ACADÉMICA DE COIMBRA - MUITO MAIORES DO QUE 'GRANDES'!   100% ACADÉMICA 100% ACADÉMICA SEMPRE A TAÇA 2012 É NOSSA!!!! APOIA A TUA EQUIPA LOCAL ACADÉMICA DE COIMBRA SEMPRE! BRIOOOOSAAAAAAAAA VENCEDORES DA TAÇA DE PORTUGAL 2012! 100% ACADÉMICA SEMPRE 100% ACADÉMICA

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Votação para jogador da Década de 2000!

Qual o mais Brioso jogador da década de 2000?

Comecemos por uma explicação para Tótós:
(Porque a ignorância é a mãe de todos os erros…)
Para os que só se preocupam em denegrir a Académica. Os mesmos que, apesar de todo o ano assistirem à imprensa portuguesa a menosprezar a Briosa e deteriorar o futebol português, lembram-se agora de criticar os jornalistas simplesmente por chamarem mudança de década à passagem de 2009 para 2010… Aprendam:
A década de 80 (ou década de 1980 ou anos 80) começou em 1980, se não fosse assim o símbolo da década de 80, o Cubo Mágico que venceu o prémio de melhor brinquedo de 1980, teria sido símbolo da década de 70! Por outro lado a Pamela Anderson, capa da revista Playboy de Fevereiro de 1990, não é sex symbol dos anos 80, nem o Big Brother de 2000 pertence aos anos 90...
As décadas começaram a ser referidas para o século XX. Ninguém chama década 0 à década que começou no ano 1 d.C., esses 10 primeiros anos poderão ser chamados de 1º decénio. Alguém que queira celebrar apenas a mudança de 2010 para 2011, então deve falar na entrada no 202º decénio que ocorre a 1 de Janeiro de 2011.


De resto, para marcar a mudança de década e celebrar estes 10 anos em que a Académica se afirmou na Primeira Liga com 8 presenças em 10 possíveis, o nosso blogue introduziu uma votação na barra lateral para os nossos leitores votarem no jogador da década de 2000!
De entre 20 opções que nos pareceram adequadas, escolha qual foi para si o mais Brioso jogador desta década!


Os membros do Académica Sempre aproveitam ainda para dar os votos de uma nova década em cheio para a Briosa, com o clube a afirmar-se cada vez mais forte no futebol Português e…Europeu!...
Para todos, umas excelentes entradas e um ano e década de 2010 perfeitos para vós e para nós, Académica!

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Site da Académica Hackeado!

Não fui eu...

Ia exactamente para escrever um post sobre, mais uma vez, os idiotas responsáveis pelo marketing e venda de bilhetes da Académica não terem bilhetes e preços disponíveis para o próximo jogo da Briosa, quando deparei com o ataque ao site oficial do clube.

Veja-se em:
http://www.academica-oaf.pt/index.php?id=67

Bem, nem sei o que dizer sobre isto... mas visto aparentemente só essa página do site (informações - próximo jogo) estar afectada, deve ser um alerta para a actualizarem....


Certo é que esta tarde ainda não se encontrava informação sobre os bilhetes para o jogo da Taça da Liga já este Domingo dia 3 pelas 16h contra o Estoril da Liga Vitalis.

Note-se que das restantes 5 equipas que jogam em casa nesta jornada, apenas o U.Leiria ainda não tem os preços anunciados.
De resto, todos já têm preços (podem confirmar carregando no nome do clube):
- Porto: entre 2€ a 5€ para sócios, entre 5€ a 10€ para não-sócios
- Sporting: entre 4€ a 10€ para sócios, entre 5€ a 20€ para não-sócios
- Benfica: 10€ para sócios, 15€ para não-sócios
- V.Guimarães: 5€ para sócios, 10€ para não-sócios


Estou muito curioso para ver quando e quais serão os preços. Note-se que os jogos já anunciados são contra adversários da Liga Sagres...

Faço questão de alertar todos os adeptos da Briosa que a receita deste jogo reverte na totalidade para os cofres da Académica!...
...mas por muita vontade que tenha de estimular todos a ir ao estádio, o ter que condicionar a passagem de ano para, no próprio Domingo dia do jogo, ter a preocupação de comprar o bilhete a um preço incerto para a pior bancada do estádio é demasiado frustrante para qualquer incentivo.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

PONTO DE SITUAÇÃO

Com o ano de 2009 a chegar ao fim e com a liga quase a entrar na segunda metade da competição, impõe-se que façamos uma análise aos resultados até agora conseguidos pela nossa equipa, para que possamos ter consciência de como está a decorrer a época até ao momento.
Não é novidade para ninguém que começámos da pior maneira. Se ao nível dos jogadores se seguiu uma estratégia conservadora, mantendo grande parte do plantel, facto que poderia ter contribuído para um começo seguro, a troca de equipa técnica revelou-se um verdadeiro fracasso, que só a sua substituição veio amenizar. Com Rogério Gonçalves, a Briosa conseguiu apenas 3 pontos em 7 jornadas, o que nos colocava numa situação particularmente delicada. Com a chegada de André Villas Boas voltou a ver-se a Académica mandona em casa e a dar luta em todos os jogos, como era apanágio da nossa equipa até ao início da presente época.

Chegados à 14ª. jornada, a Briosa tem 13 pontos e está na 12ª. posição, a 3 pontos da linha de água e a 8 pontos do 5º. lugar. É uma classificação que está perfeitamente de acordo com o que se tem feito nas últimas épocas: 2008/2009 - 14 pontos - 11º. lugar; 2007/2008 - 14 pontos; 12º. lugar.
No capítulo dos golos sofridos nota-se uma tendência para piorar. Neste momento já sofremos 23 golos, quando na época passada tínhamos sofrido apenas 13 nas mesmas 14 jornadas. Mas também aqui há o reverso da medalha, uma vez que sofremos mais 10 golos que na temporada transacta, mas também marcámos mais 10, o que poderá apenas querer dizer que a equipa tem uma mentalidade diferente, menos preocupada com o rigor defensivo e mais direccionada para o ataque.

Em suma, depois de corrigido o terrível erro inicial, estamos ao mesmo nível das últimas temporadas, em especial da última, em que conseguimos um excelente 7º. lugar, pelo que poderemos encarar o Novo Ano que se avizinha com optimismo e esperança!

Quanto ao plantel, o treinador já afirmou anteriormente que o ideal seria trabalhar com 25 jogadores, o que quererá dizer que alguns terão de mudar de ares. Quando se fala nestas questões, vêm à cabeça os nomes dos que têm sido pouco utilizados pelo técnico: Paulo Sérgio, Diogo Gomes, Bru, André Fontes, Bischoff, Licá, Vouhou. Destes, parece-me que os que terão "guia de marcha" pronta serão os casos de Bru, André Fontes, Bischoff e Licá. Certamente que alguns, até pela sua idade, poderão ser emprestados a outros emblemas para que, tendo mais hipóteses de jogar, possam melhorar as suas aptidões.

No que respeita a reforços, todos sabemos que as questões económico-financeiras são sempre muito delicadas na Briosa, o que impede que sonhemos com contratações sonantes aos magotes. Na minha opinião, há apenas uma posição em que se impunha um esforço: a de guarda-redes. Parece-me que nenhuma das soluções existentes (nunca vi actuar Barroca) fornecem a segurança que tivemos noutros tempos numa posição absolutamente fulcral para uma equipa de futebol. Era aqui que se deviam concentrar todos os esforços. É claro que um ponta de lança de qualidade inegável e que pudesse entrar "de caras" na equipa também seria muito bem-vindo, até porque falta experiência neste sector é óbvia, mas seria sempre uma questão secundária face à grande prioridade que é a baliza!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL

Que todos os veados sejam dos outros clubes, mas o Pai Natal é da Académica!


FELIZ NATAL !!!

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

O QUE É ISSO, PEDRO?!?!

Pedro Roma é um verdadeiro ícone da Briosa. Vai figurar na história da nossa Instituição como um dos maiores guarda-redes que alguma vez vestiram a mítica camisola da Académica. Ao longo da sua carreira tem prestado um serviço inestimável e que todos devemos agradecer e elogiar.

Hoje aparece na comunicação social a dizer isto:"Como é público, estou inscrito na Liga como jogador. Se as pessoas entenderem que sou útil para jogar, que manifestem essa vontade. A minha carreira só terminará no dia em que o fizer publicamente e isso ainda não o fiz".

Para que é que foram essas palavras? Como se vai sentir o Rui Nereu ao ler estas declarações do seu treinador, logo após um jogo em que esteve infeliz? O Pedro Roma, integrando a equipa técnica da Briosa, não pode aparecer nos jornais, ostensivamente, como um concorrente dos jogadores por ele treinados! Como é que fica a confiança dos subordinados para com o seu chefe? O ambiente de trabalho deve ficar uma maravilha depois destas declarações...

Todos sabemos que os jornaleiros desta terrinha conduzem as entrevistas de modo a que os entrevistados digam o que eles querem, mas o Pedro Roma já anda nestas lides há muitos anos e devia ter percebido a intenção. O que devia ter dito é que toda a gente sabe que ele está inscrito, ponto. Depois devia ter aproveitado para dar moral aos seus jogadores, afirmando que a Académica está bem servida de guarda-redes. Internamente, é óbvio que poderá dar conta das suas opiniões de outra forma. Para os jornais, nunca!

Continua assim a gestão de Recursos Humanos na Académica...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

NACIONAL 4 ACADÉMICA 3

Chuva, nevoeiro, golos e emoção num espectáculo da Liga Sagres sem direito a televisão.

Enquanto no resto do país de ceguinhos só havia olhos para ante-visões ao jogo da luta pelo 2º lugar (decidido por um mísero golo antecedido de um lance irregular), Nacional e Académica mostraram o que é futebol a sério e apresentaram 7 golos num jogo digno do melhor futebol. Infelizmente, a derrota saiu à Académica, muito por culpa do Guarda-Redes em dia não.

Na Académica alinharam: R.Nereu; Pedrinho, Berger, Amoreirinha, E.Rafael (Lito, 72'); N.Coelho (H.Cabral, 56'), Cris, Tiero: Sougou, J.Ribeiro (M.Fidalgo, 56') e Éder.

Veja-se então a sequência de acontecimentos da partida:
1-0 Mateus 3'
1-1 Tiero 9'
2-1 Ruben Micael 35'
Intervalo 45'
3-1 Edgar Silva 50'
3-2 Sougou 58'
Interrupção Nevoeiro 59'
4-2 Amuneke 65'
4-3 Miguel Fidalgo 74'
Interrupção Nevoeiro 78'
Fim 90'

Ficam as palavras AVB:
«O nevoeiro jogou a favor do Nacional, em todos os sentidos. Apareceu sempre nas alturas erradas, em que ansiávamos alguma coisa mais. Chegámos duas vezes ao golo e apareceu o nevoeiro. Acho que jogar fora, na casa do 4.º classificado e marcar 3 golos devia ser significado de vitória ou até empate. Sofremos demasiados golos, pelo que temos de trabalhar nesses erros defensivos. Entrámos apáticos, mas depois reagimos bem».

O Resumo:

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

ACADÉMICA NA 3ª FASE DA TAÇA DA LIGA, OBVIAMENTE!!

JUSTIÇA FEITA!!!!

A DECISÃO DO CONSELHO DE JUSTIÇA DA LIGA FOI DADA A CONHECER POR COMUNICADO (Comunicado oficial 124 - Época 2009-2010) EMITIDO PELA LIGA DE CLUBES QUE RECONHECEU A RAZÃO DA ACADÉMICA TAL COMO O NOSSO BLOGUE HAVIA ANUNCIADO!

ASSIM, COMO SERIA ÓBVIO, A ACADÉMICA CONTINUA NA TAÇA DA LIGA.

Não sabemos se os esforços do nosso blogue tiveram alguma influência, mas estamos orgulhos por que tenha sido feita justiça!

Recordamos então o Grupo A em que a Académica se encontra nesta 3ª fase.
- Porto
- Leixões
- Estoril
- Académica

Os jogos e as datas:
Académica vs Estoril - 3 de Janeiro
Académica vs Porto - 13 de Janeiro
Leixões vs Académica - 23 de Janeiro

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

DAME N'DOYE BRILHA NA EUROPA

Lembram-se dele?

Dame N'Doye é a estrela do FC Copenhague, actual 2º classificado da Liga Dinamarquesa. Ele é também o melhor marcador da equipa com 5 golos. Mas não só.

N'Doye foi o responsável pelo apuramento do FC Copenhague para os 16-avos de final da Liga Europa, apontando os 2 primeiros dos 3 golos com que a equipa derrotou fora o Sparta de Praga que se encontrava em igualdade pontual!

Aqui deixo o vídeo para regalo:


Agora claro, surge a questão...
O que aconteceu ao recurso da famosa cláusula de opção inválida quando da transferência para o Panathinaikos?...

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

RTP Pim Pam Pum

RTP é a sigla para Rádio e Televisão de Portugal.

Está é uma empresa públicas de televisão, que todos nós pagamos. A factura da EDP chega a todas as casas com electricidade em Portugal. Na conta, em letra miúda, figura um valor com a descrição ambígua de “Contribuição audiovisual”: 1,84 euros.
Em 2008, os portugueses pagaram à RTP 104 milhões de euros nesta taxa de televisão escondida nos recibos da electricidade.
Mas não bastou: generoso, o Governo concedeu-lhe ainda mais 160 milhões de euros antes de impostos.
Ao todo, e sem contar com a publicidade que entra nos cofres da televisão de Chelas, contam-se 264 milhões de euros de receitas.

Agora se todos pagamos para esta televisão pública, gostava que alguém me explicasse o que em seguida exponho.


Sabemos que todas as semanas há a transmissão em directo na RTP de um dos jogos da Liga Sagres de futebol. São 16 as equipas que constituem a Liga Sagres. Todos pagamos a mesma taxa de “Contribuição audiovisual”.

Então, quem me explica porque as transmissões de jogos na televisão Pública são sempre das mesmas equipas????
Digo isto porque, estando decorridas 13 jornadas, eis as equipas que foram alvo de transmissão até ao momento:
Porto - 5
Sporting - 4
Benfica - 4
Setúbal - 2
Rio Ave - 2
Académica - 2
Nacional - 1
Braga - 1
Paços - 1
Leiria - 1
Leixões - 1
Olhanense - 1
Belenenses - 1

É fácil de ver que todos os jogos contiveram Benfica, Porto e Sporting. Porquê????
O Braga está em 1º lugar, teve apenas 1 jogo transmitido, tal como o Nacional que está em 4º.


Esta semana o jogo transmitido será o Sporting (7º classificado) contra a Naval (10º classificado). Estas equipas dão uma média de classificação de 8,5º, e têm um total de 33 pontos. Esta será a 5ª transmissão de um jogo do Sporting de Lisboa.

Repare-se que existe outro jogo, que não terá qualquer transmissão, do Nacional (4º classificado) contra a Académica (12º classificado). Estas equipas dão uma média de classificação de 8º, e têm um total de 34 pontos. Na soma das duas equipas têm apenas 3 transmissões.


Como é possível se ter optado pela transmissão do primeiro jogo?!? Quem paga os impostos, todos nós ou os jornalistas do Pim Pam e Pum que fazem estas opções??

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

VITÓRIA MUITO IMPORTANTE

AAC 2 - Leixões 0

A Briosa conseguiu ontem uma vitória absolutamente essencial para poder começar, finalmente, a ter mais tranquilidade face à tabela classificativa. Frente a um adversário directo e que até estava com os mesmos pontos no início do jogo, a Académica construiu uma exibição segura e que demonstra que os jogadores estão cada vez mais confiantes nas suas capacidades, apesar das dificuldades apresentadas pelo Leixões que pressionou sempre bastante, mesmo no nosso meio campo.

André Villas Boas mantém-se fiel ao 4x3x3 e às equipas que vai apresentando, fazendo alterações apenas quando os jogadores não estão disponíveis. Ontem alinharam os seguintes atletas: Rui Nereu; Pedrinho, Berger, Amoreirinha e Emídio Rafael; Nuno Coelho (Lito), Cris e Tiero; João Ribeiro (Diogo Gomes), Sougou e Éder (Hélder Cabral). Melhor em campo: Emídio Rafael.

Resumo do jogo:

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

PREÇO DOS BILHETES

Fim do dia de quinta-feira e na página oficial da Briosa ainda não se encontra qualquer informação sobre os preços para o próximo jogo, frente ao Leixões, já neste Domingo pelas 16h no Estádio Cidade de Coimbra.

Uma vergonha.

Não se pense que os elementos responsáveis por este cargo têm estado a fazer um estudo sobre o preço adequado. Estão apenas a ser negligentes. Os preços apresentados irão certamente ser os mesmo que tem sido habitual:
Sócios: 10€ para as centrais inferiores, 12,5€ para as superiores (Não sócios: 10€ para a bancada Sul - Crianças: 5€!!)

Estando quase no dia do jogo já não se irá conquistar nenhum espectador-sócio com o anúncio e muito menos com o valor desses preços. Estádio às moscas...


Já referi este tema antes.

- Sabemos que não é por entradas grátis que o estádio enche, pois além de isso desvalorizar o espectáculo, nem sequer há adeptos suficientes para encher o estádio. As pessoas preferem pagar para um jantar da Casa do Sporting na Pedrulha do que ir ver a Académica grátis, isto porque a maioria da população é levada pelo marketing em massa da imprensa portuguesa para quem só existem 3 estarolas.

- Sabemos que os preços não podem ser em todos os jogos abaixo dos 5€, o que faria com que os bilhetes de época não fossem vantajosos e se criasse uma injustiça.

- Sabemos que costumam haver borlas no fim do campeonato porque a equipa precisa do apoio, se calhar porque faltou o apoio em todas as restantes jornadas devido ao preço elevado dos bilhetes

… Mas num jogo deste tipo o bilhete de sócio deveria no mínimo ser mais barato do que um não-sócio.


Tenho a certeza que havendo bilhetes a 5€ publicitados (mesmo que apenas no site oficial) no início da semana ao invés de a 10€ não-publicitados quase no dia do jogo, a quantidade de bilhetes vendida seria, no mínimo, o dobro. Isto significa que no mínimo haveria mais adeptos a apoiar a equipa sem qualquer prejuízo.

Olhando para as assistências e considerando os bilhetes de época e convites, esta quantidade de bilhetes pontuais vendidos de que estamos a falar é de certo muito reduzida, muito por culpa destes preços absurdos praticados.


Nota: Para quem não é sócio, ou é, "tanto faz", a Mancha está a disponibilizar bilhetes a 3 € até Sábado (ver aqui)
Também a Mancha Negra está a efectuar uma campanha de Natal para ajudar as crianças desfavorecidas (ver aqui)


ACTUALIZAÇÃO: Sexta-feira - 18h00

BINGO!

Sócios
Não Sócios
Poente Superior
12,5 €
25 €
Poente Inferior
10 €
20 €
Nascente Superior
12,5 €
25 €
Nascente Inferior
10 €
20 €
Sul

10 €
Infantil
5 € (central)
5 €

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Parágrafo do dia para reflectir

O blogue anti-académico http://pardalitosdochoupal.blogspot.com/ é um blogue que pratica censura e uma atitude totalitária apenas assente nos seus ideiais destrutivos para a Briosa, onde são apresentados unicamente 2 tipos de notícias:
- Copy paste de noticias de outras fontes, em geral negativas para a Académica
- Textos incompreensíveis de pessoas doentes mentais
Em toda esta tralha, são evidentes apenas duas preocupações:
- denegrir a académica todos os dias de todas as formas
- vangloriar-se das suas pseudo-visitas todas as semanas para tentar ganhar o poder que nunca tiveram nem hão-de ter
Caros leitores, não recomendo gastarem 1 cêntimo com os 3 diários estarolas, mas lamento informar que esse blogue nem serve para limpar as fezes pois infelizmente não existe em formato de papel.
Porém, tenho o prazer de anunciar esta caixa de comentários exclusiva para elogios (ou não) a esse blogue, e o melhor, SEM CENSURA!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

RENOVAÇÕES

O caso de Miguel Pedro está resolvido, mas há vários jogadores cujos contratos acabam no Verão de 2010 e que ainda não renovaram. Destes elementos, penso que a Briosa devia trabalhar para conseguir a renovação com Tiero, Cris, Berger e Orlando. Neste lote não incluí o Luiz Nunes, uma vez que foi noticiado há bastante tempo que iria renovar, pelo que acredito que seja um caso arrumado, apesar de ainda não se ter avançado.

Espero que a direcção já tenha começado a tratar destes assuntos, para que não se voltem a cometer os erros do passado!

Miguel Pedro vendido

Segundo o diário benfiquista A Bola, Miguel Pedro terá sido vendido ao Anorthosis Famagusta e vai assim abandonar a Académica na época de transferências de Janeiro. Miguel Pedro irá jogar no actual 5º classificado do campeonato do Chipre (foram campeões há 2 épocas), e terá como companheiro de equipa Ricardo Fernandes que também já alinhou na Briosa.

Os valores do negócio ainda não foram avançados, mas note-se que o Avançado de 26 anos da Briosa terminava contrato no final desta temporada.

Desejamos a melhor sorte para o futuro de Miguel Pedro, em particular no mês que lhe resta a serviço da Briosa!...

IDENTIDADE E PERSONALIDADE

benfica 4 - AAC 0
(imagem do pântano das ovelhas)

Vitória normal dos estarolas. O que tem de se reter deste jogo é que André Villas Boas está a conseguir incutir uma identidade e uma mentalidade nesta Académica. Seja qual for o adversário, a Briosa joga sempre da mesma maneira e o treinador não é tentado a meter mais uns defesazinhos quando joga contra algum dos mafiosos. A Briosa alinhou no habitual 4x3x3, com o mesmo onze inicial que actuara na última jornada, frente ao Setúbal. (Melhor em campo: TIERO) Tentou sempre fazer o que se chama de "pressão alta", chegando mesmo a colocar dez jogadores no meio campo dos da casa. É assim que se constrói uma verdadeira equipa. É pena termos começado tão tarde a trabalhar com deve ser, mas agora é manter este rumo, nem que surjam alguns contratempos.

Para além deste aspecto há mais três coisas a reter do jogo de ontem. O árbitro, mais uma vez, prestou vassalagem à máfia; O David Luiz pode fazer o que bem entender dentro e fora da sua grande área, que o pior que lhe acontece é levar um cartão amarelo; Para quem tanto se queixou do relvado na semana passada, o Sr. Jesus bem que se pode limpar à bela porcaria que tem em casa (deve ser um problema da 2ª. circular).


Resumo do jogo (reparar na "falta" para o quarto golo):


Amostra da tendência do árbitro (imagens retiradas do blogue Briosa de um dos penaltis que ao contrário teriam direito a apito - dedicado aos jornalistas da TSF):

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

NÃO BRINCAM!

A Administração da SAD do Braga não brinca em serviço e, também por isso, os resultados desportivos começam a aparecer. Insurgindo-se contra o servilismo abjecto que é a imagem de marca da liga para com os cabecilhas da máfia tricéfala que domina o futebol português, aquele órgão emitiu um comunicado contundente para com o conselho de disciplina, que mais parece um conjunto de papoilas saltitantes, em vez de um órgão isento e disciplinador. Se todos tomassem estas atitudes sempre que se sentissem ultrajados perante uma liga que não os defende como lhe competia, talvez as coisas começassem a mudar...

Aqui fica o comunicado na íntegra.

domingo, 29 de novembro de 2009

ACADÉMICA 3 SETÚBAL 0

O frágil Vitória de Setúbal serviu para a Académica largar finalmente a lanterna vermelha e dedicar 3 pontos ao falecido sócio nº 1 da Briosa, Dr. Joaquim Isabelinha.
Desde Fevereiro de 2006 que os adeptos da Académica não assistiam no ECC a uma vitória por uma margem de 3 golos. Hoje cerca de 2750 espectadores sentiram de novo, ao vivo, o orgulho de ser da Briosa.

Na Académica alinharam: R.Nereu; Pedrinho, Orlando (Amoreirinha, 45'), Berger, E.Rafael; N.Coelho, Tiero, Cris; Sougou, Éder (Vouho, 79´), J.Ribeiro (M.Pedro, 73´).

A Briosa fez um jogo confortável, e os golos foram surgindo com naturalidade. Sogou marcou o primeiro aos 21' e lançou a equipa para a vitória já na 2ª parte, ao ganhar um livre directo que Tiero bateu com categoria quando estavam decorridos 49'. Aos 68', João Ribeiro desfez alguns rins da defensiva do Setúbal e conquistou uma grande penalidade que Sogou, novamente, não desperdiçou.
As palavras de André Villas Boas: «Antes de mais, queria dedicar a vitória a Joaquim Isabelinha, personagem importante desta instituição. Era o salto que queríamos e conseguimo-lo com bom futebol. Veio na sequência daquilo que temos vindo a fazer, é mais uma progressão. É uma dupla satisfação por termos vencido e saído da linha de água. Não podemos agora entrar novamente em histerismo, ganhar ao Setúbal era a nossa obrigação. É preciso continuar a pontuar mas, claro, é um estímulo. Foi uma vitória do colectivo, conseguimos a objectividade que procurávamos no jogo, e conseguimos conciliar o jogo vertical com horizontal.»

Os Golos:


Resumo:

sábado, 28 de novembro de 2009

Clássico

Os portugueses vão seguindo os seus rebanhos e sendo levados por toda imprensa sediada em Lisboa que dedicou todas as capas dos jornais da última semana a um jogo entre o 2º e o 8º classificado, não dando qualquer atenção por exemplo ao jogo entre o 1º e 7º ou mesmo entre o 3º e o 6º... Um jogo transformado grande apenas pelo marketing gratuito praticado pela imprensa e respectivos jornalistas facciosos.
Um dos nomes mais sujos do futebol Português, Pinto da Costa, teve umas palavras interessantes nesta semana, acusando o país de estrangulado e centralista. Outro dos nomes sujos, Rui Alves, presidente do Nacional, mostra também ser alguém que consegue ver mais além neste aspecto, como comprovado pelas suas palavras e actos contra a imprensa.


Em relação a futebol, poucos sabem, mas o ECC recebe este Domingo um genuíno clássico do futebol português. Académica e Vitória de Setúbal já se encontraram em cerca 100 ocasiões para o campeonato português. Apesar de no total o Setúbal deter quase 50% das vitórias, nos jogos realizados em Coimbra a Académica tem 21 vitórias, 12 empates e 14 derrotas, tendo conquistado a maior vitória em 1950 por 6-0. Nas últimas 10 épocas para o campeonato, a Académica só venceu mesmo na época passada por 1-0, golo de Cléber no único penalty da época.

O jogo irá realizar-se Domingo pelas 16h com 70% probabilidade de chuva. O árbitro será André Gralha de Santarém.
Para o jogo o técnico da Briosa AVB convocou: 1- Rui Nereu; 31- Barroca; 2- Amoreirinha; 5- Berger; 15- Orlando; 19- Pedrinho; 22- Emídio Rafael; 30- Pedro Costa; 17- Cris; 28- Jonathan Bru; 33- Tiero; 66- Nuno Coelho; 85- Diogo Gomes; 10- Miguel Pedro; 14- Miguel Fidalgo; 18-Sougou; 21- Éder; 25- João Ribeiro; 27- Vouho.

Por último, o preço dos bilhetes (ver link).
Se os não-sócios conseguem bilhetes a partir de 10€, os sócios conseguem bilhetes a partir de... 10€!... Ridículo.
Ao saber que o preço dos bilhetes apenas é disponibilizado na 6ª feira, poderia-se pensar que isto é devido a uma árdua análise e ponderação sobre qual deverá ser esse preço. Mas pelos preços praticados verifica-se uma completo desprezo sobre este assunto, já que estes são apenas copiados dos preços anteriores sem qualquer reflexão.
Sabemos que não é por entradas grátis que o estádio enche, pois não há adeptos uma vez que a maioria da população é levada pelo marketing em massa da imprensa portuguesa para quem só existem 3 estarolas.
Sabemos que os preços não podem ser em todos os jogos abaixo dos 5€, o que faria com que os bilhetes de época não fossem vantajosos e se criasse uma injustiça.
Mas um jogo deste tipo o bilhete de sócio deveria no mínimo ser mais barato do que um não-sócio.
Tenho a certeza que havendo bilhetes a 5€ publicitados no início da semana ao invés de às 6ªs, seriam vendidos no mínimo no dobro da quantidade, trazendo mais público sem qualquer prejuízo. Note-se que olhando para as assistências e considerando os bilhetes de época e convites, a quantidade de bilhetes pontuais vendidos é de certo muito reduzida, muito por culpa destes preços absurdos praticados.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Grupo A da Taça da Liga

O lugar da Académica na 3ª fase da Taça da Liga encontra-se no Grupo A, juntamente com Porto, Leixões e Estoril.

Os jogos decorrem em Janeiro, e a Académica irá começar por receber o Estoril, na segunda jornada recebe o Porto, e por fim termina a 3ª fase em Matosinhos frente ao Leixões.

Note-se que passam o 1º classificado e o 2º melhor dos 3 grupos. Os critérios de desempate são os mesmos utilizados na 2ª fase. Ou seja, o último critério de desempate segundo o regulamento volta a ser:
"4.º - Média etária mais baixa de jogadores utilizados nos jogos da 3.ª Fase."

Sendo 3 jogos, obviamente é de evitar que a Académica jogue com jogadores como Tiero em todos os jogos, pois a sua idade de 34 anos se for "utilizado nos 3 jogos da 3ª fase" terá um grande peso. Ah... aliás... estou baralhado... Tiero só tem 28 anos... e pode jogar os 3 jogos porque a sua idade só conta uma vez... ou não!?

A Palhaçada da Liga ainda não chegou ao fim. Mas nós ainda não nos esquecemos, e não é colocando o nome de Portimonense onde devia estar ACADÉMICA e ignorando o nosso protesto que as coisas vão acabar.

A Luta Continua! Enviem ou reenviem os vossos emails de protesto:
http://www.lpfp.pt/provedor_do_adepto/pages/fale_com_o_provedor.aspx
geral@lpfp.netcabo.pt,
financeiro@lpfp.netcabo.pt,
comunicacao@lpfp.netcabo.pt,
marketing@lpfp.netcabo.pt,
tecnologia@lpfp.netcabo.pt,
augusto.silva@lpfp.netcabo.pt
Orlando CARVALHO:
orlando.carvalho@lpfp.netcabo.pt
orlando.carvalho-3279p@advogados.oa.pt
228 348 740

terça-feira, 24 de novembro de 2009

LUTO

Mais uma vez a família académica está de luto. Faleceu, aos 100 anos, o sócio nº. 1 da Briosa, o Dr. Isabelinha.

O "Académica Sempre" envia à família os nossos sentidos pêsames.

domingo, 22 de novembro de 2009

FRACASSO E FRUSTRAÇÃO - 1-1 (2-4)g.p. - (com resumo)

De acordo com as próprias palavras de AVB, a eliminação da Académica nos 16-avos final frente ao Beira-Mar foi um autêntico fracasso: «Faltou-nos um pouco mais de carácter e agressividade. Não duvido que o espírito de sacrifício do Beira Mar foi superior ao nosso. Vejo este resultado como um grande fracasso e desilusão. É uma lição para todos nós. Há que assumir as responsabilidades. Sabíamos os problemas que o adversário nos podia criar em termos de espírito sacrifício, agressividade e entrega. E, se calhar, nem todos estiveram ao mesmo nível. Fica uma grande frustração. Entendo que houve uma mudança de atitude da nossa parte da primeira para a segunda parte. Quando pensava que seriamos capazes de nos superiorizar, foi o Beira Mar que o conseguiu. Vejo isto como um fracasso colectivo, entenda-se, não apenas dos jogadores. Também eu tive escolhas e também tenho de reflectir. Pensava que essas escolhas iam permitir mais oportunidades e o segundo golo. Via o adversário cada vez mais perigoso nas transições e nós a cometer uma série de erros. É preciso que, pese o fracasso, os jogadores sejam capazes de acreditar e continuem a jogar segundo as nossas ideias, só assim faz sentido. Pena que não tivéssemos aprendido a lição do ano passado. Parabéns ao Beira Mar, espero que ultrapassem situação que atravessam.»

Fracasso e frustração são de facto as palavras que descrevem o sentimento de um adepto que apenas pode assistir a algo que os elementos da equipa podiam e deviam ter feito melhor. Como agravante, o preço para ver o jogo: 8€ !! Preço supostamente imposto pela AFC... Em Braga ou Vila do Conde por exemplo, contra adversários da 1ª Liga e 2ª Liga respectivamente, os bilhetes eram a 5€.
Pagar 8€ para ficar amontoado com mais 800 adeptos na pior bancada do estádio a assistir a um futebol lastimável e a mais uma eliminação prematura da Taça frente a adversários que mesmo sem receber ordenado lutam o dobro dos nossos... É... Muito mau.

Na Académica alinharam: Ricardo (R.Nereu, 82m); Pedrinho, Berger, Orlando, E.Rafael; N.Coelho, Cris, D.Gomes (A.Fontes, 52m); Sougou (M.Fidalgo, 68m), Éder e J.Ribeiro.

A Académica até começou bem, a dominar o jogo, conseguindo a vantagem com um grande golo de Éder aos 17m. Porém a partir daí a exibição da Briosa foi uma nulidade, com o Beira-Mar a chegar naturalmente ao empate aos 62m. Nem a jogar contra um jogador a menos durante todo o prolongamento a Académica conseguiu voltar a marcar. Por fim, no desempate por grandes penalidades, veio a derrota.
Azar, falta de empenho, falta de treino de grandes penalidades ou de apoio dos adeptos (em particular da Mancha Negra) que se silenciaram quando o apoio era mais importante... tanto faz. Seja o que for, o resultado foi numa palavra, Miserável.

Resumo:

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

MAIL PARA TODOS ENVIARMOS À LIGA

Foram hoje homologados os resultados da Taça da Liga com a Académica em 2º lugar, estando parte da informação sobre a classificação omitida, como é o caso dos golos e médias etárias, critérios de desempate tão importantes quanto os pontos obtidos. É escandaloso, veja-se em: http://www.lpfp.pt/SiteCollectionDocuments/Comunicado%20oficial%20102%20-%20%C3%89poca%202009-2010.pdf

Assim sendo, está na altura de passar ao ataque. O senhor Orlando Carvalho, director executivo da liga, é o primeiro alvo a abater, após as suas falsas declarações sobre a forma como se calculava a média de um jogador que mudou de idade entre o 1º e 2º jogo. A prova como este senhor ou mentiu ou é incompetente foi apresentada no nosso penúltimo post. Toda a matéria sobre o roubo que está a decorrer está também está apresentada nos posts anterior.


Para já, o blogue Académica Sempre lança o apelo a todos os adeptos da Académica para ripostar o ataque de que estamos a ser alvos. Assim, vamos encher as caixas de correio da liga com o nosso protesto!!!

Aqui ficam os endereços a utilizar.
Em primeiro, podem usar o Provedor da Liga em:
http://www.lpfp.pt/provedor_do_adepto/pages/fale_com_o_provedor.aspx
(Não precisam de dar os vossos dados mais pessoais, são privados. Se há alguma coisa para mostrar são contas das médias por eles.)

Fora o provedor, aqui disponho também uma série de emails da Liga (podem mandar para todos):
geral@lpfp.netcabo.pt,
financeiro@lpfp.netcabo.pt,
comunicacao@lpfp.netcabo.pt,
marketing@lpfp.netcabo.pt,
tecnologia@lpfp.netcabo.pt,
augusto.silva@lpfp.netcabo.pt

e por fim, os contactos do alvo a abater!:
Orlando CARVALHO
orlando.carvalho@lpfp.netcabo.pt
orlando.carvalho-3279p@advogados.oa.pt
228 348 740


Para quem não quer ter trabalho a escrever um texto, deixamos já aqui um exemplar. Se quiserem mandar este têm o nosso apoio (podem enviar também para a imprensa). Não custa nada, copiar colar (Ctrl+C _ Ctrl+V).
Interessa é que haja protesto para verem que Portugal não é 3 rebanhos e o resto que se "trame". ESTAMOS CÁ PARA O COMBATE, SE NOS AFUNDARMOS NÃO VAMOS SOZINHOS!


-------------------------- exemplo de mail para envio ---------------------------------

Exm.º(ª) Senhor(a),

Gostaria de saber porque é que a homologação dos resultados da 2ª fase da Taça da Liga (http://www.lpfp.pt/SiteCollectionDocuments/Comunicado%20oficial%20102%20-%20%C3%89poca%202009-2010.pdf) não mostra, nas tabelas de classificação, a informação sobre golos marcados e sofridos, bem como médias etárias. Sendo critérios de desempate, são tão importantes quanto os pontos obtidos e deviam estar assinalados para todas as equipas, mesmo as que ficaram empatadas em 2º e 3º lugares.
Ocupava muito espaço, não sabem ou têm algo a esconder?

Em segundo lugar, gostaria de perguntar porque ainda não mudaram a classificação do Grupo A, colocando a Associação Académica de Coimbra / OAF em 1º lugar. É que, se nos basearmos no vosso acórdão da época passada sobre caso semelhante, a média etária da Académica é a que se “harmoniza com o espírito geral do regulamento” e acabará assim por ficar em 1º lugar após recurso! Se tivesse sido já colocada em 1º, poupava-se uma vergonha para a Liga. A “harmonia com o espírito geral do regulamento” é confirmada pelo facto de que a única forma de o Portimonense se qualificar, seria não considerar que jogadores como Pedro Silva (35anos), Moita ou Vasco Matos (ambos com 29anos) jogaram os 2 jogos. No limite, aplicando este regulamento a uma taça da liga com 30 jornadas, se em 29 jornadas jogassem jogadores veteranos e apenas numa jornada jogassem juvenis, obviamente teria que se somar 29 vezes na média os veteranos e uma vez os juvenis, a dividir pelas 30 jornadas, de forma a que a média etária pudesse fazer sentido, e assim, a alínea em causa, “harmonizar-se com o espírito geral do regulamento”.

Já agora, aproveito para perguntar se me sabem dizer se o vosso director executivo é mentiroso ou incompetente. É que, segundo as declarações dele à imprensa sobre a média etária calculada quando um jogador tem idade diferente em 2 jogos, esta era conseguida através de uma média especial de idade para esse jogador (inventou ele sem haver nenhuma alínea referente a isso no regulamento). Todavia, com base nos resultados apresentados no vosso site (e que se apressaram a esconder), Portimonense com uma média de 24,556 e a Académica com 24,682, consegue-se perceber (após 4 dias de cálculos) que a idade dos jogadores considerada pela liga é igual em ambos os jogos, pois foi calculada com base, apenas, na diferença entre 2009 e o ano de nascimento (não obstante aumentarem a idade a jogadores que ainda não fizeram aniversário em 2009). Uma vez que não há concordância entre as afirmações proferidas e as fórmulas usadas, chego à conclusão que o senhor Orlando Carvalho, ou mentiu, ou é incompetente, sem outra alternativa possível. Por favor esclareçam-me então qual das opções será e digam-me também se será imediatamente, ou em breve, que esse senhor pedirá a demissão dos cargos que ocupa na Liga, que é de todos nós.

Por outro lado, o método de cálculo utilizado pela Liga (subtrair a 2009 o ano de nascimento do jogador para determinar o valor que se considera como a sua idade; e considerar apenas uma vez esse jogador, mesmo que actue nos dois jogos) vai contra os regulamentos aprovados por essa mesma entidade. No caso de, no final da 2.ª fase da prova, todos as equipas de um determinado grupo terminarem empatadas em pontos e em diferença de golos, dizem os regulamentos que o desempate é feito pela “ média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase". Ora, é por demais evidente que os valores que a liga utilizou para os cálculos da média não são as idades dos jogadores (os atletas que fazem aniversário após o dia 11 de Novembro – data do último jogo – foram considerados para a média com um ano a mais do que na realidade têm), sendo, por isso, ilegal o método de cálculo utilizado. O único método de cálculo que cumpre integralmente os regulamentos é chegar à média etária, somando as idades dos jogadores em cada uma das partidas (as idades dos que jogaram os dois jogos devem ser somadas duas vezes para se ter em conta a possibilidade de haver atletas que façam anos no espaço temporal que medeia as duas partidas) e dividir pelo número total de jogadores (neste caso 28, porque todas as equipas utilizaram 14 jogadores em cada partida)! Assim, não só em “harmonia com o espírito geral do regulamento” mas fundamentalmente cumprindo os regulamentos que a própria Liga aprovou e tem o dever de fazer cumprir, é a Associação Académica de Coimbra / OAF que tem a média etária mais baixa e deverá, por isso mesmo, ser qualificada para a próxima fase!

Agradecendo desde já a vossa atenção,
Com os melhores cumprimentos.

MERCI PLATINI!

Cada vez mais o futebol é manchado pela teia de interesses que se move à sua volta. A França terá que agradecer às estruturas que regem o futebol mundial e, certamente, ao Sr. Platini, que nunca se cansa de repetir que foi escandaloso o valor pago pelo R. Madrid para contratar Ronaldo. ESCANDALOSO?!?!?! EU MOSTRO-LHE O QUE É ESCANDALOSO, Ó SEU FRANCÊS ARROGANTE:


segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ESCANDALOSO E ABSURDO!

Tentando dar cobertura a mais um erro grosseiro da liga que, teoricamente, gere os destinos do futebol português, aparece um tal de Orlando Carvalho (deve ser Dr., certamente, pois neste país qualquer iletrado consegue um título académico numa qualquer universidade de vão de escada) a sair da toca. Segundo esse senhor, que parece que é o director executivo da liga, “Se, por exemplo, um jogador tiver 27 anos num jogo, mas no anterior tenha tido 26, somamos as duas idades e dividimos por dois”. Como é que disse? Mas então o regulamento de competições é para cumprir, ou não? A desfaçatez é tão grande que se inventa mais um artigo à vontade do freguês? O que diz o regulamento, acerca da forma de desempate com base na média etária é o seguinte: “Média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase”. O que diz o regulamento é só isto, mais nada! Não prevê nenhum método de cálculo específico para os casos em que os jogadores façam os aniversários no espaço de tempo que medeia as duas partidas! Não se pode inventar agora uma coisa à pressa, só porque o especialista que redigiu o regulamento nem se lembrou dessa possibilidade!

Assim, seguindo à risca o referido regulamento, tem de se calcular a média de idades para se proceder ao desempate entre a Académica, o Portimonense e o Beira-Mar. Aqui, como tem sido referido no nosso blog, pode haver duas interpretações: ou calcula-se a média etária de todos os jogadores, somando as suas idades nos dois jogos e dividindo pelo número total de jogadores utilizados, ou seja 28 (1ª abordagem); ou calcula-se a média etária somando as idades dos jogadores apenas uma vez, mesmo que tenham participado nos dois jogos (2ª abordagem). Mas há um problema com o segundo método de cálculo: não prevê a possibilidade dos jogadores poderem fazer anos entre uma partida e outra! PORTANTO, O ÚNICO MÉTODO DE CÁLCULO QUE SEGUE O REGULAMENTO E, AUTOMATICAMENTE, PREVÊ OS CASOS PARTICULARES DOS ATLETAS QUE FAZEM O ANIVERSÁRIO ENTRE UM JOGO E OUTRO, É O PRIMEIRO! MÉTODO QUE SEMPRE DEFENDEMOS, TAL COMO A ACADÉMICA E ALGUNS ADEPTOS DO PORTIMONENSE, ANTES DE ALINHAREM NA CHICO-ESPERTICE DOS SEUS DIRIGENTES E EQUIPA TÉCNICA! Assim, não há dúvidas que será a Académica, dos três, a que tem a média etária mais baixa! O MÉTODO IMAGINADO À PRESSA PELO SR. ORLANDO É ILEGAL, UMA VEZ QUE NÃO ESTÁ CONTEMPLADO NO REGULAMENTO!

Mas há mais, para desmentir estas declarações deploráveis de um (ir)responsável da liga! Ainda na época passada, houve outro caso no desempate entre dois clubes (Guimarães e Belenenses). Nessa altura, a liga veio dar razão ao Guimarães atendendo ao “Espírito Geral do Regulamento”. Escreveu-se no acórdão de então: “... o critério da diferença entre golos marcados e sofridos harmoniza-se com o espírito geral do regulamento, que é o de estimular e premiar a marcação de golos, como está claramente expresso no ponto 2º do nº3 do artigo 7º da Taça da Liga”. Muito bem, isso quer dizer que se deve ter em atenção o espírito geral do regulamento que, neste caso particular, pretende dar mais oportunidades aos jovens jogadores, o que se consegue utilizando jogadores mais jovens DURANTE todos os jogos e não utilizar juniores durante 1 minuto apenas para figurarem na ficha do jogo, por forma a baixar a média! PORTANTO, SEGUINDO A JURISPRUDÊNCIA, TAMBÉM NESTE CASO DEVERÁ SER DADA RAZÃO À ACADÉMICA!


ISTO NÃO É TUDO!! O meu colega de blogue João António foi provavelmente, após 4 dias, a primeira pessoa a conseguir calcular os famosos números das médias de idades que a liga colocou no seu site e depois se apressou a retirar! Caros leitores, isto é verdadeiramente irracional e só pode ter sido feito por autênticas bestas quadradas! O método de cálculo assenta na facto de só se contar cada jogador uma vez, e a sua idade é calculada subtraindo a 2009 o ano de nascimento do jogador! Assim, sem mais nem menos! Os valores que a liga colocou foram: Portimonense – 24,556 o que bate certo. Quanto ao valor dado à Académica – 24,682 também está errado, pois mais uma vez fizeram um erro grosseiro, enganando-se na idade de um jogador (provavelmente o Lito, que é o mais velho) em 10 anos!!!!

Isto, além de ser totalmente ridículo, vem colocar a nu uma coisa gravíssima: O director executivo da liga, nas declarações que fez aos jornalistas, ou mentiu, ou não sabe minimamente o que se passa na instituição que deve dirigir, uma vez que não é verdade que a liga tenha calculado a idade de um jogador que faça anos entre os dois jogos, com base na média da sua idade! Tendo em conta este escândalo, a Académica deve pedir a DEMISSÃO IMEDIATA DO DIRECTOR EXECUTIVO DA LIGA!!!


Esta é mais uma contribuição do blogue “Académica Sempre” para que não se faça mais uma injustiça para com a Académica, questão que devia ser prioritária para todos os académicos, especialmente os que têm blogues. Infelizmente, como vem sendo hábito, alguns viram na decisão da liga mais uma forma de atacar a direcção e preferem analisar o número de visitas ao seu espaço e vangloriar-se desse número. Depois, não têm tempo, ou não têm interesse, para fazer outro tipo de cálculos...

Espero que a direcção vá até às últimas consequências e não deixe morrer este caso!

domingo, 15 de novembro de 2009

Cúmulo das contas da Liga

Ainda sobre o Palhaçada da Liga, JES confirmou que irá ser apresentado recurso (ver link) e acusou a Liga de se ter recusado a prestar esclarecimentos antes e após o jogo. Uma vergonha que a liga tentou desmentir (ver link) mas não consegue, como se confirma pelo facto de terem retirado os valores das médias etárias do seu site e continuarem ainda sem mostrar as suas contas ilusórias (ver link).

O p*lh*ç* do director executivo da LPFP, Orlando Carvalho, apenas disse que em relação a um jogador que tenha idades diferentes nos 2 jogos, faz-se uma idade média para ele (Ou seja, considera-se os 2 jogos para esse jogador mas não se considera para nenhum dos restantes!...). Assim, apesar do senso comum ser a 1ª abordagem que nós apresentámos aqui, que calcula a média etária como se fosse a média de golos ([1º jogo + 2º jogo]/2), as palavras desse p*lh*ç* dão a entender que a liga seguiu a 2ª abordagem também apresentada pelo nosso blogue.

Agora, veja-se só o cúmulo desta abordagem da Liga quando aplicada a uma competição:

Imaginemos um Campeonato Nacional com 30 jornadas.
Uma equipa joga da 1ª à 29ª jornadas (29 JOGOS!!) com 11 jogadores de 33 anos.Na 30ª jornada (1 JOGO!) a equipa já sem objectivos joga com a equipa de juniores, 11 jogadores de 19 anos.
Qual a média etária dos jogadores utilizados durante a competição?


- Média esperada por qualquer pessoa segundo o senso comum (1ª abordagem)
[ 33(anos)*11(jogadores)*29(jogos)+19(anos)*11(jogadores)*1(jogo) ] / [ 30(jogos)*11(jogadores) ] =
32,5 anos

- Média inventada segundo as contas da Liga (2ª abordagem)
[ 33(anos)*11(jogadores)+19(anos)*11(jogadores) ] / 22(jogadores) = 26 anos !!


E esta hein?...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

VILLAS-BOAS FICA

Segundo o jornal Diário de Coimbra (aqui nós citamos SEMPRE as nossas fontes), André Villas-Boas fica na Briosa. As direcções não chegaram a acordo para a transferência. Também o site oficial confirma isso mesmo.

SUBSTITUIÇÃO DO PORTIMONENSE CONFIRMA RAZÃO DA ACADÉMICA!

A prova de que o Portimonense pensa da mesma maneira que a Académica foi dada no próprio jogo, quando já em tempos de compensação o técnico do Portimonense insistiu com o 4º árbitro na entrada do Guarda-Redes suplente Sapateiro de 19 anos.
Ao contrário do (mais uma vez) erradamente anunciado na imprensa, a entrada deste jogador não teve qualquer influência na média etária, pelo menos na possível abordagem em que daria o Portimonense como vencedor do Grupo (2ª abordagem). Veja-se os quadros para essa abordagem!
Com Sapateiro:Sem Sapateiro:Os quadros mostram que o Portimonense venceria quer com Sapateiro quer sem Sapateiro. (Mesmo se Tiero fosse considerado ter 34 anos como aparece MAL no site da liga, também o resultado seria igual).
Então... PORQUÊ era tão importante para o Portimonense a entrada de Sapateiro no último segundo de jogo!!?...

RESPOSTA: Porque o Portimonense usava a mesma abordagem (1ª abordagem) que a Académica, a verdadeira e óbvia!

Como já havia referido num post anterior logo após o final da partida, o Portimonense poderia ter sido induzido em erro por Tiero aparecer no site da Liga com 34 anos quando na verdade tem 28 (ver link).
De facto, na abordagem tomada por ambos os clubes (1ª abordagem), se Tiero tivesse 34 anos venceria o Portimonense à custa da entrada de Sapateiro, mas com os 28 anos que Tiero tem na realidade a solução é indiscutivel: VENCE A ACADÉMICA!
Tiero com 34:Tiero com 28:

Continuamos à espera que a liga apresente a forma como calculou os resultados ilusórios que apresentou. Começa a parecer que a liga para evitar ser responsabilizada pelo erro crasso na idade de Tiero que tem no site optou pela via de apresentar uns resultados fantasma que ninguém consegue calcular, de tal forma que o erro na idade de Tiero assim não tem impacto.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

A VERDADE SOBRE O APURAMENTO - TAÇA DA TRETA

A definição de Média etária mais baixa, e lembre-se que é "média" e não "média ponderada", tem até ao momento 3 interpretações. Olhando para Académica e Portimonense, visto que o Beira-Mar tem claramente valores mais fracos, aqui ficam as 3 diferentes interpretações e análise das mesmas.


1ª ABORDAGEM
A 1ª alternativa, mais intuitiva, seguida por exemplo pelos adeptos do Portimonense (ver link1 e link2), defende que a média é contabilizada por todos os jogadores utilizados em cada jogo, tendo em conta que são 2 jogos, e em cada jogo jogam 11 jogadores + os suplentes. O Próprio regulamento em relação à 3ª fase refere o critério como “Média etária mais baixa de jogadores utilizados NOS JOGOS da 3.ª Fase”. A idade é um valor variável e portanto é óbvio que seja considerado o valor de ambos os jogos.
Aqui fica o quadro que dá a vitória à Académica:
Fazendo uma análise para Tótós, comparando com o cálculo da média de golos, essa é feita da seguinte forma: os golos do 1º jogo mais os golos do 2º jogo a dividir por 2. Neste caso, a média etária é então: a média etária do 1º jogo mais a média etária do 2º jogo a dividir por 2, o que resulta nos mesmos valores apresentados.



2ª ABORDAGEM
A 2ª hipótese que surge devido a mais um regulamento dúbio e inadequado da Liga, considera apenas os jogadores utilizados como se toda a fase fosse apenas 1 jogo, o que equivale a dizer que a Académica no 2º jogo jogou apenas com 8 jogadores e o Portimonense com 4.
Aqui fica o quadro que daria a vitória ao Portimonense:A grande FALHA desta abordagem que a deita completamente por terra é como considerar um jogador como Orlando, que tinha 29 anos no primeiro jogo e 30 anos no segundo jogo!?!? Volta-se a considerar este jogador repetido no segundo jogo (como na 1ª abordagem) e não se faz o mesmo aos restantes jogadores?!??? Óbvio que NÃO! Esta 2ª abordagem está ERRADA. A hipótese de considerar Orlando como 29,5 anos também estaria INCORRECTO pois é considerar a idade do jogador em ambos os jogos e ao fazê-lo efectuar uma “média ponderada”, que tem uma definição bem diferente de “média” que vem no regulamento.



3ª ABORDAGEM
A 3ª alternativa é um fantasma apresentado pela Liga, que dá a vitória ao Portimonense com uma média de 24,556 e a Académica com 24,682, valores que nem eu nem ninguém ainda conseguiu decifrar. MOSTREM AS CONTAS!!



Por fim, e visto que já temos a experiência da incompetência deste organismo derivada da época passada, recorde-se a resolução que foi dada a favor do Guimarães:
à diferença entre golos marcados e sofridos; tal corresponde ao entendimento comum na linguagem do futebol e, certamente por isso, como tal, foi interpretada pela generalidade da comunicação social, designadamente as televisões quando traçaram cenários de apuramento em face dos resultados que se iam verificando nos jogos da última jornada".
Além disso, a Liga defende que o critério da diferença entre golos marcados e sofridos "harmoniza-se com o espírito geral do regulamento, que é o de estimular e premiar a marcação de golos, como está claramente expresso no ponto 2º do nº3 do artigo 7º da Taça da Liga".

Ora, o entendimento comum foi a primeira abordagem apresentada no nosso blogue e no blogue do Portimonense. Harmonizar-se com o espírito geral do regulamento é considerar ambos os jogos efectuados, e não focar-se em jogadores utilizados como se fosse um só jogo, esquecendo que jogadores do Portimonense com 35 anos (Pedro Silva) e com 29 (Moita e Vasco Matos) foram utilizado nos 2 jogos!!! Ainda mais, beneficiar a vergonha que foi a substituição do G.R. nos tempos de compensação!

HAJA JUSTIÇA .

PODIA REPETIR?!?!?

Segundo a edição on-line do jornal "Record", André Villas Boas terá dito isto em relação ao alegado interesse do Sporting nos seus serviços: "A única coisa que se passou é que pedi à Académica para ouvir o Sporting e saber se o interesse é ou não verdadeiro". Como? Podia repetir? Se o interesse existir, o Sporting certamente falará com a direcção da Académica, portanto, porque é que a Académica "deve ouvir" para saber "se o interesse é verdadeiro"?!?

Acho que este saiu melhor que a encomenda. Espero estar enganado...

Liga de clubes volta a fazer asneira!...

A Académica empatou 0-0 em Portimão e terá garantido o apuramento para a próxima fase da Taça da Liga.

Relembro que segundo o ponto 3 do artigo 7º do regulamento da Taça da Liga, o critério de desempate será a "Média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase".

Veja-se a média final de idades:

- Beira-Mar - 719 anos / 28 jogadores utilizados nos 2 jogos = 25,68

- Portimonense - 696 anos / 28 jogadores utilizados nos 2 jogos = 24,86

- Académica - 693 anos / 28 jogadores utilizados nos 2 jogos = 24,75

Para tirar as dúvidas:
Agora veja-se a incompetência da Liga que tem no seu site oficial Tiero como tendo 34 anos quando na realidade tem 28 anos. Se tivesse 34 anos como erradamente anunciado, a média da Académica seria de 24,96 anos, o que daria a passagem ao Portimonense!...
Enfim!...
Naturalmente os dirigentes do Portimonense podem ter sido induzidos em erro. Apesar de não terem razão, o problema será agora entre eles e a Liga. Porém, salvo aldrabices como na época passada, a Briosa tem garantida a 3ª fase da Taça da Liga.

Força Briosa!

Taça da Liga - Média de idades

O jogo entre Académica e Portimonense foi interrompido aos 52 minutos devido a um curto-circuito provocado por um rato e terá continuação hoje às 15H.

Na Académica alinharam como titulares: Ricardo; P.Costa, H.Cabral, Amoreirinha, Berger; N.Coelho, P.Sérgio, Cris, Bischoff; J.Ribeiro, Éder.
Estão ainda no banco de suplentes: R.Nereu, Amessan, M.Fidalgo, E.Rafael, Vouho, Bru, Tiero

Durante o tempo já decorrido, a Académica tem sentido algumas dificuldades, tendo o Portimonense tido várias oportunidades para inaugurar o marcador, incluindo uma bola na trave. A favor Briosa a melhor oportunidade surgiu perto do fim da 1ª parte por intermédio de Cris.

Com menos de 40 minutos para o final da partida e o empate a zer0 a verificar-se, surge a dúvida de quem se qualificará com este resultado. Segundo o ponto 3 do artigo 7º do regulamento da Taça da Liga, o critério de desempate será a "Média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase".






Ora... vamos a contas:


- Beira-Mar - já concluiu = 25,68

- Portimonense - contando com os 14 jogadores que alinharam na primeira jornada e os 11 neste jogo = 25,32

- Académica - contando com os 14 jogadores que alinharam na primeira jornada e os 11 neste jogo, e não esquecendo que Orlando tinha 29 anos à data da primeira jornada = 24,96

Tendo em conta as possíveis substituições que ainda podem ser efectuadas, e considerando os jogadores que estão nos bancos de suplentes, a mínima idade média possível de ser atingida pelo Portimonense será de 24,82, se entrarem Sapateiro(19), Nakamura(22) e Traoré(21), valor que é inferior ao actual valor da Briosa. Porém, bastará a entrada e estreia de Amessan(19) para a média da Académica descer para 24,73 e garantir o apuramento. A única preocupação de Villas Boas nesta matéria será não colocar em campo jogadores mais velhos como Tiero(34_28) ou M.Fidalgo(27).

Tudo isto claro, é menos importante que garantir o apuramento através do mais importante factor de desempate - os pontos - que poderão ser obtidos por uma vitória, ou pelo menos não-derrota.
Não esquecer também que os regulamentos da Taça da Liga são sempre dúbios, e qualquer (i)rresponsável poderá inventar uma nova interpretação para obter outra classificação.


NOTA: Absolutamente incrível continua a ser o tratamento da imprensa portuguesa, nomeadamente dos 3 pseudo-jornais desportivos, que apesar da Académica estar literalmente a meio dum importante jogo que lhe pode garantir entre 90 e 350 mil euros em caso de apuramento, serem hoje publicitadas notícias nas capas dos jornais sobre a possível saída do treinador da Briosa para um dos estarolas! Algo inacreditável!
Ironicamente, nem sequer é feita qualquer referência ao jogo oficial de futebol de equipas profissionais portuguesas que teve lugar em Portimão.
Em uma palavra: Ridículo.

domingo, 8 de novembro de 2009

SOUBE A POUCO...

Leiria 1 - AAC 1

A Briosa conseguiu um resultado que, antes do início da partida se podia considerar positivo, mas que após o apito final, sabe a pouco. Cris colocou a Académica na frente com um golo espetacular, de calcanhar, a dar o melhor seguimento a um centro de Miguel Fidalgo, da direita do ataque. Infelizmente, os da casa conseguiram o empate no último minuto de compensação, através de um canto, que foi marcado de forma irregular, pois a bola encontrava-se fora do quarto de círculo. Aliás, o árbitro não esteve muito atento pois também fez vista grossa a uma falta clara sobre João Ribeiro, que devia ter originado uma grande penalidade.

Melhor em campo: Berger

Na próxima jornada saímos do último lugar!

Resumo:

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

FORÇA!!!

Eu, em nome de todos os editores do blogue, queria expressar a minha solidariedade para com o atleta Miguel Pedro e desejar que tenha a força necessária para ultrapassar este momento muito difícil da sua vida. Força Miguel!!!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

SEM ESPINHAS!

AAC 2 - guimarães 0

Quero acreditar que a liga apenas começou ontem para a Briosa. Tudo o que aconteceu antes foi apenas um ensaio (um péssimo ensaio) para a realidade que ontem deu os primeiros passos. O problema é que começámos com oito jogos de atraso, o que faz com que tenhamos de lutar muito mais que os outros, pois demos-lhes 24 pontos de avanço...


A Académica confirmou as boas indicações do Dragão. Controlou totalmente o jogo frente a um vitória que nunca mostrou argumentos para contrariar a organização e a determinação dos jogadores da preta. Com uma organização defensiva que roçou a perfeição e uma circulação de bola que vai evoluíndo a olhos vistos, todos os presentes no Cidade de Coimbra puderam comprovar que as exibições da época passada estão a voltar e, com elas, a esperança! Villas Boas não inventa, coloca a jogar os melhores jogadores e isso faz toda a diferença! Como é possível que o Tiero praticamente nunca tivesse sido opção com o outro senhor? Como é possível que, tendo o Luíz Nunes lesionado, a opção tivesse sido Amoreirinha em vez de Berger? O facto é que, finalmente, está no banco da Briosa uma pessoa que sabe o que está a fazer e não um curioso da bola que já enganou uma série de clubes ao longo dos anos.
A nível individual, destaque para quase toda a equipa, mas, Pedrinho, Tiero, Nuno Coelho, João Ribeiro, Sougou e Éder estiveram excelentes. Como saíram dos seus pés os lances dos dois golos da Académica, João Ribeiro, foi o melhor em campo!

Agora é continuar a lutar para recuperar o tempo e pontos perdidos. Mas, com esta atitude, esta garra e organização, acredito no sucesso!

BRIOOOOOOOOOSA!!!!

O vídeo da vitória sem contestação da melhor equipa em campo:


quinta-feira, 29 de outubro de 2009

ESTATÍSTICAS

A Académica venceu o prémio Fair-Play colectivo relativo ao mês de Setembro. Este prémio, instituido pelo sindicato dos jogadores, será entregue hoje à equipa.

Por outro lado, a Briosa lidera também o ranking da liga relativo às recuperações de bola. A equipa tem 107 roubos de bola conseguidos nas 8 jornadas até agora disputadas (uma média de 13,38 recuperações por jogo), sendo que o melhor jogador do grupo, neste capítulo, é Pedrinho, que conseguiu até agora 17 recuperações de bola em 8 jogos (média de 2,13 por jogo), estando no 6º. lugar da geral. Isto quer dizer que, apesar de todos os problemas vividos, a equipa tem vontade e garra, lutando bastante durante as partidas.

Quanto ao jogo de 2ª. feira, nos últimos 28 anos, a Briosa só perdeu uma vez com o vitória. Todos esperamos que estes números, altamente favorável aos pretos, continuem a aumentar!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

JUST IN CASE...

Na minha opinião, a Briosa deveria pedir controlo anti-doping para o jogo da 12ª. jornada da liga. Não vá existir um excesso de consumo de Red Bull por aqueles lados...

terça-feira, 27 de outubro de 2009

TAÇA

O sorteio realizado há pouco ditou que a Briosa irá receber o Beira-Mar em jogo a contar para a 4ª. eliminatória da Taça de Portugal.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A ESTE RITMO...

Aposto em 30 penaltis até ao final da liga. É um feeling...

"Para mim, na vida, um vintém é um vintém; e um cretino é um cretino. São valores absolutos!" - Manuel Machado - 26-10-2009

Quem fala assim não é gago...

domingo, 25 de outubro de 2009

MAIS UM ROUBO

Penalties por assinalar, expulsões perdoadas, golos fora-de-jogo, e o Circo do Futebol Português continua!

A Briosa ganhou esta noite por 0-2 no Antro do Dragão, mas uma arbitragem tendenciosa deu no mínimo 3 golos à equipa da casa.

Na Académica alinharam: R.Nereu; Pedrinho, Berger, Orlando e E.Rafael; N.Coelho (Éder, 70m), Cris e Tiero (D.Gomes, 83m); Sougou, J.Ribeiro e Lito (M.Pedro, 66m)

Em resumo, a Académica defendeu sempre bem e nunca deixou de atacar, acabando o jogo com os mesmos remates da equipa da cidade do Porto. De resto, um penalty de Bruno Alves assinalado ao contrário na primeira parte. Uma expulsão de Bruno Alves após pontapear Sogou na cabeça nas barbas do proxeneta do apito. Três golos em posições de fora-de-jogo. E assim funciona o futebol em Portugal, uns são empurrados para cima... outros afundados.

Deve ser este o sorriso de alguém que acaba de comer fruta:







As palavras de AVB:
«Apesar de tudo, foi um jogo extremamente positivo para nós. Aas adaptações do FC Porto na segunda parte, para 4x4x2, criaram uma série de problemas. Perdemos algumas referências estratégicas que tínhamos em mente, mas na primeira parte, os jogadores estiveram muito bem, muito compactos, cumprindo com o que lhes foi pedido. Pausadamente conseguimos forçar o FC Porto ao jogo longo, às perdas de bola e, depois, a estados emocionais de frustração por parte do público»

Os golos do jogo:
Miguel Pedro (76m)

Sogou (90m)

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Estádios do Euro2004

Caros leitores,

venho denunciar mais um erro jornalístico grosseiro a que assisti hoje. Confesso que, inicialmente, tive dúvidas sobre se lhe deveria chamar "falta de rigor" ou "erro grosseiro", mas após uma curta análise não hesitei em optar por esta última designação. Enfim, vamos aos factos.

Hoje à noite, quer a SIC quer a TVI exibiram nos seus noticiários peças sobre os Estádios do Euro 2004. As peças criticavam os maus investimentos efectuados, pois hoje em dia alguns desses Estádios têm pouca utilização e, consequentemente, poucas receitas, mas apresentam elevados custos de manutenção. São portanto, uns "elefantes brancos".

Em relação a este ponto, concordo totalmente. Teria sido muito bom que se tivesse planeado melhor o pós-Euro e aprofundado o potencial de rentabilização dos investimentos. Voltemos aos factos.

As peças televisivas referiram 4 Estádios, agregando-os em 3 grupos (curiosamente, os mesmos Estádios e os mesmos grupos, nas duas estações televisivas):
- Faro-Loulé (Algarve);
- Aveiro;
- Magalhães Pessoa (Leiria) e Coimbra.

E é aqui que, na minha opinião, ambas cometem um erro grosseiro.
Realmente, no Estádio do Algarve não joga ninguém e no de Aveiro joga um clube que actualmente está na Liga Vitalis (II Liga) e tem poucos espectadores. Apesar disso, na Época 2008/09, teve mais assistência do que Nacional, Naval e Paços de Ferreira, que militam na Liga Sagres (I Liga).
No que diz respeito ao Estádio de Leiria, todos conhecemos a sua triste história: um dos seus topos nunca chegou a ser acabado e a UDL nunca teve muitos adeptos.
Infelizmente, a triste sina da Académica neste início época tem levado a que, também em Coimbra, o número de espectadores seja profundamente baixo.

No entanto, discordo totalmente que se coloque no mesmo saco os Estádios do Algarve, de Aveiro e de Leiria e o Estádio Cidade de Coimbra (ECC). Pelas mais diversas razões. Primeiro, ao contrário de todos os outros, o ECC está, urbanisticamente falando, relativamente bem integrado na cidade. Segundo, o ECC não tem uma utilização esporádica. Muito pelo contrário. O facto de ser um complexo multi-usos (estádio, centro comercial, piscinas, pavilhão desportivo, residências, comércios e serviços) faz do ECC um ponto central na vivência diária da cidade (e até nocturna). Ok, ok, há alunos a ter aulas no Estádio do Algarve. Mas isso também é, em princípio, passageiro. Terceiro, apesar da Académica ter menos público do que todos gostaríamos que tivesse, foi o clube que registou a 6º maior audiência na Época 2008/09.
Por último, se estavam a falar de "flops", por que carga de água não falaram do Estádio do Boavista? O clube está na 2ª divisão nacional e tem pouquíssimos espectadores. É o melhor exemplo de um investimento falhado!

Cancro do Futebol Português

Em notícia lançada no site oficial (ver link), a Académica/OAF denunciou uma publicação ridícula do Correio da Manhã, a que bem podemos chamar Correio da Bosta.

Veja-se na imagem seguinte o nível de incompetência que se atingiu na imprensa portuguesa. Se importa saber cada segundo de cada treino dos 3 estarolas, não são capazes de assistir a um jogo de uma das restantes equipas da liga principal.Como muito tenho repetido neste Blogue, é a imprensa portuguesa o Cancro do nosso futebol. O fim do futebol português já esteve mais longe, mas começa a ser anunciado com equipas a abrirem falência e estádios propostos para demolição.
A imprensa só existe para 3 equipas, elas têm a publicidade, ficam maiores, vendem mais, a imprensa só existe para elas, elas têm a publicidade, ficam maiores, vendem mais, etc. e os outros é como se não existissem, só as centenas de pessoas que não seguem rebanhos vão aos seus estádios.
Se vivêssemos noutro país, o ciclo seria invertido. Em Portugal continua e o fim aproxima-se... e com o fim do futebol virá também o fim desta imprensa! Assim seja!

Mas até lá, eu pergunto-me: Se a Académica/OAF repara nestes erros graves, se vê a diferença grosseira de tratamento para 3 clubes (que tem impacto também nos árbitros), se vê que até a imprensa da televisão pública toma este comportamento digno de país de 3º mundo, porque não aliar-se com os restantes clubes profissionais da Liga e unirem-se contra este Cancro!?

Um simples blackout geral para toda a imprensa por parte dos clubes na véspera de jogos com os 3 estarolas era um primeiro passo para esses incompetentes acordarem. Que seria do campeonato sem os verdadeiros clubes?

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Académica segue na Taça (com resumo)

A Académica venceu hoje o Portimonense, no Estádio Cidade de Coimbra, por duas bolas a uma, em jogo a contar para a Taça de Portugal.
Num jogo bem disputado mas sem grande espectáculo, a Académica soube aproveitar os erros defensivos do adversário e trabalhar para segurar a vantagem quando necessário.
Curiosamente, o Portimonense esteve melhor na primeira parte, em que a Académica marcou dois golos, e a Académica esteve melhor na segunda metade, em que o Portimonense marcou o seu tento de honra.

A Académica alinhou em 4-3-3, com Rui Nereu na baliza, Pedrinho e Emídio Rafael nas laterais, Orlando e Berger a centrais, Nuno Coelho a médio defensivo, Cris e Tiero no meio campo, Sougou e Miguel Pedro a extremos e Miguel Fidalgo a ponta de lança.

Miguel Pedro saiu lesionado, após uma entrada muito dura de um adversário (que viu cartão amarelo) logo aos 30 minutos, tendo sido substituído por Lito. Miguel Fidalgo foi substituído por Éder aos 60 minutos e Cris saiu aos 78 para dar lugar a Paulo Sérgio.

Os golos da AAC aconteceram aos 43 e 45 minutos. O primeiro, por Miguel Fidalgo, a aproveitar bem uma bola que o Portimonense não consegui tirar da sua área, na sequência de um canto. O segundo por Tiero, com um remate de ressaca, forte e colocado, à entrada da área do adversário.
Se a Académica acabou a primeira parte em grande, o Portimonense entrou bem na segunda. O seu golo foi obtido por Pires, após um cruzamento rasteiro da esquerda.

Os atletas normalmente menos utilizados actuaram a bom nível: Rui Nereu esteve seguro, Berger despachou sempre sem hesitações qualquer ameaça de perigo e Tiero marcou um grande golo. Éder entrou bem e teve pormenores muito interessantes.

Uma última palavra para André Villas Boas: com apenas uma semana de trabalho não dá para se perceber o cunho do treinador, mas é sempre bom entrar a ganhar. Ele foi contratado com uma perspectiva de futuro, e estou confiante que o futuro será risonho para ele e para a nossa (e agora sua) Académica.

Força Briosa faz o golo!

Resumo da partida: