o 1º classificado é apurado, a Académica terá assim de ir vencer o Gondomar na última jornada a realizar no dia 29 de Outubro de forma agarantir a passagem à 3ª fase da competição.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

TAÇA DE PORTUGAL

Torrense vs Académica

A Briosa vai deslocar-se a Torres Vedras para defrontar o Torrense na 3ª eliminatória da Taça de Portugal, primeira em que participam equipas da Super-Liga a realizar em 19 de Outubro.

- Sorteio Completo -

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

FINALMENTE!

Académica 1 - V.Setúbal 0

Finalmente um penalty claro assinalado a favor da Académica, um arranque de época prometedor, um domínio claro em casa com duas vitórias em dois jogos e finalmente estamos no lugar da tabela a que pertencemos.

Alinharam pela Académica: Peskovic, P.Costa, L.Nunes, Orlando, Cléber, Pavlovic (D.Gomes,62m), N.Piloto, Cris, Tiero, Lito (M.Pedro,74m) e Garcês (Sougou 45m).

Num jogo fraco de futebol, o Setúbal, tal como havia acontecido com o Rio Ave, não conseguiu criar perigo, e a para a Académica bastou 1 golo (Cléber 79m g.p.) para conquistar os 3 pontos. Nota para as boas exibições do habitual N.Piloto, de Cléber que continua a mostrar bons dotes (agora também dotes acrobáticos) e de Orlando, que com alguns cortes providênciais sagrou-se para mim o melhor em campo. Também Diogo Gomes entrou muito bem no jogo conseguindo ganhar o penalty, na sequência de uma desmarcação mágica de M.Pedro. E assim já vamos em segundo.

Resumo do jogo:


Fica o comentário de Domingos Paciência:
«O jogo foi aquilo que eu esperava e tinha programado. Aconteceu na perfeição aquilo que previa. O V. Setúbal sabia que o nosso ponto forte são as transições ofensivas e, por isso, apostámos numa primeira parte mais lenta, com dois jogadores fixos, o Garcés e o Lito para, depois, na segunda parte, colocar jogadores mais rápidos, tentar tirar o Vitória lá de trás, e fazê-los sofrer com a nossa estratégia. É verdade que o nosso adversário teve situações para marcar mas nós fomos mais felizes e acabámos por marcar num lance que não oferece dúvidas. Já são seis pontos? Se calhar contava ter nove [risos]. O Campeonato não acaba aqui. Há que continuar o trabalho, sabendo que o vem ai o Marítimo. Vamos desfrutar e atacar o próximo jogo com mais optimismo»

Nota negativa para a fraca assistência, 2700 pessoas. Ainda assim conseguiu-se sentir o apoio dos adeptos nos momentos importantes, não obstante a ausência da Mancha Negra. Esperemos que no próximo jogo em casa frente ao Nacional possamos ter mais gente no estádio a acompanhar as boas prestações da equipa, incluindo claro a claque oficial. Porém o apoio tem sempre de vir de todos e de cada um, transmitindo para o relvado o amor pela Briosa e dando mais força para vencer: A-CA-DÉ-MI-CA!!

FORÇA BRIOSA!

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

ASSEMBLEIA GERAL A 26 DE SETEMBRO

O presidente da mesa da Assembleia Geral, Dr. Paulo Mota Pinto, marcou uma Assembleia Geral de Associados para o dia 26 de Setembro. Aqui fica a convocatória.

domingo, 31 de agosto de 2008

À 2ª FOI GARCÊS

AAC 1 - Rio Ave 0

Nesta tarde quente de fim de Agosto, perante 3200 adeptos, a Briosa conquistou os seus primeiros 3 pontos.
Alinharam pela Académica: Peskovic; Pedrinho, L.Nunes, Orlando, Edson; N.Piloto, Cléber (Cris, 45m) , Tiero e Lito; Garcés (M.Pedro, 69m) e Sougou (Pavlovic, 61m).

Do jogo há a relatar o golaço do tão desejado Garcés, que encheu o pé na meia-lua e encaixou a bola na gaveta quando eram decorridos 22m, fazendo o golo que acabaria por ditar o resultado final. De resto a Académica controlou sempre a partida, com excepção para um par de ocasiões do Rio Ave na 2ª parte em que tentaram procurar o empate, tendo mostrado porém serem uma equipa muito fraca.
Relativamente à Académica, no geral foi uma exibição q.b. tanto dos jogadores como da equipa em conjunto. Porém ainda assim nota mais para Lito e N.Piloto (o melhor em campo).

Iniciámos assim a nossa escalada pontual que esperemos finalmente esta época nos leve a mais altos voos. O Campeonato continua daqui a 3 semanas, novamente em casa, frente ao V.Setúbal.

Ficam as palavras do técnico Domingos Paciência:
«Os jogadores encaram o encontro com grande concentração e uma atitude forte. Quando assim é, fica-se mais perto de ganhar. Assim foi. Foi um jogo equilibrado, em que o Rio Ave dispôs de uma oportunidade e a Académica de três. O resultado é bom e estamos contentes. As estreias de Edson e Garcés? Não estiveram mal, assim como toda a equipa. Os jogadores foram honestos e tiveram espírito de sacrifício. Não foi um jogo bonito, mas de entrega.»

Resumo:

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

CHAMPIONS LEAGUE

Parabéns ao FC Basileia pela Vitória sobre o "vitória" de guimarães, e respectiva entrada na Liga dos Campeões, deixando pelo caminho esses energúmenos!De agora em diante, boa sorte para os restantes clubes portugueses em prova.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

COMEÇAR COM O PÉ ESQUERDO

Estrela 1 - AAC 0

A Briosa começou da pior forma a liga 2008/2009 ao perder por uma bola a zero com o Estrela da Amadora. Pior que o resultado (que é bastante negativo se tivermos em conta que o jogo era com um adversário directo e que o calendário aconselha a que se amealhem pontos já no início), foi a exibição, verdadeiramente miserável.
Domingos Paciência manteve-se fiel ao 4x4x2 e escolheu a seguinte equipa: Peskovic; Pedrinho, Luiz Nunes, Orlando e Cléber; Pavlovic (Éder), Cris (Miguel Pedro), Nuno Piloto e Tiero; Sougou (Madej) e Lito.
Lito assumiu-se com o melhor da Briosa. De realçar que, para manter a tradição, a Académica foi prejudicada pela arbitragem, ao não ser assinalada uma mão na área do Estrela da Amadora.

Aqui ficam as declarações de Domingos: "Começa mal, com uma derrota. Não era para isto que vínhamos para aqui. Mais triste estou porque sinto que foi jogo pouco conseguido. Foi o pior jogo que tivemos desde que estou na Académica, sobretudo na segunda parte. Foi um jogo muito mau. Na primeira parte, o jogo foi feio de parte a parte, na segunda ainda fizemos pior. Está a faltar fazer aquilo que tão bem fizemos até hoje, com a equipa a jogar e criar situações. Temos de ter mais soluções e, quando se olha para o banco e vê-se jogadores que vinham do Tourizense, que joga na II Divisão, assim é complicado para um treinador. Estou à espera que as coisas aconteçam, também houve jogadores indisponíveis, como Edson e Garcés."

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

EMPATE INJUSTO

AAC 1 - Freamunde 1

A Académica empatou ontem a uma bola com o Fremunde, em jogo a contar para a 1ª. jornada da fase de grupos da Carlsberg Cup. Domingos Paciência escalou um onze que, em muitas posições, não será o mais utilizado durante a temporada. Quanto ao esquema táctico, o técnico da Briosa mantém-se fiel ao 4x4x2. O primeiro onze para jogos oficiais da época 2008/2009 foi o seguinte: Pedro Roma; Pedrinho, Luiz Nunes, Orlando e Cléber; Pavlovic (Licá), Tiero, Cris (Carlos Aguiar) e Miguel Pedro (Éder); Sougou e Lito.

A Académica dominou toda a partida, como lhe competia. Houve alguns momentos de bom futebol com a bola a circular relativamente bem no meio campo e a procurarem-se as alas, com Sougou em grande plano. Os principais problemas foram os inúmeros cruzamentos sem conta, os vários cantos marcados sempre da mesma maneira, e sem resultados práticos; e o último passe, que ainda não está a entrar no tempo certo e com decisões correctas. O Freamunde veio fazer o que se esperava: jogar no erro do adversário, esperar atrás e tentar contra-ataques. Conseguiu o golo mesmo no final do jogo num contra-ataque em que o fora de jogo da defesa da Briosa não funcionou. Na resposta, e quando já se dava o "tudo por tudo", Sougou consegue o empate num lance muito confuso na área adversária. De realçar a excelente exibição de Pavlovic, o melhor em campo.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

ACADÉMICA 1 - ESPANYOL 1

A Académica, 12º classificado da liga portuguesa, empatou a 1 bola frente ao Espanyol, 12º classificado da liga espanhola e finalista da Taça UEFA em 2006/07. O golo da Briosa foi apontado por Sougou aos 5m. Boa exibição da equipa inicial, pior na 2ª parte.Jogadores utilizados: Peskovic (Pedro Roma, 46m); Pedrinho (André Fontes, 78m), Orlando (Berger, 70m), Luíz Nunes (Gonçalo, 70m) e Edson; Pavlovic (Carlos Aguiar, 46m), Nuno Piloto, Cléber (Cris, 46m) e Tiero (Madej, 63 m); Lito (Miguel Pedro, 63m) e Sougou (Éder, 70m).

Palavras de Domingos: «Fiquei satisfeito. Tivemos momentos bons. Mas é difícil jogar contra um adversário destes. Foi um jogo com um grau de dificuldade elevado. Defensivamente estivemos bem e acho que conseguimos fazer com que o Espanhol não tivesse grandes situações de golo. A defender já estamos confiantes.»


- Nota - repare-se na informação vergonhosa dada por um jornalista do site Maisfutebol (link): "registe-se a ascensão exibicional de Luis García (ver peça à parte), o homem que TODOS queriam ver em acção." -Desculpem?? ? Estavam quase 2 mil pessoas no estádio para ver o quê?? ?? ?
Mas um pouco por todas as notícias se vê a miséria em que se tornou a comunicação social portuguesa. Um belo exemplo encontra-se no JOGO (link) em que é descrito o jogo efectuado pelo JOGADOR do 12º classificado em Espanha ao inves da EQUIPA 12ª classificada em Portugal.
...cómico...

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

APRESENTAÇÃO

Decorre hoje às 21:00 a apresentação da Académica aos sócios, em jogo frente ao Espanyol de Barcelona.
Os bilhetes custam 5€ para sócios e 10€ para os restantes. Para os sócios com bilhete de época, a entrada é grátis.

Devido à lastimosa informação prestada pelo site da Académica, o nosso blogue apresenta aqui os preços dos bilhetes de época para quem não tem e deseje adquirir ainda hoje. Mais se informa que a loja da Briosa no Estádio muda hoje o seu horário, e em vez de se encontrar aberta entre as 10 e 18H estará ao seu dispor até ao intervalo do jogo.

terça-feira, 5 de agosto de 2008

PRIMEIRO TROFÉU DA ÉPOCA

A AAC/OAF irá receber a taça correspondente ao 1º. lugar do torneio Legea, que disputou com as equipas do Beira-Mar, Nacional e U. Leiria. Depois do último jogo do torneio, frente ao Nacional (empate a zero), os organizadores da prova tiveram algumas dúvidas sobre quem deviam declarar vencedor em virtude da estranha opção de se pontuarem os vencedores dos pontapés da marca de grande penalidade efectuados no final de cada partida (mas esses penalties não deviam ser considerados apenas no caso de empate na classificação?). Por fim, decidiram declarar vencedora a equipa que fez mais pontos no decorrer das partidas (uma vitória e dois empates). A entrega do troféu será realizada antes da partida com o Espanhol de Barcelona que se realizará na próxima 5ª. feira no Cidade de Coimbra. É também de saudar o facto de o jogador revelação deste torneio ter sido o jovem avançado Éder.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

FOFANA EMPRESTADO

O site oficial da AAC/OAf informa que o costa-marfinense Fofana vai ser emprestado durante a próxima época aos açoreanos do Santa Clara, tendo seguido já para o estágio da sua nova equipa.

Penso que é a atitude mais correcta para com um jogador que esteve toda a época passada praticamente sem competir e que iria pelo mesmo caminho agora. Só a jogar é que se poderá ver se ele tem ou não estofo para se conseguir impor na mais alta categoria do futebol português.

ESTÁ EXPLICADO!

O empresário de Cristiano veio a terreiro criticar de forma clara o jogador que representa. Segundo Paulo Mendes: "estou muito desiludido com o meu jogador pois sempre me relacionei bem com a Académica e fui tratado com cordialidade.A Académica merecia mais respeito".

Parece estar explicado o que aconteceu. Cristiano é mais um que vai acabar a carreira cedo e que nunca conseguirá afirmar-se no futebol. É pena! Vamos ver onde vai arranjar colocação na próxima época...

sexta-feira, 18 de julho de 2008

RESPOSTA DA AAC/OAF

Em resposta às acusações proferidas contra a direcção da AAC/OAF pelo atleta Cristiano, o director-desportivo da Instituição diz no site oficial:

"Foi-lhe apresentada uma proposta para fazer contrato de profissional com a Académica, que não foi aceite pelo seu empresário. O Cristiano, na sua proposta, iria auferir um salário mais elevado do que qualquer dos jovens da Académica, alguns com 2 e 3 anos de sénior, e à beira da afirmação na equipa principal. Isso não era admissível. Depois das declarações que fez, o melhor é o Cristiano não ficar na Académica. Ele tem de mudar a conduta se quiser vingar no futebol profissional".

quinta-feira, 17 de julho de 2008

MAIS UM...

Parece que há mais um jovem, produto da formação da AAC/OAF, que está de saída, depois de terem dado para o torto as negociações para a assinatura de contrato. Não tenho nenhum comentário a fazer. Apenas chamo a atenção para o post intitulado: "AMADORISMO, INABILIDADE E SOBREVIVÊNCIA"...

quarta-feira, 16 de julho de 2008

ONDE ESTÁ O PONTA DE LANÇA?

O estágio de Celorico da Beira já vai no seu 3º dia. A Briosa está a trabalhar há mais de uma semana e ainda não há sinais evidentes de jogadores para reforçar a posição mais carenciada do plantel: a de ponta de lança. Partindo do princípio que Eder ficará no grupo (facto que não é, de maneira nenhuma, uma certeza) tem de ser adquirido, no mínimo, mais um avançado centro. Eu digo, no mínimo, mas só ficaríamos com Eder, Vouho (não me parece que possa ser emprestado nestas circunstâncias) e o eventual avançado a adquirir, o que poderá não ser sufuciente, tendo em conta que os dois atletas referidos são jovens com pouca experiência. É claro que se podem considerar como avançados Lito e Sougou, até porque Domingos jogou muitas vezes na temporada passada com dois avançados móveis na frente mas, mesmo assim, isso não invalida que a aquisição de mais um ponta de lança seja absolutamente vital!

Continuamos à espera de um jogador experiente e de qualidades comprovadas!

segunda-feira, 14 de julho de 2008

AMADORISMO, INABILIDADE E SOBREVIVÊNCIA

O recente volte-face no que parecia ser o mais que certo empréstimo à AAC/OAF do jogador do Porto, Hélder Barbosa, parece ser mais um exemplo das dificuldades que a direcção da AAC/OAF tem sentido (desde há muito tempo) no capítulo negocial com jogadores. Sem ser preciso pensar muito, vêm-me à cabeça nomes como José Castro, Dame, Rui Miguel, Fábio Felício, Tozé Marreco, etc. É certo que, muitas vezes, os atletas partem para as negociações de má fé, quase sempre aconselhados por empresários a quem só interessa o dinheiro que eventuais transferências lhes proporcionem, mas não pode ser menos verdade que a direcção da AAC/OAF tem de estar preparada para isso e deve agir com rapidez, sigilo e, essencialmente, antecipando os eventuais problemas que o processo negocial possa gerar. Quanto a mim, estas questões poderiam ser ultrapassadas com a figura de um verdadeiro Director-Desportivo, possivelmente um quadro contratado e que se dedicasse a tempo inteiro aos assuntos do futebol. É que, para se ter sucesso no futebol profissional, não se pode estar dependente do amadorismo e da carolice!Por outro lado, é sabido que para uma Instituição como a AAC/OAF possa sobreviver num patamar elevado do futebol profissional, tem de apostar numa formação eficiente, com qualidade e quantidade para "alimentar" a equipa principal e que, posteriormente, possa gerar mais-valias económicas com a alienação dos direitos desportivos dos atletas oriundos das camadas jovens. Para que isto aconteça, tem de haver uma interligação total entre o futebol profissional e a formação, que poderia ser conseguida através da figura do Director Desportivo que referi atrás. Aliado à aposta na formação, a prospecção de jovens valores em Portugal e no estrangeiro também é um aspecto fundamental para o sucesso da AAC/OAF, funções que essa pessoa também poderia acumular.

Eu bem sei que as dificuldades de tesouraria da AAC/OAF são grandes, mas penso que incluir nos seus quadros uma pessoa que perceba efectivamente de futebol, que possa encabeçar negociações para renovar contratos e efectuar novas contratações; que faça a "ponte" entre o futebol profissional e o de formação; e que aplique uma verdadeira política de prospecção, efectiva e coerente; seria um investimento cujos frutos se poderiam colher no médio-longo prazo.

domingo, 13 de julho de 2008

OS COMENTÁRIOS DOS "DOUTORES"

Tal como previsto quando escrevi o post intitulado: " A MESQUINHEZ DOS "DOUTORES"", a escória académica visada no referido texto, veio mostrar à saciedade de que massa é feita. Os comentários foram-se sucedendo, primeiro "ataca" um, depois outro, mas sempre no mesmo tom de superioridade, típico dos nobres falidos que pensam que são superiores apenas e só porque têm um título quando, na verdade, não valem um chavo e nunca fizeram nada de produtivo; rufião e patético.

Deixo aqui dois bons exemplos de comentários de um dos "académicos puros":

"ó D66, sabes lá o que é ser da Académica,tu pensas que és da académica,mas não és de um clube que no teu imaginário querias que existisse, e existe,faste homem e vai ajudar a que ele seja de novo grande em Coimbra,chama-se União de Coimbra e precisa de gente como tu da ralé,do povo analfabeto e incapaz,que pensa que pode pertencer á elite por causa de ter dinheiro para pagar quotas e bilhete de época , a académica é da gente que trás do berço educação e formação.este blogger Pedro santos e gajos como tu são produto de uma democracia falhada.
Por muito que tentem a vossa família é familia das feiras do vale das flores e do ingote.Ide ter com os vossos,ah arrotar não é para qualquer um, o vosso arroto é de gente que pede á porta das igrejas!
"E tu és um cabrão de merda,feito de um cruzamento de uma tricana com um doutor,que deu no aborto que és hoje!
Por uma raça ariana na Briosa,rua com a ralé!

sábado, 12 de julho de 2008

FOI ENCOMENDADO PELO PINTO DA COSTA!

Segundo o site "Mais Futebol", um estudo efectuado concluiu que os árbitros tendem a favorecer quem equipa de vermelho. Isto é um escândalo! Cá para mim foi o Pinto da Costa que encomendou o estudo, ou então, corrompeu os cientistas!

Ainda segundo o mesmo site: "A conclusão é dura e ameaça ser polémica: os árbitros têm tendência a favorecer atletas que equipem de vermelho. Seja em que desporto for. Quarenta e dois árbitros assistiram a vídeos de combates de taekwondo e atribuíram no final pontos aos lutadores. Apesar do desempenho ser muito semelhante, os juízes favoreceram em larga maioria o atleta de vermelho, em prejuízo do que equipava de azul. Depois, os responsáveis pelo trabalho trocaram a cor das roupas aos lutadores (através de um truque de informática) e 13% dos árbitros mudou a sua intenção de voto em favor do lutador que vestira de azul na fita original. Isto, recordamos, apesar do vídeo ser exactamente o mesmo e só as roupagens terem sido manipuladas. Este estudo vem de encontro à pesquisa efectuada pelo biólogo Russell Hill, que havia sugerido esta mesma conclusão: os atletas que envergam uniformes vermelhos costumam ter desempenhos superiores, principalmente em desportos individuais, como o taekwondo ou a luta greco-romana."

Agora um pouquinho mais a sério: não sei se é só por causa dela, mas a verdade é que se há uma cor de que os gajos do apito não gostam nada, é do preto!

NÃO IA PARA O SETÚBAL?!?!?

Contrariando muitos pseudo-académicos e jornaleiros da nossa praça, foi confirmado no site oficial da AAC/OAF que o defesa central (que também pode fazer a posição de lateral esquerdo) Edson já veste a camisola preta da Briosa. Edson foi emprestado pelo Porto para a época que está agora a arrancar.

Como é normal nesta Associação empestada de canalhas, os que exigiam que a direcção cumprisse a promessa eleitoral de acabar com os jogadores emprestados, insurgiram-se com o facto de Hélder Barbosa não ter vindo para a Académica. Agora, dizem cobras e lagartos por ter vindo um jogador emprestado pelo Porto. Afinal, deve ser este o pagamento...

sexta-feira, 11 de julho de 2008

ELVIS MACEDO NA ACADÉMICA

Segundo o site "Mais Futebol" e algumas publicações on-line de Cabo Verde, Elvis Macedo, mais conhecido por Babanco, terá tudo acertado com a AAC/OAF para rubricar um contrato com a duração de 2 anos. Babanco é um jovem médio ofensivo que tem sido chamado à principal selecção das ilhas de Cabo Verde, nomeadamente nos jogos de qualificação para o mundial de 2010, que decorreram no mês de Junho passado, tendo inclusivamente marcado um golo à Tanzânia, em partida disputada na cidade da Praia. Babanco era jogador do Sporting da Praia e tinha tudo acertado com o Boavista, da mesma cidade, para aí continuar a sua carreira, mas a Académica apareceu e negociou a compra do seu passe com este clube. Babanco é considerado por muitos o melhor jogador cabo-verdiano a actuar na sua terra natal. A confirmar-se esta notícia, só espero que seja muito feliz em Coimbra e na Académica, e que nos dê muitas alegrias.

NO TROFENSE?!?!?

Segundo o site " Mais Futebol", Hélder Barbosa vai ser emprestado ao Trofense, clube que ascendeu esta época ao escalão máximo do futebol nacional. Esta é uma notícia que me apanhou totalmente de surpresa. Estava convencido que o Hélder era um dos que estava mais do que garantido. Agora temos de perceber porque não veio. A verdade é que (penso que) Domingos nunca disse que o jogador interessava, mas a comunicação social sempre o deu como conotado com a Briosa... Será que a contratação do polaco Madej, fez "arrefecer" o interesse em Barbosa? Ou será que, mais uma vez, a AAC/OAF falha num aspecto tão essencial como é a capacidade negocial com os outros clubes e com os jogadores? Certamente vão haver muitos desenvolvimentos nas próximas horas. A ver vamos...

Só mais uma coisa: será que era a isto que se referiam alguns quando falaram do "pagamento" do Porto pelo que se passou na Assembleia Geral da Liga???? Coitados, não acertam uma...