ACADÉMICA DE COIMBRA - MUITO MAIORES DO QUE 'GRANDES'!   100% ACADÉMICA 100% ACADÉMICA SEMPRE A TAÇA 2012 É NOSSA!!!! APOIA A TUA EQUIPA LOCAL ACADÉMICA DE COIMBRA SEMPRE! BRIOOOOSAAAAAAAAA VENCEDORES DA TAÇA DE PORTUGAL 2012! 100% ACADÉMICA SEMPRE 100% ACADÉMICA

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

EM 2012...

Em 2012, dizem que o Mundo vai acabar...

Quem sabe, a equipa que conquistou a 1ª Taça de Portugal irá também vencer a última...

ATÉ O MUNDO PODE ACABAR,
DESDE QUE SEJA A BRIOSA A GANHAR!

FELIZ 2012!!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

MEIA-FINAL: ACADÉMICA vs OLIVEIRENSE

Aí está!

(1ª Mão - 12 de Janeiro às 20:15)
Académica vs Oliveirense
(Actualização: preço dos bilhetes - 5 €uros (link))

(2ª Mão - 7 de Fevereiro às 20:15 em Santa Maria da Feira)
Oliverense vs Académica



Recorde-se que, tal como nas competições europeias, em caso de empate no conjunto das duas mãos, os golos fora contam a dobrar. Se se mantiver o empate no fim do jogo da 2ª mão haverá lugar a prolongamento, onde os golos fora deixam de contar a dobrar. Se, ao fim deste prolongamento, o empate subsistir, apurarse-á o vencedor através da marcação de pontapés da marca de grande penalidade.


A Oliveirense encontra-se em 9º lugar na Liga Orangina com 4 vitórias, 4 empates e 4 derrotas, 17 golos marcados e 16 sofridos. Até alcançar as Meias-Finais da Taça de Portugal, deixou pelo caminho Ac.Viseu, Sp. Pombal, Tondela, Mirandela e Olhanense.

Sediado em Oliveira de Azeméis, o Estádio Carlos Osório, com capacidade para 2.000 espectadores e sem iluminação com capacidade para transmissões televisivas, não será certamente o palco da 2ª mão. Se se repetir o mesmo da última eliminatória, a Académica poderá conquistar definitivamente a passagem para a tão ambicionada final no estádio do Feirense, Estádio Marcolino de Castro, com capacidade para 6.000 espectadores. Talvez muito pouco para os inúmeros adeptos da Briosa que estão cada vez mais ansiosos por finalmente atingir o seu sonho de uma vida de ver a equipa de negro numa Final.

FOOOORRÇAAAA BRIIOOOOOSAAAAAA!!!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

DA BRIOSA EU SOU! ÉS O MEU AMOR! AO JAMOR EU VOU!!

Pela primeira vez na história a Académica de Coimbra alcançou a presença nas Meias-Finais da Taça de Portugal em duas épocas consecutivas!

Contando com as Meias-Finais da Taça da Liga há 2 épocas, este é o 3º ano consecutivo presente nas Meias-Finais de uma Taça...
...à 3ª tem de ser de vez!!!



Perante cerca de 3000 espectadores, a Académica derrotou o Desportivo das Aves por 3-2, com golos de Ederzito, Berger e Abdoulaye. O resultado acabou por ser o mesmo dos quartos-de-final da época passada frente ao V.Setúbal, onde também um golo perto do fim quase que assustou. Mas as meias-finais já cá cantam... esperemos todos que desta vez com um desfecho diferente.

DA BRIOSA EU SOU! ÉS O MEU AMOR! AO JAMOR EU VOU!!

As palavras de Pedro Emanuel e o resumo do jogo:
«Foi um passo extremamente importante (rumo ao Jamor), mas com grau de dificuldade elevado. Sabíamos de antemão que o Aves viria disputar este jogo dos quartos de final, porque desejaria tanto como nós passar às meias finais. Tivemos história até final do jogo, mas felizmente a Académica levou a melhor. Há que dar também os parabéns ao Aves que veio aqui com uma estratégia bem montada, sabendo e conhecimento também perfeitamente aquilo que eram as capacidades e as nossas qualidades, naquilo que poderiam explorar, e dificultou-nos a vida", disse depois. Agora é continuar a alimentar o sonho de que é possível chegar à final, a uma festa bonita e, que, por isso mesmo, acreditar que de facto vamos conseguir e esperar pelo próximo adversário.»




Após ter eliminado Oriental, Fc do Porto, Leixões e Aves, dia 28 irá decorrer o sorteio para definir o último obstáculo antes do Jamor. Mais dois jogos históricos na calha, a realizar a 11 de Janeiro (1ª Mão) e 8 de Fevereiro (2ª Mão).
Além de Coimbra mais uma vez... Lisboa, Moreira de Cónegos, Algarve, Oliveira de Azeméis, ou Madeira... Onde será a próxima paragem?
O DESTINO...tem de ser o JAMOR!
FORÇA BRIOSA!!

domingo, 18 de dezembro de 2011

ACADÉMICA DE COIMBRA PERDE 2 PONTOS

Antes de mais, ficou mais uma vez demonstrado que os bilhetes para as bancadas centrais para jogos contra as equipas Estarolas deviam sempre ter o preço máximo de 60€. Se os próprios estarolas limitam a venda de bilhetes para a equipa visitante a 5% da lotação do estádio, porque raio há-de um sócio da Académica de Coimbra que paga as suas quotas e bilhete pontual ou de época ter de partilhar a sua bancada com atrasados mentais que se vestem de cores bimbas e vão apoiar a segunda equipa de Lisboa!?

De qualquer as formas deu gozo mais uma vez ver o rebanho dos que apoiam a equipa "grande" que ganha títulos a cada 20 anos a serem mais uma vez ridicularizados. Mais uma época com capas e capas de jornais lisboetas a fazê-lo de grande, publicidade repetida nos telejornais a pôr na cabeça manipulada dos atrasados mentais que uma equipa que nos últimos 30 anos ganhou tanto quanto o Boavista, este ano é que vai ganhar. Só para rir. Dá tanta piada de rir como ver um jornalista do jornal o Público ir contra o seu código deontológico para tentar transformar uma mera opinião (facciosa) pessoal numa suposta (ridícula) verdade - "O árbitro deu também uma ajuda à Briosa, ao deixar passar em claro, aos 82’, uma grande penalidade". Depois de ver anos após anos a Académica ser roubada contra essa equipa de Lisboa, depois de mesmo neste jogo ver o golo do Zportem a nascer de um lançamento inexistente, um jornalista lisboeta vem dizer tamanho vómito sobre um lance em que Adrien corta a bola dentro da área. Portugal tem demasiada gente completamente atrasada mental.

Quanto ao jogo, fica o resumo e as palavras de Pedro Emanuel.
«Pareceu-me um jogo com uma intensidade brutal. Estão de parabéns as duas equipas pela intensidade que colocaram no jogo. Nós sabíamos que o jogo iria proporcionar-se dessa forma. O zportem gosta de transições, de rapidez nos seus ataques e nós tentámos preparar uma estratégia que surtisse efeito. E de facto surtiu, na primeira vez que tivemos uma oportunidade fizemos golo, passámos para a frente do resultado, e sabíamos que a partir daí os espaços iriam acontecer, as equipas iriam partir-se.
Houve um ascendente do zportem, a Académica numa situação flagrante podia ter feito o 2-0, mas acaba por ser um resultado, dado o desenrolar do próprio jogo, justo mas queria realçar a postura das duas equipas
»




Quarta-Feira às 19:00, todos ao Estádio Cidade de Coimbra apoiar a Briosa contra o Aves para alcançar novamente as Meias-Finais da Taça de Portugal!
O preço dos bilhetes é apenas 5€.

FORÇA BRIOSA!
ACADÉMICA DE COIMBRA, SEMPRE!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

GADO VOLTA À CIDADE

Domingo pelas 19:15 a Académica de Coimbra recebe o Sporting de Lisboa.
Mais conhecido por Zbortem, este é um clube com sede no bairro lisboeta de Alvalade, fundado duas décadas depois da Académica, copiando o seu nome ao Sporting de Gijon, que havia sido criado 1 ano antes. Mas também as suas cores foram copiadas de outro clube, de Glasgow, formado 19 anos antes, e o seu ridículo símbolo de um animal foi também copiado de inúmeras fontes tal como a Peugeot.

Mas quem são os tristes que apoiam um clube completamente parolo, que sempre foi a equipa secundária da cidade de Lisboa!? Um clube que apesar de época após época tentarem denominar de grande, apenas ganha títulos a cada 20 anos!?
Os tristes que se dizem adeptos deste clube, apenas o dizem ser naturalmente porque assim foram manipulados pela repetida publicidade gratuita da imprensa de Lisboa, que através da rede natural se espalha depois pelas tascas do país. (Tascas essas onde precisam de ser de um dos 3 Estarolas para conseguirem entrar nas conversas tão inteligentes que lá decorrem.) E é a mesma publicidade que lava mentes tão frágeis que também consegue reavivá-las mesmo quando elas desistem de apoiar esse clube estarola. Apesar do gado dos pseudo-adeptos passar vários anos com vergonha de dizer que apoiam algum clube, de vez em quando voltam a aparecer. Até voltarem a ter vergonha outra vez...

Esperemos que este Domingo voltem a ter vergonha, tal como tiveram há 1 ano e meio quando a Académica de Coimbra foi a Lisboa derrotar o Zbortem local por 1-2.
Aproveitando a publicidade gratuita na imprensa, os preços dos bilhetes podem ser mais elevados. Pena não serem simplesmente o mais elevado possível para libertar o Estádio Cidade de Coimbra do Gado.
Como diz a velha máxima, antes um lugar vazio que sujo (ou queimado) por um boi.
Em Coimbra, apoia-se apenas a Académica de Coimbra.


Sócios da Académica (com bilhete de época 15 jogos) Grátis
Sócios da Académica - Centrais
17,5 €
Sócios da Mancha Negra - Central 6A
Público - Centrais Inferiores
15 €
35 €
Público - Centrais Superiores40 €
Público - Sul Inferior20 €
Infantil (dos 3 aos 10 anos)10 €

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

ACADÉMICA GANHA NATURALMENTE

Com um árbitro normal que apenas teve que assinalar um penalty evidente, a Académica arrancou 3 pontos em Olhão subindo para o 6º lugar com 16 pontos. Se o mesmo tivesse sucedido na jornada passada onde um árbitro saído do apito dourado roubou 3 penaltys, a Briosa estaria agora com 19 pontos e apenas a 3 pontos da UEFA. Como sempre, a diferença entre os lugares de topo e o meio da tabela passa por alguns jogos roubados.

Na primeira vitória da história em Olhão frente ao sempre difícil Olhanense (basta recordar os jogos das últimas épocas com repetidos penaltys inventados para os Algarvios), é de destacar a excelente exibição da equipa, e em particular o soberbo golo de Adrien. Aqui fica o resumo do jogo (golo no minuto 4:40 do vídeo):


No próximo domingo a Académica recebe o Sporting de Lisboa onde já se adivinha o regresso dos roubos de igreja. Entretanto voltará o cheiro nauseabundo do gado de retardados mentais que apoiam a equipa de Lisboa que ganha um título a cada 30 anos e que pensam que são diferentes por não apoiarem uma das outras 2 manadas.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

NACIONALIDADES...

Mas porque raio é que os jornaleiros aqui do nosso rectângulo à beira mar plantado continuam a afirmar que o Éder é guineense, ou (quando muito) luso-guineense? O rapaz até já foi convocado para a selecção de sub-23 de Portugal!

O que é engraçado é que para outros artistas da bola, o tratamento é bem diferente. Vêja-se o caso do Rolando, por exemplo. Nunca ouvi esses a quem chamam de jornalistas dizer que ele é luso-caboverdiano!

Aposto que se o Éder passar a vestir outra camisola, deixa de ser guineense num ápice!

domingo, 4 de dezembro de 2011

NO CAMINHO DO SONHO

Hoje em Matosinhos a Académica sofreu, mas alcançou uma grande vitória que dá à Briosa a 17ª presença nos Quartos-de-Final da Taça de Portugal, e deixa o clube de Coimbra a 1 passo de repetir a presença nas Meias-Finais de uma Taça pela 3ª época consecutiva.

Após ter estado em vantagem após golo num livre de Adrien (o melhor em campo), a Académica deixou o Leixões dar a volta ao resultado, e quando tudo parecia que podia vir a estar perdido, Fábio Luís saltou do banco para 10 segundos depois ser o herói do jogo fazendo o 2-2 quando estavam decorridos 84 minutos. No prolongamento, Adrien e Fábio Luís voltaram a brilhar, e houve até tempo de Ederzito voltar aos golos no último minuto da partida. 2-5 foi o resultado final.

Eis o resumo:

Agora, dia 21 de Dezembro a Académica tem aquele que é certamente para muitos o jogo mais importante desta época desportiva. Será realizado no Estádio Cidade de Coimbra e terá como adversário o Desportivo das Aves, actual 9º classificado da Liga Orangina com 3 vitórias, 4 empates e 3 derrotas, que perdeu precisamente 1-3 com o Leixões na última jornada. Para atingir os Quartos-de-Final o Desportivo das Aves eliminou o Vendas Novas, o Infesta, O V.Guimarães e o Ribeira Brava.

Os restantes jogos dos Quartos-de-Final de onde poderá sair o possível adversário da Briosa nas Meias-Finais são:
Belenenses/Sp.Lisboa vs Marítimo
Moreirense vs Nacional
UD Oliveirense vs Olhanense

DIA 21 DE DEZEMBRO, TODOS AO ESTÁDIO EM COIMBRA A APOIAR A ACADÉMICA DE COIMBRA!
FORÇA BRIOSA!!!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

DOMINGO TODOS A MATOSINHOS

Podem aproveitar para ir ao IKEA, podem aproveitar para ir ao Outlet de Vila do Conde, podem aproveitar para ir comer uma francesinha, podem aproveitar para ir passear... OU PODEM SIMPLESMENTE IR VER A BRIOSA!

Importante é ir a Matosinhos no Domingo às 19:15 dar todo o apoio à Académica de Coimbra no jogo dos Oitavos de Final da Taça de Portugal.
O preço dos bilhetes é de apenas 5€ e podem ser adquiridos na Loja Oficial da Académica no Estádio Cidade de Coimbra ou na sede da Mancha Negra no Pavilhão.
Na MN é possível também adquirir bilhete com Viagem incluída por 12€ para sócios ou 20€ não-sócios.

Lembre-se que se ultrapassar o Leixões a Académica será apurada para os Quartos-de-Final onde jogará em casa com Aves ou Ribeira Brava. Este jogo de domingo é portanto um salto gigante rumo à 3ª Meia-Final consecutiva. E a primeira destas foi conquistada precisamente há 2 épocas em Matosinhos com um golo de Sougou aqui recordado:

VAMOS VIVER A BRIOSA!

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Académica recusa meio milhão de euros por Sissoko

O Olympique de Marselha terá feito uma proposta concreta à Académica de Coimbra pelo passe do jovem Sissoko. De acordo com o “Journal du Dimanche”, de França, a oferta de 500.000 euros foi recusada pelos dirigentes da Briosa.

O jornal adianta que o jovem costa-marfinense, de 19 anos, e que tem estado em grande destaque na Briosa esta época, já foi observado por diversas vezes pelo Marselha – que não é o único interessado. Sissoko, cujo contrato termina no verão de 2013, estará também na mira de Lille, Real Madrid, Benfica e Sporting de Braga.

Notícia retirada de http://relvado.aeiou.pt/

sábado, 26 de novembro de 2011

Página do Facebook de corrupto condenado

Rui Silva foi condenado por corrupção no âmbito do processo Apito Dourado. Isso não o impediu de regressar à arbitragem. Em entrevista ao Jornal de Notícias referiu até que "espera não vir a ser punido duas vezes por actos semelhantes".
Após assistir ao Académica vs SC.b€IRÃO-mar, parece que não terá cumprido. No entanto, continua a esperar não ser condenado por corrupção em jogos da Primeira Liga.

Uma personagem deste tipo pode dar vontade de se conhecer melhor e tentar-se perceber como consegue viver com ela mesma. Pode apetecer talvez até ser amigo dela, e deixar-lhe umas mensagens para trocar ideias. Hoje em dia isso pode ser feito por um simples clique através do Facebook.


PERGUNTA:

O que fazia o Sr. Luís Godinho, Vice-Presidente da direcção da AAC/OAF, no camarote do estádio da Luz em amena cavaqueira com o presidente do benfica no intervalo de um jogo entre os dois estarolas de Lisboa?

ARBITRAGEM VOLTA A ROUBAR LUGARES CIMEIROS

Um filme repetido todas as épocas. Quando a Académica está perto do topo da tabela logo vem um árbitro encomendado gozar com os raros adeptos que acreditam que é possível apoiar uma equipa que não seja industrial.

HÁ ALGO SURREAL QUE É PRECISO SALIENTAR SOBRE O 'ÁRBITRO' DE HOJE:

*-*-*-
*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
- À 17ª JORNADA DA ÉPOCA 2010/11 EM OLHÃO, RUI SILVA ASSINALA PENALTY CONTRA A ACADÉMICA POR BOLA NA MÃO DE LUIZ NUNES QUE SALTA NA BARREIRA COM OS BRAÇOS JUNTO AO CORPO!
- À 11ª JORNADA DA ÉPOCA 2011/12 EM COIMBRA, RUI SILVA NÃO ASSINALA 2 PENALTYS A FAVOR DA ACADÉMICA POR MÃO NA BOLA DE 2 JOGADORES ADVERSÁRIOS QUE ATACAM A BOLA DE BRAÇOS ABERTOS.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
- PARA A TAÇA DA LIGA DA ÉPOCA 2010/11 EM COIMBRA, O BANDEIRINHA DE RUI SILVA VALIDA O GOLO DO EMPATE DO AROUCA MARCADO EM FORA-DE-JOGO.
- À 11ª JORNADA DA ÉPOCA 2011/12 EM COIMBRA, O BANDEIRINHA DE RUI SILVA INVALIDA O GOLO DO EMPATE DA ACADÉMICA MARCADO EM POSIÇÃO REGULAR.
*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Sobre o jogo de hoje pouco há a contar. A equipa do distrito de Santa Maria da Feira fez um ataque no início do jogo quando a Académica se encontrava reduzida a 10 jogadores por lesão de João Real e marcou o golo na única vez que entrou na área da Briosa. O resto do jogo foram sucessivos ataques da Académica que foram crescendo até atingirem a forma de massacre. Massacre sem resultados, pois na verdade havia uma equipa que estava a jogar com 14.

O resumo que merece ser feito é na verdade sobre o corrupto de Vila Real, Rui Jorge Rodrigues da Silva, Economista de 32 anos que viu certamente dinheiro pela frente. Não haveria tácticas com 11 jogadores que pudessem contornar esse árbitro que foi hoje apelidado no estádio pelos adeptos da Briosa como "Filho da Puta".
AFINAL, ESTE SENHOR ESTEVE SUSPENSO 20 MESES NO ÂMBITO DO PROCESSO APITO DOURADO, E AGORA ESTÁ DE REGRESSO À ARBITRAGEM. UM ÁRBITRO DE 1º ESCALÃO... EM PORTUGAL.

Tudo começou aos 22 minutos da partida, Ederzito é derrubado dentro da área. Não há qualquer dúvida que sofre um contacto do defesa da vila de Aveiro. Rui Silva apita mas hesita... talvez fosse para marcar o penalty claro, mas acaba por mostrar um amarelo completamente absurdo. Um jogador sofre um contacto, cai, e leva amarelo!?

Passados 10 minutos a bola vai ao braço levantado de outro defesa da equipa Iraniana. Num lance contra a Académica seria assinalado penalty e viriam os profissionais dos comentários de futebol dizer que era bem assinaldo porque o braço não estava alinhado com o corpo. A favor da Académica, nunca é penalty, e é assumido como perfeitamente normal. O cúmulo é quando a dualidade de critérios é feita pelo MESMO ÁRBITRO. E é que não há dúvidas que o lance foi visto pelo árbitro (aliás como por todo o estádio)... mas também o árbitro levanta os braços e manda seguir.
Depois, enquanto alguns adeptos nas bancadas avisavam o pesudo-árbitro (que nunca deveria apitar jogos da Primeira Liga) que o mesmo já havia roubado 2 penaltys, este numa atitude nada profissional ri e goza com eles. Ridículo!
O terceiro penalty surgiu após um novo braço não assinalado. Mas apesar do massacre que já ocorria nessa altura, já poucos acreditavam que a Académica pudesse ter algum golo realmente validado.
A prova surgiu com Sissoko isolado, que partiu em posição perfeitamente legal como mostram as repetições, e que após fintar o guarda-redes viu o lance invalidado.... e foi invalidado pelo mesmo fiscal-de-linha que validou o golo em fora-de-jogo do Arouca na época passada. Mais uma incrível dualidade de critérios.
Não sendo suficiente, o árbitro decidiu gozar uma última vez com os adeptos da Académica ao mostrar somente 4:00 minutos de desconto após várias interrupções por simulações de lesões de jogadores da equipa que trouxe 50 adeptos a Coimbra. O novo cúmulo é que uma dessas interrupções por um jogador que ia ser substituído demorou 2:30 minutos, tendo o árbitro dito a todos os jogadores da Académica que reclamavam que iria compensar esse tempo. Ladrão que é ladrão rouba em tudo.

Para concluir, apesar do próprio Presidente da Liga de clubes ter visto ao vivo esta partida nos camarotes do Estádio Cidade de Coimbra, como em jogo não esteve nenhum dos 3 estarolas que ele próprio se limita a defender, já se adivinha que nunca este árbitro poderá ter uma pontuação negativa por esta prestação. Nem sequer isso.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Académica 4 - BeiraMar 1

A Académica venceu hoje o Beira Mar por 4-1, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra. Depois de espetar 3-0 ao FCPorto no fim-de-semana passado, em jogo a contar para a Taça de Portugal, a Briosa continuou a senda dos bons resultados e das goleadas, no jogo de regresso da Liga.

Começou melhor o Beira Mar, que aproveitando o facto de a Académica se encontrar momentaneamente com 10 jogadores, marcou o seu golo aos 5 minutos de jogo. O defesa central João Real estava mesmo lesionado e teve de sair, entrando para o seu lugar Danilo. Habib recuou para a zona defensiva e Danilo colocou-se para a posição mais adiantada do meio campo.

Reagiu bem a Académica, que chegou ao golo do empate através da marcação de uma grande penalidade, a castigar uma falta sobre Éder na área adversária. Pouco depois, mais um penalty a favor da Briosa. Desta vez, por mão na bola, após cruzamento de Marinho. 2-1, resultado com que chegou o intervalo.

No regresso dos balneários, a Briosa continuou com o pé no acelerador e a remeter o Beira Mar para o seu meio campo e sua grande área. Foi de tal forma o sufoco, que a Académica beneficiou de cerca de 6-7 cantos em apenas 5 minutos. Tantas vezes o cântaro vai à fonte, até que quebra! Mais um cruzamento, mais uma mão na bola e novo penalty a favor da Briosa. 3-1!!

Estava feita justiça no resultado. Mas a Briosa não abrandou. Éder desmarca Sissoko e este finta o guarda-redes adversário e atira de novo para o fundo da baliza adversária. 4-1!! Festa em Coimbra!! A Briosa joga bem e parece um rolo compressor!

À excepção de João Dias, que falhou no lance de golo do Beira Mar e nunca se recompôs, todos os jogadores estiveram em bom plano. É justo destacar Adrien Silva, que dominou o meio campo, e a boa entrada de Diogo Valente no jogo.




Agora a sério.

O árbitro engana-se uma vez, é humano!

Engana-se duas... é mau árbitro. prejudicou a Académica.

À terceira, é ROUBALHEIRA!!!

Mas uma quarta... tá a gozar connosco, na nossa cara, em nossa casa!


Eu quero os nossos 3 pontos!! Eu EXIJO que sejam devolvidos os 3 pontos roubados hoje à Académica!

Em ambiente empresarial, se eu me enganar e a minha empresa perder dinheiro com isso, eu sofro as consequências. Sou despedido! E fico com a essa nódoa no meu CV, para sempre! Dificilmente me safo e arranjo novo emprego.
Para além disso, se o meu erro prejudicar uma outra empresa e ela também perder muito dinheiro, é muito provável que essa empresa coloque um processo à minha ex-empresa, pedindo a restituição desse dinheiro acrescido de um determinado montante de INDEMNIZAÇÃO!!

Na justiça, os arguidos têm até a possilibilidade de solicitar a troca de um juiz por outro!

E no futebol??
O que acontece a este senhor Rui Silva? E aos seus auxiliares José Lima e Bruno Trindade?
Vão ser despedidos? Nunca mais voltam a arbitrar?
E a Académica, vai ser indemnizada? Vai ficar, ao menos, com a possibilidade de usufruir do direito de impedir que este árbitro / esta equipa de arbitragem volte a apitar um jogo nosso?
Não, nada disso. Na pior das hipóteses, leva uma nota menos boa no relatório (que nem sequer é público!) e fica uma jornada na prateleira. Nada mais.
É este tipo injustiças que torna o futebol num jogo de ódios e violências. É preciso acabar com estas situações.

Eu EXIJO verdade desportiva.
Eu EXIJO que os relatórios da arbitragem sejam públicos.
Eu EXIJO que sejam restituídos 3 pontos à Académica.


ACADÉMICA, SEMPRE!!!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

AAC vs BEIRA-MA: APOIA A ACADÉMICA!

Joga-se esta sexta-feira dia 25 de Novembro pelas 20:15 o derby regional que põe frente a frente a Académica de Coimbra e o Sport Clube Beira Mar. Este será um dos 6 (!) jogos desta semana com direito a transmissão televisiva (SportTv 1).

Depois de uma lamentável eliminação da Taça da Liga que nos poderia ter levado à Fase de Grupos juntamente com o SC Braga e a uma possível Meia Final, a Briosa deu a volta por cima humilhando os adeptos conimbricenses portistas (só a sua denominação mostra logo o seu ridículo) por 3 bolas a zer0, após uma exibição 'briosa' que lançou a Académica numa caminhada triunfante na Taça de Portugal.
O que o actual desenrolar da Taça de Portugal também significa é que a não ser que Olhanense (6º classificado) ou Nacional (10º classificado) terminem dentro dos 5 primeiros lugares da tabela classificativa (e alcancem a Final da Taça de Portugal contra banfica, zportem ou talvez Marítimo), então para a Académica se classificar para as competições Europeias terá de terminar ela própria nos 5 primeiros lugares (ou melhor ainda, alcançar a final da Taça).

Neste momento a Académica encontra-se empatada com Olhanense no 6º lugar a 6 pontos do 5º classificado, o SC Braga. Porém, o 12º lugar está apenas a 3 pontos de distância e a linha de água também a 6. O jogo de sexta-feira é decisivo para a Académica tomar o rumo certo dos lugares cimeiros. Como tal, o apoio de todos os adeptos é essencial. O técnico e jogadores da Briosa pediram mesmo esse apoio nas últimas entrevistas desta semana.


Como é habitual, apesar da entrada gratuita para sócios com o Pack de 10 jogos ou claro Bilhete de época, os restantes bilhetes para o jogo não são baratos e não existem promoções para estudantes ou bilhetes de acompanhante de sócio:
Sócios da Académica (com bilhete de época)Entrada grátis
Sócios da Académica (com Pack 10 Jogos)Entrada grátis
Sócios da Académica (sem bilhete de época e sem Pack 10 Jogos)5 €
Público - Centrais Inferiores20 €
Público - Centrais Superiores25 €
Público - Sul Inferior15 €
Infantil (dos 3 aos 10 anos)5 €

No entanto, como tem sido também habitual, a Mancha Negra volta a surgir como a alternativa certa para conseguir ver a Briosa a um preço acessível. Os bilhetes para a sector mágico são apenas 3€!
Em alternativa, e na tentativa de atingir os 1000 sócios pagantes, os estudantes que se fizerem novos sócios da Mancha Negra terão bilhete gratuito para esta partida.
FORÇA BRIOSA!!!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

QUEREMOS A FINAL!

Decorreu hoje o sorteio dos Oitavos e Quartos de Final da Taça de Portugal.
Entre as 16 equipas (6 equipas da 1ª Liga, 6 equipas da 2ª Liga e 4 equipas da II), saiu à Académica uma da 2ª Liga, e a possibilidade de outra da 2ª Liga ou uma da II.

Aqui ficam as datas e possíveis adversários:

8-avos Final : 4 de Dezembro
Leixões - Académica

Quartos-Final: 21 de Dezembro
Leixões/Académica - Aves/Ribeira Brava

Para já é preciso vencer o Leixões tal como sucedeu há 2 épocas atrás na Taça da Liga, para poder estar de regresso às Meias-Finais de uma Taça! Isto pela 3ª época consecutiva! Basta vencer 2 jogos!

TODOS A MATOSINHOS DIA 4 DE DEZEMBRO!
QUEREMOS A FINAL!!
FORÇA BRIOSA!


domingo, 20 de novembro de 2011

Basquetebol vence Guimarães (83-65)

A Associação Académica de Coimbra venceu hoje, no Pavilhão Dr. Mário Mexia, o Vitória de Guimarães por 83-65, alcançando assim a sua segunda vitória consecutiva.

Começaram melhor os "espanhóis", que acabaram o 1º período na frente do marcador (19-23). Nos segundos 12 minutos a Académica melhorou e, com Delano Thomas em bom plano (que foi o melhor marcador do jogo, com 23 pontos), conseguiu ir para o intervalo a vencer por um (45-44).

No regresso, a AAC aumentou a intensidade do seu jogo. Com uma boa pressão defensiva, garantiu 9-0 logo no início do 3º período. Limitando o Guimarães a apenas 12 pontos neste período, descolou no marcador (64-56). O 4º período confirmou a superioridade academista. A boa defesa manteve-se e, com o acerto ofensivo de Miguel Barroca (13 pontos), Fernando Sousa (13 pontos) e Richard Oruche (20 pontos), a Briosa venceu com naturalidade (83-65).

Três jogos depois da troca de treinador (saiu Luis Santarino e entrou Orlando Simões), a evolução do jogo academista é  notória e a equipa mostra já bons processos ofensivos. Apesar do "pack" de jogadores americanos não parecer tão consistente como em anos anteriores, especialmente no que diz respeito ao "poste", na posição 2 o base Richard Oruche parece ser capaz de marcar a diferença.

O próximo jogo, contra o Benfica, será também em Coimbra, no sábado, dia 26, pelas 16:00. Não falte!

DEDICADA A TODOS OS ACADÉMICOS QUE FORAM AO ESTÁDIO...

e também aos mentecaptos que falam no porto b!

AAC 3 - porto 0


Quarenta e um anos e mais uns dias depois da última vitória, a Briosa volta a vencer a equipa dos chocolatinhos e do café com leite. Mercê de uma superioridade evidente ao longo de toda a partida, a Académica passa à próxima eliminatória da Taça de Portugal com inteira justiça. Basta dizer que os visitantes fizeram o seu primeiro remate à baliza adversária para lá dos 50 minutos de jogo! Sem espinhas!

Os heróis que ficam para a história: Ricardo; João Dias, Berger, João Real e Hélder Cabral; Habib, Diogo Melo (Júlio César) e Adrien; Marinho (Diogo Valente), Sissoko e Éder (Fábio Luiz).
Marcaram os golos: Marinho, Adrien e Diogo Valente.

Está de parabéns Pedro Emanuel, que dá assim uma bofetada de luva branca a alguns atrasados mentais cujos cérebros, formatados pela ditadura dos três estarolas, não conseguem ver para além desse círculo de máfia; e estão de parabéns os académicos que foram ao estádio, que acreditam na Briosa, que perseguem o sonho!

Quanto aos que hoje estão muito felizes e que gritam pela Académica, não porque ela venceu, mas sim porque o adversário perdeu, só merecem o meu mais profundo desprezo!

FORÇA BRIOSA, RUMO AO JAMOR! O SONHO CONTINUA VIVO!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

TAÇAS

Depois de uma miserável e deprimente derrota contra o Penafiel, e consequente eliminação da Taça da Liga que voltará a ter uma final em Coimbra sem a Académica, a Briosa tem agora a possibilidade de manter o sonho da Taça de Portugal.

Porém, se contra uma equipa da 2ª Liga a Académica não foi capaz de seguir em frente mesmo a duas mãos, agora terá que vencer em um jogo a equipa de corruptos do Norte que é detentora dos últimos 3 troféus da Taça de Portugal. E se o fizer, terá alcançado apenas os 8avos-de-final.

nota: em caso de igualdade, para o desempate existe um prolongamento de 30min, e se necessário, apurar-se-á o vencedor através da marcação de grande penalidades.

A fé já foi mais, tanto para adeptos como para o actual treinador Pedro Emanuel, que tem usado discursos derrotistas pseudo-ambiciosos, em particular desde a série de maus resultados que teve início precisamente no jogo para o campeonato contra a sua ex-equipa onde a Académica foi derrotada por 0-3. Pedro Emanuel limita-se a dar os parabéns às outras equipas tentando justificar o seu demérito com mérito dos outros. Vamos ver o que nos espera neste jogo, mas um feriado nunca será.

Eis a lista de convocados, onde se nota essencialmente a falta de Danilo que não recuperou a tempo a sua lesão.
Guarda-redes: 1- Peiser; 12- Ricardo
Defesas: 2- João Dias; 5- Berger; 13- João Real; 26- Nivaldo; 41- Cédric; 55- Hélder Cabral
Médios: 7- Hugo Morais; 8- Habib; 10- Adrien; 50- Diogo Melo; 88- Júlio César
Avançados: 3- Sissoko; 9- Fábio Luís; 17- Éderzito; 20- Marinho; 23- Diogo Valente

Os preços dos bilhetes variam entre 11€ para Sócios nas Bancadas Centrais ou público na Bancada Sul, e 22€ para público nas centrais. Sócios da Mancha Negra também podem adquirir bilhete a 11€ para a Bancada Central.

FORÇA BRIOSA!
Lá estaremos para te apoiar, não perder a oportunidade de te ver ganhar, e rirmos dos atrasados mentais que são de Coimbra e vão apoiar a equipa do Porto, ou são de Coimbra e vão apoiar a equipa de Lisboa contra o Porto.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

MARÍTIMO 3-2 ACADÉMICA

A Académica perdeu a oportunidade de conquistar pontos para se manter no grupo da frente da tabela classificativa. Apesar de se manter no 6º lugar, a distância para os lugares cimeiros aumentou, enquanto a linha de água já só está a 6 pontos de distância.

No jogo que decorreu no Funchal foi evidente que houve elementos em campo que tiveram uma recepção calorosa no Aeroporto da Madeira na noite anterior. Um constante empurrar para a frente à equipa insular motivou um ascendente na 1ª parte que chegou a dar 2 golos de vantagem. Na 2ª etapa, a Académica conseguiu inverter o rumo chegando mesmo ao empate, mas os erros defensivos voltaram a colocar a Briosa em desvantagem. Apesar das várias tentativas de recuperar a igualdade, faltou eficácia à equipa de Coimbra, mas também um árbitro que não assinalasse falta a todos os desarmes de bola da Académica ao mesmo tempo que mandava seguir todas as faltas do Marítimo. Aliás, no minuto 85, temendo o pressing da Briosa nos minutos finais, o supostamente inexperiente Nuno Almeida conseguiu descobrir um cartão vermelho directo para o defesa da Briosa Abdoulaye num lance em que este corta a bola junto à linha lateral. Com tudo isto conseguiu o Marítimo juntar-se ao lote das equipas dos pontos sujos, aquelas que conseguem sempre estar lá em cima.

O resumo da partida:

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

domingo, 30 de outubro de 2011

FALTOU A VITÓRIA

AAC 0 - Braga 0

Num jogo muito disputado e muito intenso, a Briosa não conseguiu levar de vencida a equipa do Sporting de Braga que veio demonstrar a Coimbra que se assume, cada vez mais, como uma equipa para ombrear com os estarolas do futebol português.

Na primeira parte, os minhotos tiveram mais posse de bola e instalaram-se no meio campo estudantil mas a verdade é que Peiser não teve de fazer nenhuma defesa difícil, pelo que o domínio territorial dos arsenalistas não teve quaisquer consequências práticas.

Na etapa complementar, o cariz da partida alterou-se completamente. A Briosa tomou conta do jogo e decidiu demonstrar que em Coimbra mandam os estudantes. Foi nesta fase de domínio dos pretos que apareceram as duas mais flagrantes oportunidades de golo da partida. Éder cabeceou à barra da baliza de Quim e, pouco depois, Adrien, já dentro da área contrária, rematou ao lado. Só nos últimos dez minutos de jogo é que os visitantes voltaram a carregar um pouco mais, fruto do desgaste físico dos jogadores da Académica (facto que me deixa um pouco apreensivo, se bem que se possa compreender face à grande intensidade do jogo), mas o facto é que Peiser passou os novental e tal minutos de jogo sem fazer uma única defesa difícil.

Em suma, um resultado que acaba por ser positivo porque deixa a Briosa no sexto lugar da liga, mas que deixa um certo sabor amargo por não se ter conseguido a vitória, uma vez que as duas grandes oportunidades de golo na partida pertenceram aos pretos.

Resumo:

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

BILHETES ACADÉMICA vs SC BRAGA

Neste fim de semana de plena Festa das Latas em Coimbra irá realizar-se o jogo entre Académica e Sp.Braga contar para a 9ª jornada da Liga Zon Sagres, no Sábado dia 29 de Outubro, no Estádio Efapel Cidade de Coimbra, pelas 18:15 com transmissão na SportTv1.
A arbitragem estará a cargo de Jorge Sousa, mais conhecido em Coimbra como "Cabeça de Pila".

O preço dos bilhetes será o seguinte:
Sócios da Académica (com bilhete de época) Entrada grátis
Sócios da Académica (pack 10 Jogos não incluído) 7,5 €
Mancha Negra (sócios) 4 €
Mancha Negra (não sócios) 12 €
Público - Centrais Inferiores 28 €
Público - Centrais Superiores 33 €
Público - Sul Inferior 20 €
Infantil (dos 3 aos 10 anos) 5 €

Este jogo como seria de esperar é o 2º dos 5 que não pertencem ao pack de 10 jogos gratuito para sócios com quotas em dia. Após os 10€ do jogo com o Fc do Porto, o preço de um bilhete pontual custa agora 7,5€.

O que é de estranhar e não faz qualquer sentido é o preço mínimo para público ter aumentado em relação ao jogo com o Estarola da cidade do Porto, que havia custado 17,5€. Podia-se compreender um ligeiro aumento em relação aos habituais 10€ para adeptos visitantes dada a actual maior dimensão do Sporting de Braga, mas este preço excessivo e superior ao de um Estarola é um erro.
Enquanto que nos jogos com os Estarolas se compreende e é correcto que o preço seja bastante inflacionado, já que esses jogos têm sempre uma forte publicidade da imprensa diária durante toda a semana, o mesmo não acontece neste.
Além disso, os adeptos dos Estarolas que assistem a esses jogos são na maioria provenientes da região de Coimbra, e estão dispostos a gastar nesses jogos todo o seu orçamento anual para o futebol visto que é o único jogo que vêem por época. Porém, os adeptos do Braga são na maioria provenientes dessa cidade, e além de terem que percorrer 350km com o custo associado para vir ver o jogo, este não é o único jogo que vêem na época. Em resumo, a diminuição de afluência com estes preços certamente irá dar uma menor receita do que daria com bilhetes mais baratos, e não haveria o problema de perder o factor casa como acontece contra Estarolas.
Apesar de tudo há uma descida do preço mais alto dos bilhetes para a bancada central, algo que apenas irá promover que alguns adeptos forasteiros se misturem nos adeptos visitados, o que também é um erro. É que essa descida de preço para um preço ainda altíssimo certamente não irá levar ao estádio nenhum adepto da Académica que não seja sócio. Para tal deveriam existir os bilhetes de acompanhante de sócio em que a direcção nunca quis apostar.
Por fim, a falta de promoções para estudantes em fim de semana de festa estudantil em Coimbra é também mais um erro.

Apesar de tudo, alguns bilhetes terão sido cedidos a um preço especial às claques do Braga que já anunciaram temporariamente viagens com bilhete entre 13 a 15€.
Quanto à Mancha Negra dispõe de bilhetes entre 4€ para sócios e 12€ para não-sócios.

Existe também a oportunidade de conseguir bilhetes gratuitos através de uma promoção do patrocinador oficial da Briosa, betclic.

A única boa notícia é a distribuição de 1000 bilhetes a jovens em escolas de Coimbra que está a decorrer durante a tarde de hoje. João Real, Sissoko e Flávio vão distribuir autógrafos e bilhetes válidos para o encontro com o SC Braga na Escola Básica do 2º e 3º Ciclos Martim de Freitas e na Escola Secundária José Falcão. Acompanhantes destes jovens podem depois adquirir ingresso por 5 euros na loja da Académica no estádio.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

TAÇA: ACADÉMICA vs Fc. do PORTO

Regressa a pouca sorte aos sorteios da Académica.
Na 4ª eliminatória da Taça de Portugal, entre 32 equipas, saiu em sorteio à Briosa o actual campeão português e detentor das últimas 3 edições da Taças de Portugal.

Académica vs Fc. do Porto, a realizar em Coimbra, terá lugar a 19 de Novembro.

PAÇOS 2-0 ACADÉMICA

Este fim-de-semana a Académica voltou a dar aos pobres, cedendo 3 pontos que pareciam bastante acessíveis a um Paços de Ferreira que foi duas vezes à baliza da Briosa e com esta vitória conseguiu sair do fundo da tabela, onde está agora o Gaymarães.

A Académica desceu para o 7º lugar com 12 pontos, com duas derrotas consecutivas, e agora antes da recepção ao Braga começa a pairar o fantasma da época passada. Recorde-se que na época transacta a Briosa tinha 14 pontos na mesma 8ª jornada, e nas 12 jornadas seguintes fez apenas mais 6 pontos...

Aqui fica o resumo deste jogo:

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Evolução do Homem

Primeiro são macacos de imitação, a seguir querem ser diferentes mas mantêm-se noutro rebanho sem nexo, depois julgam que são especiais mas mantêm-se apenas pseudo-grandes sem justificação de existir... Por fim apercebem-se do que é realmente ser diferente, genuíno, único e especial e tornam-se na única coisa que faz sentido desde o início, tem motivo de ser, e é realmente inteligente, dignificante e gratificante!

BRIOSA SEMPRE

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

SERVIÇOS MÍNIMOS

Ontem a AAC/OAF conseguiu qualificar-se para a próxima eliminatória da Taça de Portugal. Perante um adversário com pouca qualidade, mas que fez da determinação, do querer e do esforço, a sua estratégia para o jogo, os atletas da Briosa decidiram enveredar por uma atitude típica de um jogo treino, em que tudo se tentava fazer com o menor esforço possível. Pedro Emanuel, que costuma ser bastante calmo no banco, por diversas vezes se insurgiu contra esta preguiça patenteada pelos seus pupilos.

Logo no início, a Briosa poderia ter inaugurado o marcador por duas ocasiões, mas acabou por ser Berger, na sequência de um canto, a conseguir tal desiderato. O Oriental dispôs também de uma boa ocasião quando um seu jogador não conseguiu marcar "cara a cara" com Ricardo.

A segunda parte continuou da mesma forma, com a Académica a jogar muito lentamente e com o Oriental a correr muito e a tentar surpreender os adormecidos defesas da Académica, com João Dias a ser o expoente máximo dessa sonolência. Apesar disto, a Briosa podia ter marcado por duas ou três vezes, fruto da fraca qualidade do adversário, mas a desinspiração dos avançados e a excelente exibição do guardião contrário (de longe o melhor elemento em campo) fizeram com que não se conseguissem mais golos. Já o Oriental, mesmo no final podia ter marcado, mais uma vez devido à excessiva lentidão e desconcentração da Briosa, mas a falta de qualidade dos avançados não permitiram que os liboetas conseguíssem ir a prolongamento.

Não gostei da atitude dos jogadores da Briosa! Pode ser interpretada como falta de respeito pelo público e até pelos seus adversários! Há, pelo menos, um jogador que parece que está a fazer um favor quando joga! Se não está bem, "a porta da rua é a serventia da casa", até porque quem o substituiu nos últimos jogos não esteve mal...

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

INFORMAÇÃO ACADÉMICA vs ORIENTAL

Após a presença nas Meias-Finais da Taça de Portugal da temporada passada, a Académica inicia este domingo novo percurso rumo à tão ambicionada final do Jamor.
São apenas precisas 4 vitórias para voltar a marcar presença nas Meias-Finais, e a 1ª pode ocorrer já neste domingo pelas 15:00 no Estádio Efapel Cidade de Coimbra.
O adversário que a Briosa terá pela frente é o Clube Oriental de Lisboa que ocupa actualmente a 3ª posição da II Divisão Zona Sul, com 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota, 9 golos marcados e 4 sofridos. Na eliminatórias anteriores da Taça o Oriental eliminou o Cartaxo fora por 1-2, e depois o Oeiras também fora em grande penalidades após 0-0.

Não se sabe se os adeptos de Coimbra irão como habitualmente optar por apoiar o clube que vem de Lisboa ou se simplesmente irão desprezar o jogo. Mas consta que de Lisboa prometem vir 500 adeptos apoiar a equipa que veste de encarnado.
Seja como for, aqui ficam os preços dos bilhetes:
  • Sócios da Académica - Bancada Poente Inferior: 4 €
  • Público - Bancada Poente Inferior: 8 €
  • Público - Bancada Sul Inferior (destinada aos adeptos visitantes): 4 €

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

EMPATE PARA TAÇA DA LIGA

A Académica empatou 1-1 em Penafiel na primeira-mão da Fase 2 da Taça da Liga.
A segunda-mão joga-se a 12 de Novembro no Estádio EPAFEL Cidade de Coimbra. Recorde-se que nesta fase da competição os golos fora não contam e em caso de empate segue-se directamente para grandes penalidades, ou seja, a Académica deverá vencer durante os 90 minutos.



Ederzito, que foi expulso nesta partida, irá cumprir castigo no próximo jogo da Briosa a contar para a Taça de Portugal, frente ao Oriental, em Coimbra, no próximo domingo 16 de Outubro pelas 15:00.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

ACADÉMICA 0-3 Fc. do PORTO

No domingo passado o rebanho dos que são contra Lisboa mas são também contra Coimbra 'veio' à primeira capital de Portugal assistir à equipa de corruptos a alinhar em casa da honrosa Briosa.
Perante 8827 espectadores (cerca de 4000 habituais da Briosa, 3000 adeptos do Porto e os restantes adeptos de Lisboa), a sorte não sorriu à Académica, que somou a primeira derrota caseira no campeonato. Desta vez a arbitragem tendenciosa com várias faltas, 4 amarelos, 1 vermelho e 1 golo em fora-de-jogo contra a Briosa acabou por não ser decisiva no resultado dada a superior eficácia do oponente.
Uma infeliz derrota, como são todas as derrotas da Académica de Coimbra. Apesar de tudo a Briosa mantém-se ainda no 6º lugar da classificação. Sentimento diferente terão os que queriam não que a Académica ganhasse mas que o seu oponente perdesse. Um sentimento ridículo, seja ele qual for.

Aqui fica o resumo do encontro:

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Briosa atropela Feirense: mais um 4-0!!

A Associação Académica de Coimbra venceu hoje o Feirense por 4-0, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.
Foi um mais um bom jogo de futebol da Briosa, que desde cedo mostrou que não iria dar veleidades ao adversário, apresentando-se bastante concentrada, muito pressionante e com um caudal ofensivo intenso. O resto foi eficácia. Assim se tornou um jogo potencialmente complicado num jogo "fácil".

Com uma surpresa no onze inicial - Rui Miguel em vez de Diogo Valente - a Académica iniciou o jogo ao ataque. Logo aos 4 minutos, Sissoko rompe na área e parece derrubado em falta, mas o árbitro nada assinalou. Com boa circulação de bola, a Briosa acercava-se com grande perigo da área do Feirense. Cheirava a golo, que apareceu aos 17 minutos - Danilo cruza da esquerda e o gigante Abdoulaye cabeceia para as redes adversárias. 1-0 para a Briosa!

Este golo marcado cedo deu ânimo à Briosa. Num mau atraso de um defesa do Feirense, Sissoko isola-se e pica a bola por cima do guarda-redes adversário, que toca a bola com a mão a meio do seu meio-campo. Vermelho directo para Paulo Lopes. Quim Machado vê-se obrigado a abdicar de Miguel Pedro para fazer entrar o guarda-redes suplente Douglas. No livre, Sissoko quase marca.

A Briosa parecia bem encaminhada para a vitória. No entanto, um mau passe de João Real na zona defensiva, proporcionou ao Feirense a sua primeira jogada de perigo, o que colocou a equipa academista de novo em sentido. Mas "quem não marca, sofre". Foi exactamente isso que aconteceu na jogada seguinte - após cruzamento de Cédric, Danilo aparece na àrea a cabecear, uma vez mais, para o fundo as redes. 2-0 aos 25 minutos!

A melhor jogada do Feirense (e única durante todo o encontro!), surgiu aos 27 minutos, com Rabiola, em excelente posição, a atirar por cima da barra. Mais uma vez, um minuto depois, confirmou-se a "lei" do "quem não marca, sofre". Adrien recebe a bola no meio-campo, vai caminhando para a baliza adversária e, graças a um excelente movimento de Éder que arrasta os defesas adversários consigo, consegue visar a baliza adversária com um remate cruzado à entrada da área. 3-0 para a Briosa e o Feirense completamente derrotado.

A Académica não tirou o pé do acelerador e continuou a massacrar. Pouco depois do 3-0, o guarda-redes Douglas salta para anular um cruzamento da direita, mas larga a bola ao cair no chão. Éder remata de pronto e coloca a bola na baliza do Feirense. No entanto, o árbitro anulou o golo por pretensa falta do avançado academista. Aos 36 minutos, Rui Miguel trabalha bem na área e, depois de tirar um adversário da frente, remata ao poste da baliza adversária. Logo a seguir, foi Sissoko a rematar forte para boa defesa do guardião adversário. Adivinhava-se mais um golo, que chegou ainda antes do intervalo, em mais um remate de fora da área de Adrien. O 4-0 confirmava a goleava!

No reatamento da partida, o Feirense esgotou as suas substituições. Podia pensar-se que a Briosa iria relaxar mas isso não aconteceu. A Académica continou pressionante, mandona e a criar jogadas de perigo. Infelizmente, na segunda parte, a Briosa não foi tão eficaz. Éder, Rui Miguel, Sissoko e até Nivaldo tentaram a sua sorte, mas sem sucesso.

Destaque ainda para os 4.185 espectadores nas bancadas (nada mau para um jogo à 2ª feira, contra uma equipa que ascendeu este ano à primeira Liga) e para as entradas de Hugo Morais, Fábio Luís e Flávio Ferreira, que tiveram oportunidade de ganhar mais uns minutos de jogo.




Os jogadores da Briosa um a um:

Peiser - Sem muito trabalho, mostrou a segurança do costume.

Cédric - Bem a defender e bem a atacar. É o lateral direito que a equipa precisava.

João Real - Teve um ou dois deslizes que poderiam ter corrido mal. De resto, esteve bem.

Abdoulaye - Mais uma grande exibição deste central, coroada com um golo. Começa a afirmar-se como o patrão da defesa academista.

Nivaldo - Tal como Cédric, esteve bem a defender e bem a atacar. Que mais se pode pedir?

Habib Pape-Sow - Foi um dos melhores. Na primeira parte, ganhou todas (sim, todas) as bolas que o Feirense tentava colocar no meio campo da Briosa. Foi substituido, depois de ter visto o amarelo aos 65 minutos.

Danilo - Mais um bom jogo e mais um golo! Sempre que tocou na bola, fê-lo com qualidade,  agilizando a transposição defesa-ataque.

Adrien - Com dois golos em dois remates, tem de se considerar como o melhor da Briosa! Esteve muito bem, a recuperar e a transportar bolas para a frente.

Rui Pedro - Na sua estreia a titular, foi um dos elementos de maior destaque na frente academista. Colocou sempre em sentido a defesa adversária, combinando muito bem com Nivaldo, Danilo e Éder.

Sissoko - Que grande jogo! A sua magia deu cabo da cabeça aos adversários. Conseguiu expulsar o guarda-redes adversário e criou inúmeras situações de perigo.

Éder - É uma presença intimidante na àrea adversária. Ganhou praticamente todas as bolas que disputou com os defesas contrários e entregou-as com qualidade aos companheiros. Apesar de não ter marcado, fez um excelente jogo.


Hugo Morais - Entrou aos 59 minutos, para o lugar de Danilo, refrescando o meio-campo. Mostrou boa circulação de bola.

Flávio Ferreira - Veio substituir Habib, aos 72 minutos. Com o jogo já ganho, cumpriu o seu papel.

Fábio Luís - Permitiu a Adrien o aplauso antecipado do público, aos 72 minutos. Entrou com vontade, mas não teve oportunidades para se mostrar.


O próximo jogo, com o FC Porto será Domingo, dia 2 Outubro, pelas 20:15, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.
Espera-se muito público nas bancadas e um grande jogo de futebol. Em caso de vitória, a Briosa irá ultrapassar o FC Porto.
Não falte(s)!!



CHAPA 4

Mais uma exibição de gala da Briosa em sua casa. Dá gosto ver jogar estes rapazes. Nota-se a alegria no jogo de Éder, Sissoko ou Danilo. Percebe-se a cultura futebolística de Adrien, a força e querer de Habib, a vontade de Nivaldo e Cédric!

A Académica resolveu o jogo cedo, chegando ao intervalo com a vantagem de quatro golos que lhe permitiram gerir a partida na etapa complementar. A Briosa continua a exibir-se a grande nível, com triangulações rápidas entre os laterais e os extremos, excelentes mudanças de flanco com a rapidez necessária para descompensar as defesas adversárias e, para mim o mais importante, muita entreajuda e a procura do companheiro mais bem posicionado para que a jogada tenha êxito.

Como já disse anteriormente, está a dar-me muito gozo assistir a este futebol praticado pela minha equipa! Já sei que no próximo domingo, outras coisas se vão passar e que a qualidade da Briosa poderá não ser suficiente para conseguir um bom resultado! Mas não estou minimamente preocupado. Quero é continuar a ver este futebol de qualidade superior!

BRIOOOOOOOSA!!!

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

TAÇA DA LIGA: ACADÉMICA DEFRONTA PENAFIEL

A Académica irá defrontar o Penafiel na 2ª Fase da Taça da Liga, que recorde-se, terá a final novamente agendada para o Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.

O Futebol Clube de Penafiel alinha na Liga Orangina, onde está actualmente em 4º lugar com 1 vitória e 3 empates nos 4 jogos já realizados, tendo terminado em 13º lugar na temporada passada.

A 1ª Eliminatória irá realizar-se a 26 de Outubro, e o 2º e decisivo jogo, em Coimbra, será realizado a 9 de Novembro de 2011. Passando esta eliminatória a Briosa entrará na 3ª Fase da competição, fase de 4 grupos, onde os 1ºs classificados avançam para a meia-final da prova.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

TAÇA: ACADÉMICA vs ORIENTAL

GRANDE JOGA EM CASA NA 3ª ELIMINATÓRIA

A Académica vai defrontar, em Coimbra, o Oriental na 3ª eliminatória da Taça de Portugal, ou seja, 32-avos de final.

O Clube Oriental de Lisboa alinha na II divisão série Sul, onde está actualmente em 12º lugar com 1 empate e 1 derrota nos 2 jogos já realizados, tendo terminado em 6º lugar na temporada passada.

O jogo está agendado para 16 de Outubro. Vencendo este encontro a Académica ficará a 3 vitórias de voltar a alcançar a meia-final.
FORÇA BRIOSA!

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

MAIS UM ROUBO EM IMAGENS

Na sequência de mais um típico roubo frente à equipa do rebanho do sport da Freguesia de Benfica de Lisboa, aqui ficam algumas imagens.

O comentário ao jogo aqui: http://academicasempre.blogspot.com/2011/09/grande-equipa.html


1º PENALTY ROUBADO
- Mais de 1 metro dentro da área, o árbitro (só) teve coragem para marcar livre fora da área.

1º GOLO DAS GALINHAS IRREGULAR

- Domínio de bola com o cotovelo, árbitro a 6 metros deixa seguir o cruzamento para o golo.

2º GOLO DAS GALINHAS IRREGULAR

- Nova táctica passa por estar em situações de fora-de-jogo para bloquear os defesas adversários, não só fazendo obstrução como ainda dando cotoveladas.

2º PENALTY ROUBADO
- Braço, perna, que era preciso mais para haver coragem de marcar penalty à equipa do rebanho?


(recordem-se também as imagens do último confronto frente ao gloriGozo... estas imagens começam a ser tradição... uma tradição que na verdade já vem desde o tempo de Salazar:
http://academicasempre.blogspot.com/2011/01/roubo-em-imagens.html)

GRANDE EQUIPA

A Briosa demonstrou, mais uma vez, que é uma grande equipa e, como diz o seu treinador, joga um futebol positivo. Claro que neste país, isso não é o mais importante, pelo que nem sempre os resultados são o que se espera!

Ontem assistimos a um jogo em que a AAC apareceu desinibida e a pressionar o adversário perto da linha de meio campo. As oportunidades de golo também foram surgindo para os pretos fruto de um modelo que privilegia o ataque pelas alas e triangulações rápidas entre os três ou quatro! elementos que jogam no ataque. Isto sim, é futebol!

Claro que perdemos, mas, como disse atrás, nesta terra o futebol que se pratica, muitas vezes não é decisivo para o resultado que se verifica no final das partidas! Era óbvio que, para o negócio, era bom que os dois estarolas estivessem empatados antes do próximo jogo e portanto... Dois penaltis por assinalar a favor da Briosa, primeiro golo do adversário foi irregular, Maxi "caceteiro" Pereira entra por trás, sem bola, sobre D. Valente e nem o cartão amarelo viu (segundo as instruções do International Board devia ter sido expulso). Ao contrário, logo aos 5 minutos, Habib é admoestado por uma falta perfeitamente normal e, pouco depois da porrada do uruguaio, Adrien também vê o amarelo numa falta em que toca a bola e a desvia do adversário.

Mas querem saber? Esta época, com esta equipa e este futebol, é para o lado que durmo melhor! É um prazer ver a Académica jogar à bola e isso, para mim, é o que interessa! Felizmente, não nutro nenhuma simpatia por qualquer um dos estarolas que irão matar o futebol português, por isso, nem me importa minimamente as vitórias roubadas que vão conseguindo semana após semana. Para mim é ver esta Académica sem medo e a jogar sempre para marcar golos é que interessa!

Imagens do roubo aqui: http://academicasempre.blogspot.com/2011/09/mais-um-roubo-em-imagens.html

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Briosa arrasa Nacional!

A Académica venceu hoje o Nacional da Madeira, por 4-0, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra. Os golos foram marcados por Diogo Valente (73 min, g.p.), Éder (79 e 90 min.) e João Real (84 min.).

Durante a semana, Pedro Emanuel tinha dito que o plantel da Briosa tinha uma "qualidade brutal" e que "em casa temos de ser fortíssimos". Estas palavras parecem ter influenciado positivamente os jogadores, que hoje retribuiram as palavras de confiança do seu treinador da melhor maneira possível - provando que ele tem 100% de razão.

O jogo começou com a Briosa a carregar e a criar oportunidades de golo, com Éder em grande destaque. Aos poucos, o Nacional foi invertendo a situação, empurrado por Mateus, e a primeira parte terminou até com sinal mais dos insulares.

Na segunda parte, a história repetia-se. A Académica entrou bem e, mais uma vez, criou algumas oportunidades claras de golo, que Éder e Danilo não conseguiram concretizar. Quando o Nacional parecia estar a tomar de novo o controlo, dá-se o momento do jogo - lançado em velocidade na área adversária, Sissoko adianta (demasiado) a bola mas o defesa do Nacional acaba por empurrá-lo na tentativa de o parar.

Bruno Paixão não hesitou, marcou penalty a favor da Briosa e expulsou Danielson.
Na conversão, Diogo Valente não deu hipóteses ao guarda-redes adversário, com um remate potente e bem colocado. A Académica tinha "tirado o ferrolho".
A equipa do Nacional desorientou-se e, num erro de um defesa adversário, Éder ganha a bola e vai directo para a baliza, não dando hipóteses a Elisson, no momento da verdade. Estava feito o 2-0 e o Nacional, com 10 jogadores, estava irremediavelmente condenado a fracassar em Coimbra.

Os jogadores da Briosa sentiram o pânico adversário e continuando a carregar, alcançaram a goleada. Num canto, muito bem marcado por Adrien, João Real ergue-se imponente na área e fuzila as redes de cabeça. 3-0! O Estádio rejubilava!! Mas não o jogo não ficou por aqui. Rui Miguel, que tinha entrado para o lugar de Diogo Valente, continuou a pressionar a defesa do Nacional e, numa boa jogada de entendimento, desmarcou Éder. Este, mais uma vez, rematou com confiança para o fundo das redes, afundando definitivamente os insulares.

Tudo é bom, quando acaba bem! A Briosa segue confiante em quarto lugar no campeonato, com 3 vitórias em 4 jogos realizados. Éder começa a dar vistas e já é o melhor marcador da Liga. Para a semana vamos à Luz, prontos a dar mais uma vez razão à história recente de vencer o Benfas.

A Briosa, um-a-um:

Peiser - É um senhor! Nas poucas vezes que foi chamado a intervir, fê-lo exemplarmente, segurando o 0-0 nas alturas em que o Nacional pressionou mais.

João Dias - Causa sentimentos contraditórios. A defender não se sai mal, embora hoje tenha tido muitas dificuldades em segurar o perigoso Mateus. No ataque, não arrisca nada. Não vai à linha e não faz um cruzamento para a área. Tem de mudar esta atitude, sob pena dos adversários começarem a perder-lhe o respeito ou de perder a titularidade.

João Real - Boa estreia. Não fez esquecer Berger a defender mas o golo dá-lhe seguramente confiança para o futuro e alguns pontos extra na luta por um lugar na defensiva academista.

Abdoulaye - Esteve muito seguro. Mais um bom jogo do central senegalês.

Helder Cabral - Aparentemente condicionado fisicamente, esteve uns furos abaixo da qualidade a que nos habituou o ano passado. De qualquer forma, nunca comprometeu e deu o seu melhor até uma lesão o obrigar a sair mais cedo.

Habib Pape-Sow - Mais uma vez, impôs o seu físico no meio-campo defensivo da Académica. É um jogador muito útil a destruir.

Adrien - Bom jogador mas muito sacrificado neste estilo de jogo da Académica em 4-3-3. Teve pouca bola nos pés. Sempre que pode, tentou dominar a bola e colá-la ao relvado para a poder entregar em boas condições aos companheiros. No entanto, sentiu sempre muitas dificuldades em fazê-lo pois os jogadores adversários pressionavam de imediato e não lhe davam espaço nenhum. Apontou o canto para o golo de João Real.

Danilo - um pouco como Adrien, acaba por defender mais do que atacar, pois a Briosa previlegia a progressão no terreno pelas alas. Trabalhou muito bem um lance na área do Nacional, mas depois desperdiçou, atirando por cima.

Sissoko - Hoje, destacou-se mais a defender do que a atacar. Brincou muito com a bola, mas foi quase sempre inconsequente.

Diogo Valente - é o esteio da Briosa. Não sabe jogar mal. Colocou sempre em sentido a defensiva adversária e abriu o caminho para a goleada, com uma execução irrepreensível da marca de grande penalidade.

Éder - O melhor da Briosa! Esteve sempre muito activo no jogo e coroou a sua exibição com dois golos. Alia a qualidade técnica a uma capacidade física de se lhe tirar o chapéu. Esqueçam o miúdo esforçado das épocas anteriores. Fez-se um homem e, com isso, um senhor jogador!

Nivaldo - entrou para o lugar de Helder Cabral, que saiu lesionado aos 62 minutos. Mas não foi uma simples troca-por-troca. Veio trazer mais acutilância ao flanco esquerdo e causou muitos problemas à defensiva contrária, combinando muito bem quer com Diogo Valente, quer com Rui Miguel.

Rui Miguel - entrou aos 78 minutos, para dar descanso a Diogo Valente. Fê-lo, uma vez mais, com grande confiança e vontade de mostrar serviço. E mostrou! Aos 90 minutos, isolou Éder para o 4-0.

Hugo Morais - refrescou o meio-campo academista aos 84 minutos. Pouco a dizer, de um jogador de que já se conhece a qualidade.


Por último, uma palavra para o público. No contexto da liga portuguesa, 3175 espectadores não é uma má assistência para um jogo à segunda-feira à noite, com transmissão na televisão. Mas é pouco para um clube como a Académica e para uma cidade como Coimbra. A Briosa está a jogar bem e a dar alegrias aos seus sócios e simpatizantes. Jogo a jogo, fim-de-semana a fim-de-semana, temos de ser (e vamos ser!) cada vez mais a gritar B-R-I-OOO-S-A!!!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

EMPATE E DERROTA EM AMIGÁVEIS

Dois dias seguidos com jogos amigáveis consecutivos, ambos com resultados negativos contra equipas não profissionais.
Ontem a Académica perdeu 2-1 frente ao Tourizense e hoje empatou 1-1 frente ao Boavista. Ambos os jogos de treino foram realizados à porta fechada, e o marcador do tento da Briosa foi o mesmo em ambas as ocasiões: Rui Miguel.
O próximo jogo da Briosa para o campeonato, em casa frente ao Nacional da Madeira, realiza-se na segunda-feira dia 12 de Setembro pelas 20:15.

Entretanto, enquanto amanhã, sexta-feira, se realiza mais uma "Noite Branca" na Baixa de Coimbra, a Académica decidiu associar-se ao evento através de uma sessão de autógrafos com alguns jogadores da equipa profissional entre as 19h e as 24h, numa acção que tem como principal objectivo aproximar a Académica da cidade de Coimbra.

domingo, 28 de agosto de 2011

AZAR E APITO NA PRIMEIRA DERROTA

A Académica sofreu à 3ª jornada a primeira derrota na Liga ZON Sagres 2010/21, em Barcelos, frente ao Gil Vicente.Num jogo completamente dominado pela Briosa que terminou com 54% de posse de bola e 11 remates contra 8 da equipa local, a falta de sorte perseguiu a Académica desde início, que após desperdiçar várias oportunidades de golo iria acabar por ver o seu adversário vencer em 2 lances de bolas paradas nas únicas vezes que chegou perto das redes de Peiser.
No entanto, não é por acaso que tal aconteceu.
Durante toda a partida sentiu-se um constante empurrão à equipa da casa que viu assinaladas 24 faltas a seu favor e apenas 10 contra (e 0 amarelos contra 4). Foi aliás de uma falta inexistente assinalada por Olegário Benquerença que o Gil Vicente chegaria ao golo. O segundo golo, perto do fim, foi como sempre uma bola na mão que contra a Académica é sempre Penalty ao invés das mãos na bola que a favor nunca são assinaladas....
Volta a sina das arbitragens sobre a Académica que continua a ser desrespeitada por árbitros incompetentes.

Mas o bom futebol praticado pelos Briosos jogadores faz acreditar que esta temporada, com menos azar, será possível vencer contra tudo e contra todos...
FORÇA BRIOSA!


As palavras de Pedro Emanuel:
«Esse não é o nosso campeonato. Tivemos uma boa postura, querendo assumir o jogo. Procurámos mostrar a nossa forma de estar em campo, mas sofremos dois golos de bola parada. Faz parte do futebol. Parabéns ao Gil Vicente por ter aproveitado, mas dou também os parabéns à minha equipa, que nunca virou a cara à luta e tentou sempre seguir os nossos princípios. Não vale a pena dizer agora que é justo ou injusto. O Gil Vicente marcou dois golos, e é isso que fica para a história. É verdade que produzimos um bom futebol e criámos algumas oportunidades. Não fomos tão acutilantes na definição das jogadas. Pelo menos fico satisfeito por só termos três golos sofridos, e todos de bola parada. O nosso principal objectivo é assegurar a manutenção o mais rápido possível, e por isso lutamos pelos três pontos em todos os jogos. Tenho um grupo dedicado, que defende as nossas ideias. Saio perfeitamente tranquilo.»

Um resumo parcial:

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Viagem a Barcelos

A 3ª jornada da Liga ZON SAGRES 2011/12 inicia-se amanhã em Barcelos num jogo que pode isolar a Académica na liderança da tabela classificativa.

O jogo frente ao Gil Vicente FC decorre no Estádio Cidade de Barcelos no sábado 27 de Agosto de 2011 pelas 19:30, e terá transmissão televisiva na SportTv 1. O apito estará entregue a Olegário Benquerença...

Desde 1986 que em jogos a contar para a Primeira Divisão a Académica não consegue 3 vitórias consecutivas.
Para aqueles que querem ter a oportunidade de ver ao vivo a 3ª vitória consecutiva, o alcance do 1º lugar na classificação, e a soma de 9 pontos com ainda 27 jogos por jogar, o moderno Estádio Cidade de Barcelos é uma bela oportunidade para o fazer.
Os bilhetes custam desde 10€, e podem ser adquiridos na loja oficial da Académica ou na sede na Mancha Negra até ao dia do jogo. A Mancha Negra disponibiliza também a viagem por um total de viagem+bilhete = 15€ para sócios e 25€ para não sócios. A alternativa são os cerca de 180km e 20€ por cada viagem de carro desde Coimbra.

VAMOS BRIOSA!

domingo, 21 de agosto de 2011

Académica 1 - Rio Ave 0

A Académica venceu hoje à tarde, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra, o Rio Ave, por 1-0, em jogo a contar para a segunda jornada da Liga ZON Sagres.

O onze inicial foi: Peiser, João Dias, Berger, Abdoulaye, Helder Cabral, Habib Pape-Sow, Adrien Silva, Danilo, Sissoko, Diogo Valente e Éder. Foi um bom jogo da Académica, que entrou pressionante desde o início. Aos 17 min, Diogo Valente cruza bem da esquerda, com Éder a antecipar-se à defesa vilacondense e a marcar o primeiro golo da época no recém-nomeado Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.

Logo nos minutos seguintes, Éder dispôs de mais duas oportunidades. Em vez de rematar, tentou assistir os colegas mas não teve sucesso. O Rio Ave assustou, num livre a meio do meio campo marcado por Braga, superiormente defendido por Peiser. Já perto do final, Éder volta a ganhar espaço na área e assiste para a marca de penalty, onde Adrien remata de primeira. Por infelicidade, o remate bate na canela de um jogador do Rio Ave. Ao intervalo, a vantagem de 1-0 para a Briosa só pecava por ser curta.

A segunda parte começa com o Rio Ave mais atrevido e com a Briosa mais cautelosa. Foram 45 minutos de toada morna, sem grandes oportunidades de golo de parte a parte. O melhor do Rio Ave foi uma cabeçada de João Tomás ao lado da baliza da Peiser. Na Briosa, salienta-se um bom remate de Rui Miguel (que entrou para o lugar de Sissoko), um remate de primeira de Adrien, que saiu por cima, e um remate de Danilo, que merecia melhor sorte, tal como na jornada passada.

Jogaram ainda na Briosa, Marinho (que substituiu Diogo Valente) e Flávio Ferreira (para o lugar de Adrien).

Os jogadores um a um:

Peiser - seguro entre os postes. Poucas vezes chamado a intervir, fez uma grande defesa no livre de Braga.

João Dias - bom jogo do lateral direito. Não se aventurou muito no terreno mas esteve muito seguro na defesa, em que secou, primeiro, Braga, e, depois, o jovem Kelvin.

Berger - Seguríssimo! Um dos melhores. Não deu qualquer espaço a João Tomás (que fez apenas um remate no jogo inteiro).

Abdoulaye - Tal como Berger, um dos melhores. Jogou com calma e confiança. Não deu espaço aos adversários e fez alguns cortes providenciais. Viu um amarelo por uma entrada mais dura (mas em que cortou a bola) no meio campo.

Hélder Cabral - Esteve muito seguro, como os os seus companheiros da defesa. Fez ainda uma grande arrancada pelo lado esquerdo, na segunda parte, que só parou quando foi travado em falta pelo último defesa à entrada da área do Rio Ave. Adrien bateu o livre e quase marcou.

Habib Pape-Sow - Jogador muito útil. Destrói jogadas adversárias com o seu físico. Fez boas aberturas e mudanças de flanco de jogo. Quase ia comprometendo, quando perto do final perdeu uma bola para um jogador contrário.

Danilo - Médio com bom toque de bola. Parece estar já bem entrosado com os colegas. Teve uma boa oportunidade para marcar e mostrou raça no final a defender.

Adrien - Dá classe ao meio campo da Briosa. Teve uma boa oportunidade para marcar na primeira parte e outra, de livre (semelhante ao que marcou contra o Feirense no jogo de apresentação aos sócios), na segunda.

Diogo Valente - Jogador pragmático e com classe. Fez um centro milimétrico para o golo de Éder. Pedro Emanuel poupou-o, com a entrada de Marinho.

Sissoko - inconsequente enquanto jogou no flanco direito. Talvez por ser esquerdino, não subiu pela linha, preferindo sempre a zona central. Na segunda parte, melhorou quando passou para o flanco esquerdo. Saiu, para a entrada de Rui Miguel.

Éder - O melhor da Briosa! Marcou o golo da vitória e esteve nas melhores oportunidades da AAC. Ganhou quase sempre a bola aos centrais vilacondenses e ainda limpou 3-4 bolas da área academista na marcação de cantos e livres adversários.

Marinho - conseguiu refrescar o ataque, dando mais velocidade e largura ao jogo academista.

Rui Miguel - na sua primeira jogada, deriva da esquerda par o meio e obriga o guardião contrário a defesa apertada para canto. Tentou uma jogada semelhante logo de seguida mas bateu num adversário.

Flávio Ferreira - jogou bem nos poucos minutos que esteve em campo. É jovem mas joga com segurança e maturidade.


Dois jogos, duas vitórias!!
Agora, vamos a Barcelos. Força Briosa!!

Hoje é o dia de mais uma vitória

Hoje é o dia de mais uma vitória, de fazermos história, de não termos medo e vencer!
Hoje às 18h00, todos ao estádio apoiar a Briosa para vencermos a equipa de Vila do Conde, que tem o nome de um rio...!

Uma equipa com jogadores à espera da reforma e outra metade emprestados, uma equipa que tem um jogador que tem de ser assobiado do início ao fim : joãozito pataco tomás, miserável jogador e pessoa sem personalidade, que trocou a BRIOSA a meio da época de 1999/2000, quando tinha 19 golos em 17 jogos, a troca de 50000€, oferecidos por um tal de vale e azevedo, e quando a BRIOSA estava em 1º lugar, na altura na 2ª liga, prejudicando a equipa que no final da época não conseguiu subir.

Hoje, mais que nunca, temos de dar tudo pela vitória, tem de ser nossa!!!

FORÇA BRIOSA!!!!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

MAIS UM PALHAÇO

Mais um palhaço que disse que ia dar um passo em frente na sua carreira, mas que afinal anda de cavalo para burro! Nuno Coelho não descansou enquanto não assinou pelo benfica, tendo andado toda a 2ª. volta da época passada a fingir que jogava pela Académica e com lesões esquisitas umas atrás das outras. Agora, vai jogar no Beira-Mar até ao final da temporada que está a começar! Que grande passo em frente, não há dúvidas! É só mais um a juntar-se a nomes como Cris, Miguel Pedro, etc., etc.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Liderança na Liga

A BRIOSA venceu ontem por 2-1,com toda a justiça, mais um derby, neste caso na marinha grande, pois a equipa de Leiria nem estádio tem para treinar, quanto mais jogar...

Os golos de Danilo e Éder deram a vitória no jogo e a liderança no campeonato, liderança esta que é para levar até ao fim!

BRIOSA: Peiser; Dias, Berger, Abdoulaye, Hélder; Habib, Adrien, Danilo; Sissoko, Éder, Diogo Valente.


Resumo: