ACADÉMICA DE COIMBRA - MUITO MAIORES DO QUE 'GRANDES'!   100% ACADÉMICA 100% ACADÉMICA SEMPRE A TAÇA 2012 É NOSSA!!!! APOIA A TUA EQUIPA LOCAL ACADÉMICA DE COIMBRA SEMPRE! BRIOOOOSAAAAAAAAA VENCEDORES DA TAÇA DE PORTUGAL 2012! 100% ACADÉMICA SEMPRE 100% ACADÉMICA

sábado, 14 de dezembro de 2013

AAC-MARÍTIMO: NÃO MATEM A PAIXÃO!

A Académica e o Marítimo empataram 1-1, ontem à noite, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra. A Académica marcou primeiro, aos 42 minutos, por Makelele, e o Marítimo empatou, por Derley, aos 71.

Não foi um jogo muito bem disputado, talvez pelas condições climatéricas, pelo cansaço (da Briosa) e pelo facto da bola de jogo ter sido utilizada pela primeira vez – a nova “Brazuca”, do Mundial. O Marítimo foi mais pressionante mas a Académica, nas poucas vezes que atacou com qualidade, criou maior perigo.

Destaca-se o excelente regresso de João Real e o protesto da Mancha Negra contra os horários absurdos dos jogos, escolhidos pelas Televisões, que estão a ajudar a matar a paixão pelo jogo e o próprio jogo em si – porque sem adeptos e espectadores, não há clube!

Eu acrescento que para além de nefastas para o jogo, as decisões das Televisões não me parecem nada ingénuas. Já não é a primeira vez que a Académica joga a uma segunda-feira e logo na sexta-feira a seguir, ficando apenas com 3 dias para recuperar forças e planear o jogo. Ter apenas 3 dias ou ter os 5 dias habituais (ou seja, quase o dobro!) entre jogos faz uma grande diferença. Ontem foi notório o cansaço dos jogadores academistas.

OS JOGADORES

Ricardo – esteve bem e seguro, como sempre. Apenas deixou escorregar uma bola. Não teve hipótese de brilhar pois os remates do Marítimo não lhe proporcionaram nenhuma grande defesa.

Marcelo Goiano – teve bastantes dificuldades em segurar os atacantes maritimistas. Viu um amarelo e quase que via outro logo a seguir. Tentou atacar mas os centros nem sempre lhe saíram bem.

Aníbal Capela – esteve globalmente bem mas não conseguiu impedir o remate vitorioso de Derley, no golo do Marítimo. Nos últimos minutos de jogo, quase que marcava, na sequência de duas bolas paradas.

João Real – Foi o melhor da Académica. Regressou em grande, cortando quase tudo o que havia para cortar no seu raio de acção. Aos 26 minutos fez um corte brilhante, de carrinho, na área, a impedir um remate com “selo de golo”.

Djavan – fez um jogo abaixo do que já o vimos fazer. Defendeu quase sempre bem mas não conseguiu evitar o centro de Sami, que resultou no golo dos visitantes. Desta vez, também não conseguiu criar perigo no ataque. Tentou fazer as suas já habituais arrancadas mas as combinações com Ivanildo e Abdi não resultaram.

Fernando Alexandre – É um poço de força e de rigor táctico. Fez um grande jogo, “varrendo” o meio-campo defensivo e compensando os centrais, sempre que necessário.

Makelele – A “carraça” esteve presente! Pressionou sempre os adversários e, numa das raras vezes que se adiantou no terreno, ainda marcou o golo da Briosa. Foi, a par de João Real e Fernando Alexandre, um dos melhores em campo.

Cleyton – Pode e já o vimos fazer bastante melhor. É um jogador essencial na construção do jogo academista. Ontem, não se conseguiu libertar da teia do meio-campo maritimista e, talvez por isso, o futebol da Briosa não foi tão fluido como se desejava.

Abdi – esforçado mas infeliz. Teve um bom remate, logo após o golo de Makelele, mas de resto, nada se viu. Foi dos piores, ontem.

Ivanildo – É um jogador com uma técnica acima do normal mas nem sempre a utiliza da melhor forma. No entanto, sempre que o faz, resulta em golo da Académica! Não é por acaso que é o rei das assistências da Briosa. Foi infeliz; lesionou-se no lance em que centra para o golo de Makelele e foi substituído por Marinho.

Magique – Tentou lutar mas não conseguiu disfarçar que é um “avançado” e não um “ponta-de-lança”. Neste jogo, impunha-se a presença de um ponta-de-lança, que conseguisse receber os passes longos e segurar a bola para permitir que a equipa subisse no relvado. Não foi isso que Magique fez e, depois de nem sequer ter ido disputar duas bolas chutadas por Ricardo, foi substituído por Buval, aos 65 minutos.

Marinho – Entrou imediatamente antes do intervalo, para o lugar do lesionado Ivanildo. Tentou “agitar” o ataque da Briosa mas nem sempre foi feliz nem bem acompanhado. Como sempre, quando foi preciso, ajudou a defender.

Buval – Após uma longa ausência dos relvados, entrou neste jogo, aos 65 minutos, para render o esgotado Magique. Mas mal entrou, a Académica sofreu o golo. O Marítimo pressionou e Buval teve de se aplicar mais a defender do que a atacar.

Diogo Valente – Substituiu Abdi, talvez tarde de mais (aos 83 minutos). Em pouco tempo, trouxe maior clarividência ao ataque academista, com menos velocidade mas melhor tomada de decisões. Nos minutos finais, em que a Académica dispôs de várias bolas paradas seguidas, tentou deixar a sua marca. Os primeiros centros saíram mal mas os seguintes foram tensos e colocados, como se pede.

domingo, 1 de dezembro de 2013

ACADÉMICA DERROTA MESMO 14 CAMPELÕES

Foi Hoje a primeira vitória da Académica em Coimbra para a Primeira Liga, frente a um dos 3 Estarolas, no século XXI!
Académica forte em duras arbitragens tanto bate até que fura!


Os Campeões da Fruta vieram reforçados com um avançado careca de camisola amarela e nome católico, como se a ajuda dos Deuses do Café com Leite pudesse lhes garantir uma vitória.

Logo no 1º minuto do jogo se vislumbrou o desenrolar da partida após uma grande jogada da Académica interrompida por falta não assinalada dentro da área. Mais 1 penalty roubado. As habituais faltas a meio-campo nunca assinaladas a favor da Académica ou transformadas em livres perigosos a favor do adversário também não faltaram. Mas o Careca Capela nada pode fazer quando no último minuto da 1ª parte Fernando Alexandre fuzilou as redes do Fc do Porto na sequência de um canto, fazendo o 1-0 a favor da Briosa.
Na 2ª parte a Académica continuou a controlar o jogo, até que a 5 minutos do fim, quando já se sentia que a vitória não iria escapar, Careca Capela conseguiu inventar um penalty ainda mais escandaloso que o penalty inventado no Belenenses vs Académica da Taça de Portugal. Ninguém (4562 espetadores) no estádio assobiou, nem jogadores ou adeptos do clube da Fruta aplaudiram... isto porque só alguém com a cabeça careca a pensar em Fruta podia não ver apenas o g.r. Ricardo sozinho a agarrar uma bola no ar.

Mas foi esse mesmo Ricardo Nunes, o melhor g.r. português da atualidade, a defender novamente uma grande penalidade sobre grande pressão garantindo a mais do que justa vitória da Briosa.



O Deus do Café com Leite não conseguiu fazer do Estádio Cidade de Coimbra uma Capela. De azul só pode engolir o seu comprimido.

FORÇA BRIOSA!

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

BILHETES PARA O ACADÉMICA VS FC DO PORTO

O jogo relativo à 11ª jornada da Liga Zon Sagres 13/14 entre a Académica de Coimbra e o Fc do Porto está agendado para amanhã, sábado 30 de Novembro, às 20h15.

O adversário da Briosa vem do Porto mas conseguiu ser impingido em grande parte da população distribuída pelo país teoricamente por não ser de Lisboa, apesar de ser na verdade um clube regional se não mesmo local. Conhecido habitualmente por "Fruta Clube do Porto" devido às escutas que provavam a compra de árbitros para favorecer o clube, a impunidade da Lei Portuguesa permitiu a esse clube ganhar grande destaque através da conquista de duvidosos títulos nacionais e mesmo internacionais nas últimas décadas.

Estando em Portugal são apenas estes clubes Estarolas criados pelo marketing da imprensa dos 2 polos, Lisboa e Porto, que interessam aos 'bipolares' que vão ao estádio 1 vez por época e que precisam de camuflar a sua insignificância através de um clube a que chamam de "grande". E com tanta propaganda a este jogo, sendo mesmo umas das raras 6 semanas por época em que a Académica é mencionada nos jornais, é natural que seja esperada uma 'larga' (muito diferente de 'boa') assistência no Estádio Cidade de Coimbra.
Serão também esperados muitos adeptos que vão apoiar não a vitória da Académica mas sim a derrota do adversário da Académica.

Os bilhetes estão à venda na Loja da Académica no estádio. Sócios da Académica sem lugar anual pagam 12,5€. Quanto aos adeptos adversários, naturalmente não são bem-vindos. Antes um lugar vazio do que ocupado por um estarola qualquer. No entanto há bilhetes para público à venda a preços acessíveis:

Sócios da Académica (com bilhete de época)     Grátis + 1 acompanhante a preço de sócio
Sócios da Académica - Centrais12,5 €
Sócios da Mancha Negra - Central 6A
Público - Centrais Inferiores
7,5 €
30 €
Público - Centrais Superiores35 €
Público - Sul Inferior 4A (claque visitante)15 €
Público - Sul Inferior 5A20 €

Nota mais uma vez para o facto de,  apesar de cada sócio com bilhete de época poder adquirir um bilhete para acompanhante, a direção da Académica continua a insistir em vender bilhetes para adeptos adversários para as bancadas centrais dos sócios.
Mesmo numa época em que decidiram encerrar 1 das 4 bancadas centrais dos sócios na maioria dos jogos, ainda não foi desta que dedicaram 3 bancadas centrais exclusivas para sócios e 1 para forasteiros.
Os adeptos da Briosa que queiram ver um jogo da Académica realmente em casa, no meio de Académicos, e sem estarolice em seu redor, terão de se confinar a ver o jogo em pé na pequeno sector do estádio dedicado à Mancha Negra. ...Ou simplesmente desistir de ir ao estádio em jogos Estarolas e ficar no seu sofá que em jogo algum se transforma em pocilga. Uma desistência que depois se propaga aos restantes jogos como tem acontecido.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

3 PONTOS NO ALGARVE

A Académica conquistou a 2ª vitória fora nesta temporada, novamente por 0-1, desta vez frente ao Olhanense no Estádio do Algarve.
O golo apontado por Magique foi o 5º golo da Académica quando vão já decorridas 10 jornadas, passando agora a somar 11 pontos na 11ª posição.

Aqui fica o resumo da partida:

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

NO MÍNIMO TAÇA DA LIGA À VIDA

O futebol irregular da Briosa (quase sempre paupérrimo) e a total ausência de golos marcados já fazia antecipar maus desfechos nas competições envolvidas.

Se na Taça de Portugal a Académica conseguir passar à custa das grandes penalidades com Ricardo na baliza, para a Taça da Liga já era preciso virar o resultado negativo de 2-1 obtido em Penafiel.
Com 719 espetadores a assistir à partida, a maioria sem sequer saber se os golos fora contariam, o que mostra bem a relevância desta competição, a Académica até atacou, atacou e atacou... mas a incapacidade de marcar golos voltou a vir ao de cima. Apesar de algumas oportunidades de golo criadas, o 0-0 acabou por ser o resultado final, consumando assim a eliminação da Taça da Liga, mais uma frente ao Penafiel.

Vídeo com resumo do jogo:
- Não existe...

Palavras de Sérgio Conceição:
«Sinto-me muito desiludido mas não estou agarrado a nada. Estou na Académica com muito orgulho e amor ao clube, mas vou conversar com direção.»

Resposta da Direção:
«...os dirigentes academistas acreditam que Sérgio Conceição vai conseguir levar o barco a bom porto e, como tem sido, de resto, apanágio do elenco liderado por José Eduardo Simões, a estabilidade é um ponto de honra. ...»

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

EM FRENTE NA TAÇA (2)

A Académica de Coimbra avançou para os oitavos-de-final da Taça de Portugal após derrotar o Académico de Viseu FC, penúltimo classificado da II Liga.

Com um nulo ao fim dos 90 minutos, a completa ineficácia atacante dos jogadores da Briosa só foi interrompida por um enorme frango do G.R. do Viseu FC após remate de longe de Diogo Valente, quando iam decorridos 2 minutos do prolongamento. Muito pouco frente a uma equipa quase 2 divisões abaixo. Após o golo, a Académica voltou a diminuir ainda mais o seu futebol, e o empate que se adivinhava acabou mesmo por surgir ao minuto 113. Passou-se assim à lotaria das grande penalidades...
...Mas na baliza da Académica esteve mais uma vez Ricardo, o melhor G.R. Português não pertencente à Gestifute de Jorge Mendes (logo não convocado por Paulo Bento). O técnico do Viseu FC (ex-Sp.Covilhã) voltou a ver Ricardo a decidir um resultado nos penaltis, desta vez com 2 grandes defesas (a época passada haviam sido 5).

O resumo do jogo e comentários de ambos os treinadores:

O sorteio dos Oitavos-de-final ainda não se encontra agendado, mas nos 16 finalistas já só estarão 5 equipas de escalões inferiores. Com todas as equipas mais fortes ainda presentes e com a Académica ainda sem qualquer vitória na competição (2 passagens por grandes penalidades), não se adivinha tarefa fácil repetir a conquista do Jamor 2012. No entanto, ja só faltam 3 eliminatórias para voltar a essa mitíca final...
FORÇA BRIOSA!

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

DERROTA FRENTE AO EX-CLUBE DE ROBERTO

A Académica perdeu em Coimbra frente ao clube Lisboeta onde alinhou o guarda-redes espanhol Roberto, em jogo a contar para a 9ª jornada da Liga Portuguesa.

A Académica dominou a partida até sofrer o 1º golo, num auto-golo na sequência de um remate de longe desviado no calcanhar de Capela. Logo em seguida, a Briosa sofreu o 2º golo, com novo auto-golo num lance ainda mais caricato com Marcelo a marcar com a nuca. Com tanto azar e um adversário a ganhar por 0-2 com 1 remate à baliza, a moral da equipa foi abaixo e apesar dos raros lances ofensivos adversários, também a Briosa não conseguiu voltar a criar relevantes lances de perigo. O resultado final de 0-3 foi, além de injusto, bastante enganador.
Felizmente passados 4 dias pudemos assistir à vingança e justiça feita na Grécia com a derrota do ex-clube de Salazar.

Aqui fica o resumo da partida.




Nota final para a assistência: 8551 espetadores, sendo provavelmente tantos adeptos da Académica quanto os membros do rebanho da agremiação visitante.
Mas o realmente negativo foi o facto de em todas as bancadas existir a mistura entre adeptos da Briosa e membros Estarolas, perdendo-se assim qualquer ambiente e força para os adeptos da equipa que joga em casa (e demovendo também muitos sócios de ir ao estádio). Como sempre, havendo 4 bancadas centrais para sócios, a direção optou por vender bilhetes visitantes e dar convites para as 4. O único Sector onde se poderia ver o jogo como Visitado, na Mancha Negra, tornou-se ele próprio um Sector Visitante dada a dificuldad€ em adquirir para aí bilhete para um adepto (e mesmo sócio) da Briosa.


domingo, 27 de outubro de 2013

BRILHANTES

Numa exibição verdadeiramente Briosa, a Académica deslocou-se a Braga para arrancar a sua 500ª vitória para a Primeira Liga Portuguesa frente ao Sporting local, 46 anos depois da última vitória na cidade dos Arcebispos.

O 2268º golo da Académica na Primeira Liga Portuguesa foi apontado por Fernando Alexandre na sequência de um canto aos 4 minutos de jogo. No restante tempo de jogo, apesar do pouco tempo de posse de bola a Académica controlou sempre a partida, criando algumas oportunidades de perigo em lances de contra-ataque, e garantindo sempre uma defesa estável ao longo dos 90minutos com um imbatível Ricardo entre os postes.
Nota para mais um penalty claríssimo por mão na bola que seguia para a baliza, não assinalado a favor da Académica. Mais um dos que a favor da Briosa nunca é, contra nunca há dúvidas que seja.

Aqui fica o resumo da partida:

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

BILHETES PARA O ACADÉMICA VS SPORT LISBOA

O jogo relativo à 9ª jornada da Liga Zon Sagres 13/14 entre a Académica de Coimbra e o Sport Lisboa e Benfica está agendado para sexta-feira, dia 1 de Novembro, às 20h30.

O adversário da Briosa vem de Lisboa mas conseguiu ser impingido na maioria da população portuguesa distribuída pelo país a quem ironicamente os Lisboetas chamam por norma de "provincianos". Conhecido habitualmente pelo nome da Freguesia Alfacinha onde foi sediado, 'Benfica', é também carinhosamente conhecido por 'GloriGozo', muito devido aos títulos conquistados durante a ditadura de Salazar e os títulos ridiculamente perdidos em anos recentes.

Estando em Portugal são apenas estes clubes Estarolas criados pelo marketing da imprensa da sua cidade, Lisboa, que interessam aos pseudo-adeptos que vão ao estádio 1 vez por época e que precisam de camuflar a sua insignificância através de um clube a que chamam de "grande". E com tanta propaganda a este jogo, sendo mesmo umas das raras 6 semanas por época em que a Académica é mencionada nos jornais, é natural que seja esperada uma 'larga' (muito diferente de 'boa') assistência no Estádio Cidade de Coimbra.

Os bilhetes estão desde já à venda na Loja da Académica no estádio (aberta de 2ª a 6ª entre as 10h-13h e 14h-18h). Sócios da Académica sem lugar anual pagam 12,5€. Quanto aos adeptos adversários, naturalmente não são bem-vindos. Antes um lugar vazio do que ocupado por um estarola qualquer. No entanto há bilhetes para público à venda a preços acessíveis:

Sócios da Académica (com bilhete de época)     Grátis + 1 acompanhante a preço de sócio
Sócios da Académica - Centrais12,5 €
Sócios da Mancha Negra - Central 6A
Público - Centrais Inferiores
12,5 €
30 €
Público - Centrais Superiores35 €
Público - Sul Inferior 4A (claque visitante)15 €
Público - Sul Inferior 5A20 €
Público - Norte18 €

Nota mais uma vez para o facto de,  apesar de cada sócio com bilhete de época poder adquirir um bilhete para acompanhante, a direção da Académica continua a insistir em vender bilhetes para adeptos adversários para as bancadas centrais dos sócios.
Mesmo numa época em que decidiram encerrar 1 das 4 bancadas centrais dos sócios na maioria dos jogos, ainda não foi desta que dedicaram 3 bancadas centrais exclusivas para sócios e 1 para forasteiros.
Os adeptos da Briosa que queiram ver um jogo da Académica realmente em casa, no meio de Académicos, e sem estarolice em seu redor, terão de se confinar a ver o jogo em pé na pequeno sector do estádio dedicado à Mancha Negra. ...Ou simplesmente desistir de ir ao estádio em jogos Estarolas e ficar no seu sofá que em jogo algum se transforma em pocilga. Uma desistência que depois se propaga aos restantes jogos como tem acontecido.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

EM FRENTE NA TAÇA

 Actualização - resultados do sorteio:

- 4ª eliminatória (Oitavos-de-final) - agendado para 9 de Novembro:

Académica de Coimbra vs Académico de Viseu

________________________________________________________________________________

Se na Taça da Liga o apuramento está complicado após a derrota por 2-1 em Penafiel, na Taça de Portugal a Académica passou categoricamente para a 4ª eliminatória (16-avos de final) após ir ao Estádio do Restelo derrotar Os Belenenses. (o sorteio é na próxima 5ª-feira)

Num jogo que com uma arbitragem normal a Académica teria vencido naturalmente, foi preciso recorrer à marcação de grandes penalidades para encontrar o vencedor, que felizmente acabou por ser justo: 2-2 ao fim dos 90 minutos, a que se somam os 2-4 na marcação de grande penalidades, foi o resultado final a favor da Briosa. Falta derrotar 4 equipas para poder voltar ao Jamor.

Este foi o 128º jogo oficial entre Belenenses e Académica, e foi também o único jogo entre equipas da Primeira Liga nesta eliminatória da Taça. No entanto toda a atenção da imprensa foi dada apenas aos 3 clubes Estarolas do costume e seus adversários distritais.
Passou assim também oculto o escandaloso roubo que o árbitro da partida, Marco Ferreira, fez à Académica. O Penalty assinalado contra a Académica por um defesa roçar a camisola do avançado quando a bola até já estava nas mãos do guarda-redes é algo que nem em 100 anos se veria assinalado a favor da Briosa.
Mas o cúmulo de mais esta roubalheira é verificar como o mesmo árbitro em 2 lances idênticos, um a favor e outro contra a Académica, parece decidir apenas conforme a cor, sempre a prejudicar os que vestem de negro (exceto o próprio que nem é capaz de alterar a cor de calções e meias). 

OS DOIS (DE MUITOS OUTROS) LANCES:


ÉPOCA 2010/11
Académica 1 - Olhanense 1

Em tempo de compensação, com a Académica a vencer 1-0, Éder é empurrado na entrada da área, tropeça, cai, a bola toca-lhe no braço num lance sem qualquer perigo...
Árbitro Marco Ferreira assinala prontamente penalty:



ÉPOCA 2012/13
Belenenses 4 - Académica 6

Perto do intervalo, com a Académica ainda a perder 1-0, num lance de golo Ogu remata e a bola que se dirige para a baliza é cortada pelo braço de João Afonso bem à vista do ábitro...
Árbitro Marco Ferreira manda seguir:

(min 1:40 do resumo)

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

SERÁ PRECISO JOEANO VOLTAR A MARCAR?

Depois do nulo frente ao Arouca, a Académica voltou a ficar a zero frente ao Rio Ave. Porém desta vez conseguiu fazer ainda pior, ao apontar um auto-golo que viria a ditar a derrota por 0-1.
Após 2 jogos consecutivos em Coimbra, a Briosa somou apenas 1 ponto, passando a ocupar a penúltima posição, abaixo da linha de água, com apenas 5 pontos em 7 jogos. Os 3 golos marcados, o pior ataque, significam bastante numa equipa com 3 pontas-de-lança que ainda não apontaram qualquer golo.

Vários adeptos pedem a aquisição do avançado livre, ex-Briosa, e ex-melhor marcador da 2ª Liga na temporada passada com 24 golos em 36 jogos:
 - Joeano Pinto Chaves
fez recentemente 34 anos, mas ainda mostra a sua forma e a sua vontade de regressar à Briosa do seu coração (ver link: http://www.asbeiras.pt/2013/10/joeano-se-este-sonho-se-concretizar-so-posso-retribuir-com-golos/)
Só mesmo a Direcção da Briosa parece não estar interessada em suportar o salário de 4 avançados, ou simplesmente de cumprir mais um dos desejos dos adeptos. Por este caminho o que provavelmente não poderá evitar será uma chicotada psicológica, errada ou não, do técnico Sérgio Conceição.

Aqui fica o resumo da derrota frente ao Rio Ave:


Asssitência: 2345 espetadores
Após a péssima assistência na receção ao Arouca realizado num sábado, o número de adeptos no estádio voltou a repetir-se numa 6ª à noite com transmissão televisiva. O dia ou o facto de dar na televisão parece ser indiferente, tal como o preço dos bilhetes que se manteve igual: 3€ na Mancha, 5€ sócios e acompanhantes, 10€ não-sócios.

Será mesmo preciso Joeano voltar a marcar para pôr o estádio a cantar?...

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Um verdadeiro ZERO

A BRIOSA continua a desiludir os seus adeptos, e desta vez nem ao Arouca, uma equipa de uma Serra de difícil acesso no norte do país e com cerca de apenas 5.000 habitantes, conseguiu vencer, nem marcar um golito que animasse o pessoal!

E assim se vai continuando a escrever o destino da BRIOSA, mais uma vez a lutar para não descer, e a ser das equipas mais fracas da 1ª liga...

Vamos ver se ao RIO AVE, equipa que levou apenas 3a0 do Nacional na última jornada, conseguimos vencer....mas cada vez é mais difícil acreditar...

O Sorteio da Taça de Portugal realizou-se hoje, e para a BRIOSA saiu o único jogo onde vão estar duas equipas da 1ª Liga...até aqui a sorte nada quer com a ACADÉMICA... Saiu o Belenenses, com o jogo a ser disputado no estádio do Restelo, em Belém.

Resumo:
 
Assistência: 2352 espetadores

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

NÃO VI!

Nas primeiras 4 jornadas, a Académica sofreu 4 penaltis, todos discutíveis, os quais os árbitros não hesitaram em assinalar.
Mas o penalty claríssimo a favor da Académica na jornada passada não foi sancionado, e outros lances como o golo em fora-de-jogo do Sp.Lisboa em Coimbra passaram esquecidos.

Estes grandes detalhes que fazem resultados e definem a posição de cada equipa na tabela (sempre as mesmas na 1ª metade) apenas têm destaque na imprensa no que diz respeito a 3 equipas. E esse destaque tão exaustivo ocupa todo o espaço disponível! Das restantes equipas, qualquer lance duvidoso é esquecido...na verdade muitas vezes nem os golos nem o resultado interessa!!
A mentalidade pacóvia portuguesa fica tão bem representada quer no futebol quer na política onde os tugas vão sempre atrás dos 2 ou 3 rebanhos com mais propaganda... tudo o resto, onde existem os reais valores, são tratados como meros pinos para fazer número.

A motivação para apoiar um clube não-estarola constante menosprezado, ignorado, mal-tratado, e roubado, pode enfraquecer e limitar qualquer possível crescimento desse clube...
Mas porque OS IDEAIS DA ACADÉMICA SÃO A FRATERNIDADE, A IRREVERÊNCIA E A LUTA PELA VERDADE!...
A LUTA PELA VERDADE!!!!!!
...aqui fica o resumo do jogo desta semana:


A imprensa Lisboeta irá continuar a não ver o que não interessa aos Estarolas, irá continuar a fazer que viu o que nem foi, e certamente irá continuar a ignorar tudo sobre os restantes 13 clubes...
Vamos ver como venderão jornais quando os 3 Estarolas só puderem realmente jogar contra 11 pinos.
(clique na imagem para aumentar)
*** Para os mais distraídos...
...o Sp.Lisboa foi constantemente beneficiado nas últimas 3 jornadas, fazendo todos os seus resultados à custa de golos fora-de-jogo. Em todos os resumos e imprensa esses factos foram omitidos e ignorados, enquanto os seus clubes adversários e outros clubes nessas jornadas eram escandalosamente roubados. Todavia, nesta jornada, porque nem com árbitros conseguiram ganhar, a imprensa fez capas e páginas a destacar uma bola-na-mão que queriam fazer crer que fosse mão-na-bola. CÚMULO!
Não só os árbitros ficam condicionados a apitar equipas como estas, como ficam com a ideia que nos restantes jogos podem roubar e receber cheques de 2000€ à descarada que ninguém virá a saber.
Foi isso que terá acontecido na Madeira este fim-de-semana onde, entre outros lances, a Académica viu o seu golo limpo do empate anulado aos 91minutos da partida frente ao Nacional.
Mais 1 ponto roubado.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

PRIMEIRA VITÓRIA

Depois de na jornada anterior ter conseguido o primeiro ponto na liga, a Briosa deu continuidade aos bons resultados obtendo a sua primeira vitória. Para além da importância do resultado, também o adversário contra quem foi conseguida essa vitória foi de extrema importância pois permitiu que se abrisse uma diferença de quatro pontos para a linha de água, desde já.

A partida não foi muito bem jogada durante a primeira parte, mas a Académica foi conseguindo impôr o seu jogo e dispôs da oportunidade mais flagrante até então quando Marcos Paulo rematou à barra na transformação de um livre à entrada da área. De realçar a dureza colocada pelos adversários, dureza que muitas vezes roçou a violência, sempre beneficiando da benevolência do árbitro, como é o caso de uma falta inqualificável sofrida por Abdi, que se ia a isolar à entrada do meio campo adversário quando sofre uma "gravata". O prevaricador apenas viu o cartão amarelo, quando deveria, obviamente, ter sido expulso. Aqui não interessa se ia em linha para a baliza, ou não. O que interessa é que se tratou de uma falta grosseira, que deveria ter sido sancionada com a expulsão! Perto do intervalo, o Belenenses consegue colocar-se em vantagem através de um penalti (mais um - 4º em 4 jogos - que é marcado contra a Briosa), que sanciona uma falta clara de Manoel sobre um adversário que, ao tentar aliviar uma bola perigosa, levantou demasiado o pé e tocou no adversário. Só é pena é que o lisboeta Gomes não quisesse marcar um penalti que foi cometido uns minutos antes sobre o capitão João Dias, e que foi tão claro como o que marcou contra a Académica. É que um pé demasiado alto e que toca no adversário é falta, mas um empurrão pelas costas também é!

Na segunda parte a Académica entrou com outra alma, que se explica pela entrada de Marinho no jogo. O ritmo aumenta e a qualidade do futebol praticado pela Briosa também. Naturalmente os golos aparecem e a vitória, justíssima, também. Nem sempre se jogou bem, mas a equipa conseguiu alguns períodos interessantes que culminaram com o excelente golo apontado por Marinho, após uma excelente jogada coletiva. O adversário continuou a apostar na dureza e nas picardias, o que lhe valeu duas expulsões, que poderiam até ter sido mais se o árbitro tivesse cumprido integralmente as regras do jogo. Boas exibições de Marinho (claro), de Ivanildo, de Cleyton e de Djavan (a rever).

Aqui ficam as declarações de Sérgio Conceição após o jogo:
"Todas as vitórias são saborosas. Sabíamos que ia ser um jogo difícil, o que é normal até pela intranquilidade do Belenenses. Sabíamos que íamos encontrar uma equipa muito bem organizada defensivamente, e teríamos de ser intensos, que criasse dificuldades e desequilibrasse o bloco defensivo do Belenenses. Não o conseguimos tão bem na primeira parte como na segunda. Ao intervalo disse-lhes, só bola no pé não chega para desmontar o bloco deles, precisamos de mais profundidade, mais ruturas, envolvimentos dos alas, no fundo, mais intensidade. Foi o que fizemos e foi uma vitória merecida". 

O resumo:

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

A CHAMA DA SOLIDEARIADE

Este domingo realiza-se o 115º encontro entre Académica e Belenenses a contar para a 1ª Liga Portuguesa. Um jogo histórico em qualquer campeonato do Mundo exceto Portugal onde só são contabilizadas 3 equipas.
O saldo dos confrontos é negativo para a Briosa, onde mesmo em Coimbra possui 20 vitórias contra 21 derrotas e 16 empates. O jogo realiza-se às 15h45 com transmissão na SportTv 1.

Além do jogo se realizar no típico horário supostamente preferido pelos adeptos, a desculpa do preço dos bilhetes também não existe: o preço é definido pelo adepto, "cada um dá o que quiser".
A receita de bilheteira não irá para a Académica, que terá apenas prejuízo, mas reverterá na Totalidade para Bombeiros Voluntários de Coimbra e Bombeiros Voluntários de Brasfemes.

Uma enorme homenagem aos Bombeiros portugueses, numa ação de solidariedade que só poderia vir da Académica.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

PRIMEIRO PONTO

A Briosa conquistou o primeiro ponto na edição 2013/2014 da liga. Um jogo em que a equipa teve de sofrer (e soube sofrer) para arrancar um resultado positivo.

Convém não esquecer que o Estoril ainda não perdeu em competições oficiais nesta temporada, portanto, pode-se dizer que o resultado é bom. Continuamos com grandes problemas nas laterais da defesa, problemas que já vêm da época transata e que se agravaram com a saída de Hélder Cabral sem que fosse substituído convenientemente. Na frente, continuamos a perder oportunidades de golo de forma inacreditável, o que nos custou pontos em Barcelos e também esta noite, como é o caso de um remate de cabeça completamente falhado por Manoel quando estava sem oposição à entrada da pequena área.

Bem vistas as coisas, não estamos assim tão mal. É claro que ter apenas um ponto com três jogos disputados não é  agradável, mas temos de perceber que ainda só fizemos um jogo em casa e que foi frente a uma equipa que está em boa forma. Na primeira jornada, a derrota foi totalmente imerecida e só aconteceu porque se falharam oportunidades de golo em catadupa. O próximo jogo é que poderá começar a traçar o futuro da Briosa na competição. Se conseguirmos a vitória, penso que o percurso poderá ser interessante e livre de grandes sobressaltos. Se o resultado for negativo, o nervosismo e a falta de confiança começarão e instalar-se...

domingo, 25 de agosto de 2013

AC.COIMBRA PERDE COM SP.LISBOA

Antes de mais, obrigado a todos os nossos leitores!

Nos últimos dois dias o blogue Académica Sempre contou com 10.000 visitas! 
 Tivemos a excelência de rejeitar mais de 500 comentários sem sequer os ler!
(http://academicasempre.blogspot.pt/2013/08/bilhetes-academica-vs-splisboa.html
É para nós um enorme prazer conseguir, com palavras simples e verdadeiras, afetar tão fundo as pessoas que afinal até têm olhos e sabem ler... E ler a verdade dura e crua, deve doer!...

Agora, sim, ficou 0-4, e daí!? Isso nada dói:
- Quem apoia um clube por uma causa, tal como ser o seu clube local, pode ter o prazer transcendente de ver o clube pequeno derrotar o "grande" numa verdadeira Final, mas nunca ficará minimamente afetado (nem voltará para uma toca) com qualquer derrota.
- Quem é pequeno e por isso precisa de ser fã de um "grande", só pretende vitórias para se gabar na tasca da esquina. Depois, há quem seja mais abastecido, e quem só se possa gabar de acontecimentos do século passado ou com um período de retorno de 20 anos...


COM 261 DERROTAS E 1100 GOLOS SOFRIDOS EM COIMBRA, É A ACADÉMICA O CLUBE QUE MAIS VEZES PERDEU E MAIS GOLOS SOFREU EM SUA CASA EM TODA A HISTÓRIA DA 1ª LIGA! 
E DAÍ!?
Daí, ainda mais orgulho tenho em apoiar a Académica de Coimbra!!
Ser induzido a apoiar 1 de 3 Estarolas todos podem, não por querer, mas por vontade dos outros.
Ser da Académica não é para quem pode, é para quem quer.



Quanto ao jogo, 1 golo em fora-de-jogo, 1 expulsão e mais 2 penaltis discutíveis (= numa área foram assinalados, noutra área não seriam) ditaram o resultado enganador.
No final, apesar da diferença em relação à 1ª jornada, perderam-se apenas os mesmos 3 pontos.

Aqui fica o resumo:

As palavras de Sérgio Conceição:
«Até ao primeiro golo a equipa estava a dar uma boa resposta. O Sporting não estava a fazer nada para chegar ao golo. Três golos de bola parada e uma expulsão desvirtuam o jogo. Não há contestação à vitória do Sporting. É um jogo e só vale três pontos. Há um campeonato pela frente e iremos sem dúvida fazer melhor.
Esperava mais da equipa, preparamos bem o jogo, limitamo-os ao máximo. Entramos no segundo tempo a sofrer com o penalti e a expulso e aí acaba
Vamos lutar para subir na tabela. Com o Estoril vamos dar uma resposta muito mais positiva. Na Primeira Liga todos os jogos são difíceis. Se tivermos a capacidade de trabalho e entreajuda em campo, as coisas tornam-se mais fáceis. Hoje tivemos jogadores muito abaixo daquilo que eu quero.»


Por fim, não menos importante, para a direção da Académica:
Começam a tornar-se mais veementes as queixas dos sócios da Académica que veem as suas bancadas reduzidas mas apesar disso ainda mais inundadas de adeptos adversários. Os sócios com lugar anual já têm a possibilidade de adquirir bilhetes de acompanhante. Não existe qualquer motivo para vender bilhetes de público geral (e muito menos oferecer convites!!!) para as 3 bancadas centrais de sócios.
Com os Estarolas de Figueira, Leiria e Aveiro agora apenas com Coimbra para o seu 'jogo anual', a falta de concorrência deveria incentivar a um aumento do preço dos bilhetes e maior lucro, ao invés de um incentivo a pintar todo o Estádio Cidade de Coimbra de outras cores, dando um provável igual destino à Académica de Coimbra do que tiveram Naval, U.Leiria e Beira-Mar - número cada vez mais insiginificante de adeptos fiéis -> clube nas divisões secundárias.


p.s.:
Tal como não teria nexo por exemplo dizer que o "Internazionale" representa a Europa numa Liga Europa, também não faz qualquer sentido dizer que alguma equipa representa Portugal na Liga Portuguesa. É na verdade ridículo. Vários exemplos:
- Vitória Futebol Clube = V.Setúbal
- Vitória Sport Club = V.Guimarães
- Sporting Clube Portugal = Sp.Lisboa
- Clube Desportivo Nacional = Nacional da Madeira

terça-feira, 20 de agosto de 2013

BILHETES ACADÉMICA vs SP.LISBOA

O primeiro jogo em Coimbra a contar para a Liga Zon Sagres 2013/14 realiza-se no próximo sábado, dia 24 de Agosto pelas 20h15, frente à equipa do Sporting de Lisboa.

O adversário da Briosa para esta partida, mais conhecido por "Sbortem", é um clube secundário de Lisboa com sede no bairro de Alvalade, fundado duas décadas depois da Académica, copiando o seu nome ao Sporting de Gijon, que havia sido criado 1 ano antes. Mas também as suas cores foram copiadas de outro clube, de Glasgow, formado 19 anos antes, tal como o seu anedótico símbolo de um animal, copiado de incontáveis fontes como é exemplo a Peugeot.

Seria de esperar que o clube sediado a 200 km de Coimbra, 7º classificado da Liga da última época que ganha um título a cada mais de 20 anos, clube que foi inclusive ridicularizado pela Académica na final da Taça de Portugal 2012, não despertasse qualquer atenção especial na visita a Coimbra.
Porém, em Portugal são apenas estes clubes Estarolas criados pelo marketing da imprensa da sua cidade, Lisboa, que interessam aos pseudo-adeptos que vão ao estádio 1 vez por época e que precisam de camuflar a sua insignificância através de um clube a que chamam de "grande".
E com tanta propaganda a este jogo, sendo mesmo umas das raras 6 semanas por época em que a Académica é mencionada nos jornais, é natural que seja esperada uma 'larga' (muito diferente de 'boa') assistência no Estádio Cidade de Coimbra.

Os bilhetes estão desde já à venda na Loja da Académica no estádio. Sócios da Académica sem lugar anual pagam 12,5€. Quanto aos adeptos adversários, naturalmente não são bem-vindos. Antes um lugar vazio do que ocupado por um estarola qualquer. No entanto há bilhetes para público à venda a preços acessíveis:

Sócios da Académica (com bilhete de época)     Grátis + 1 acompanhante a preço de sócio
Sócios da Académica - Centrais12,5 €
Sócios da Mancha Negra - Central 6A
Público - Centrais Inferiores
12,5 €
25 €
Público - Centrais Superiores30 €
Público - Sul Inferior 4A15 €
Público - Sul Inferior 5A19 €

Nota final para o facto de, apesar de cada sócio com bilhete de época poder adquirir um bilhete para acompanhante, a direção da Académica continua a insistir em vender bilhetes para adeptos adversários para as bancadas centrais dos sócios.
Mesmo numa época em que decidiram encerrar 1 das 4 bancadas centrais dos sócios na maioria dos jogos, ainda não foi desta que dedicaram 3 bancadas centrais exclusivas para sócios e 1 para forasteiros.
Os adeptos da Briosa que queiram ver um jogo da Académica realmente em casa, no meio de Académicos, e sem estarolice em seu redor, terão de se confinar a ver o jogo em pé na pequeno sector do estádio dedicado à Mancha Negra. ...Ou simplesmente desistir de ir ao estádio em jogos Estarolas e ficar no seu sofá que em jogo algum se transforma em pocilga.

Sábado ficaremos à espera que o galo da última jornada não se repita e a Académica guarde os 3 pontos em Coimbra. Por outro lado, é sempre um gozo quando lagartos voltam a ter vergonha e regressam à sua toca...


UM GALO A ABRIR

A Académica de Coimbra saiu derrotada de Barcelos na 1ª jornada da Liga Zon Sagres 2013/14, após perder por 2-0 frente ao Gil Vicente.

Os números do resultado são bastante enganadores. Os golos foram obtidos aos 4 minutos através de uma grande penalidade, e aos 94 minutos da partida quando toda a equipa da Briosa se encontrava instalada no meio campo adversário. Outro resultado nada enganador da grande injustiça da atribuição dos 3 pontos referem-se às estatísticas do encontro, em particular em termos de cantos, 0-15, e remates, 5-25, a favor da Académica.
Houve ainda direito a uma bola ao poste que daria o empate à Briosa perto do fim. Um verdadeiro galo a abrir o campeonato. Com este mau início diferente dos últimos anos (apesar de começar novamente com um penalty discutível), esperemos que desta vez a classificação vá seguindo uma trajetória ascendente para variar.

Ficam as palavras do treinador da Académica, Sérgio Conceição:
 «Foi uma primeira parte onde aos quatro ou cinco minutos foi cometido um penalti. A partir daí o Gil Vicente não conseguiu fazer dois passes seguidos. Tivemos 15 oportunidades de golo e se o jogo terminasse 2-6 ninguém ficava espantado. Não foi a partir da expulsão, a Académica foi sempre muito superior, mas fico satisfeito por estarmos no caminho certo. Em vinte anos de carreira foi a primeira vez que me aconteceu isto Estamos a criar um espírito de grupo muito forte e obviamente que o balneário estava triste com o resultado. O Gil Vicente tem uma boa equipa, mas hoje simplesmente não existiu. Há mais 29 batalhas para ganhar e vamos trabalhar com a sensação de que estamos no caminho certo. Temos que ser mais eficazes e ser mais fortes no último terço do terreno»

O resumo do jogo:
 

sábado, 10 de agosto de 2013

BOM PRENÚNCIO NA PRÉ-TEMPORADA

Termina a pré-temporada da Briosa com 9 jogos:
- 8 vitorias e 1 derrota
- 18 golos marcados e apenas 5 golos sofridos (2 de penalty).

Resumo dos resultados e marcadores:

Académica 2-1 Rio Ave (autogolo, Cleyton)
Académica 2-1 Fátima (Cleyton, Halliche)
Académica 2-0 Nogueirense (Marcos Paulo, Manoel)
Académica 2-1 Rayo Vallecano (Marinho, Buval)
Académica 1-2 V. Setúbal (Aníbal Capela)
Académica 1-0 Marítimo (Cleyton)
Académica 3-0 Naval (Diogo Valente, Aníbal Capela, Magique)
Beira-Mar 0-1 Académica (autogolo)
Académica 4-0 Pampilhosa (Djavan, Marinho, Marcos Paulo, Buval)

A Académica estreia-se na Liga ZON Sagres 2013/14 frente ao Gil Vicente, no próximo domingo, dia 18 de Agosto pelas 16h00, no Estádio Cidade de Barcelos.


FORÇA BRIOSA!

quarta-feira, 24 de julho de 2013

O PODRE SOBRE OS LUGARES ANUAIS 2013/14

Para os bilhetes de época da Académica 2013/14, os preços mantêm-se tão baixo quanto possível:



Mas eis as situações incompreensíveis:

É encerrada a melhor bancada do estádio, Nascente Superior:
- Esta bancada, totalmente coberta da chuva, possui a melhor visão sobre o relvado, já que fica quase uma dezena de metros mais próxima que a Poente Superior. É verdade que a Poente Superior leva os jornaleiros, mas esses não precisam de seguranças. A única vantagem da Poente Superior se manter aberta é ter sombra nos raríssimos jogos realizados em tardes e com Sol. Com esta opção, essa única bancada coberta da chuva que não encerrou, além de possuir menor capacidade não possui sequer locais centrais ao relvado dado esses lugares serem todos cativos.

Imagens na TV menosprezadas:
- Ainda no seguimento da opção de fechar a bancada Nascente Superior ao invés da Poente, é preciso avaliar não só o aspeto de mais uma bancada enorme (a maior do estádio!) encerrada, mas também no impacto que isso tem nas transmissões televisivas. É que essa bancada fica precisamente do lado oposto às câmeras. Ao invés de mover espetadores do lado Poente para o Nascente para transmitir uma melhor imagem da assistência e cativar adeptos, quem não vai ao estádio e apenas vê na TV vai ter a ideia que o estádio está ainda mais vazio e assim ficará com ainda menos vontade de ir.

Sócios partilham bancadas com Estarolas:
- A melhor oportunidade que poderia ser proporcionada pelo encerramento de uma bancada central seria permitir usar essa bancada para vender os bilhetes a visitantes nos jogos contra os 3 Estarolas. Porém, com a venda anunciada de Lugares Anuais para a Nascente Superior para os jogos contra 3 Estarolas parece óbvio que a ideia continua a ser a partilhar todas as centrais entre sócios da Académica e adeptos adversários. Mais uma vez, a ideia de disponibilizar a bancada encerrada para adeptos estarolas deveria apontar à Poente Superior, visto que no caso de colocar adeptos-de-2-neurónios na Nascente Superior, por cima da Mancha Negra, só poderá trazer problemas.

Estudantes não têm qualquer vantagem em ser sócios:
- Um adepto da Académica que seja sócio e estudante Universitário pagará 60€ de quotas + 20€ de Lugar Anual, num total de 80€. Um adepto da Académica estudante Universário que não seja sócio, pagará um total de 60€. Percebia-se a intenção, mas faz lembrar o Pack da Liga Europa que era mais caro que a soma dos jogos individuais.

Pack 10 jogos que são 11 jogos:
- Compensará mesmo um Lugar Anual em vez do Pack de 10 jogos que normalmente dá para 11 jogos (nem contando com as 2 ou 3 borlas finais)!? Sendo adeptos da Académica, não deveríamos anunciar falhas destas... mas não podemos deixar passar em claro erros crassos como este. A verdade tem de ser dita, e a verdade é que quem adquiriu um Lugar Anual por 55€ na época passada ficou a perder! Senão veja-se: Pack 10 jogos 10€ + SLB 16€ + SCB 5€ + SCP 10€ + FCP 10€ = 51€.


Para quando analisarem os dados, fazerem verdadeiras previsões, e pensarem nas verdadeiras consequências!? Para quando pensarem nas mudanças agora que dariam vantagens não só agora mas também a longo prazo!? Tantos exemplos: encerrar a bancada correta sem medo da opinião de meia dúzia de VIPs que lá possuem lugares Cativos; abrir uma bancada low-cost oficial para sócios em vez de esperarem pelos preços low-cost da Mancha Negra; pensar realmente no bem estar dos sócios em vez de continuarem a tentar serem simpáticos para Estarolas e camaleões.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

CALENDÁRIO 2013/14

O calendário da Liga Zon Sagres foi mais uma vez condicionado à partida com um conjunto de regras ridículas. Desta vez as regras mais absurdas passam a envolver não 3 mas 4 clubes, um deles que na época passada terminou a Liga perto do meio da tabela, no 7º lugar!
Estes 4 clubes (Fc do Porto, Sport Lisboa, Sp. Braga e Sp. Lisboa) não podem defrontar-se entre si nas primeiras duas jornadas, não podem jogar em jornadas adjacentes (antes e depois) e nenhum destes clubes pode jogar em casa com os restantes três, na mesma volta.

Num suposto campeonato onde todos deviam partir de igual para igual para se encontrar e ordenar os melhores, com tantas regalias para 4 clubes escolhidos subjetivamente com base em algo aberrante que não se consegue compreender, a "fava" teria que sair a algum outro clube:
- A Académica de Coimbra irá defrontar os 3 estarolas todos em casa na 1ª volta. O facto de jogar com todos eles fora na 2ª volta é insignificante, pois já se viu a facilidade com a Briosa humilha esses clubes, nomeadamente os de Lisboa, em Lisboa. A questão que surge é a grave desvantagem em termos económicos que terá a Académica ao receber esses 3 clubes patrocinados pela Portugal Telecom em fases do campeonato onde o marketing gratuito da imprensa nacional terá pouco impacto por se verificar no primeiro terço do campeonato onde os adeptos ainda não viram capas de jornais e telejornais suficientes a patrocinar o seu clube estarola para desembolsarem € e ir ver esses seus ídolos impingidos.

De resto, sobre o calendário da Briosa, nota para:
- 1ª e Última jornadas fora, contra Gil Vicente e Paços respetivamente;
- Por duas ocasiões, na 1ª volta e na mudança de volta, haverá 2 jogos consecutivos em casa;
- Na 2ª volta haverá uma vez 2 jogos consecutivos fora;
- No total a Académica joga contra todos os restantes 15 clubes, em casa e fora.

Aqui fica o calendário da Liga Zon Sagres 2013/14:
(carregue na imagem para aumentar)

sexta-feira, 21 de junho de 2013

ASSISTÊNCIAS DA ACADÉMICA DESCERAM 27%

Terminado o Campeonato de Futebol Português (Liga Zon Sagres) 2012-2013, as assistências podem ser analisadas comparando os seus valores com os obtidos nas épocas anteriores, comprovando a contínua descida do número de espetadores na maioria dos estádios portugueses.


A variável estatística "Média" (Média total) tem frequentemente o seu significado distorcido pela existência de valores desproporcionados devido a fatores extremos e pontuais. Isso acontece em jogos afetados negativamente por má meteorologia ou positivamente por borlas ou visitas de equipas Estarolas (equipas que levam um valor anormal de pessoas ao estádio, os quais não são adeptos mas apenas membros de rebanhos).
A variável "Mediana" contorna o ponto fraco da Média ao desprezar os valores extremos da amostra, isto é, representando apenas o valor no centro da amostra ordenada. Isto significa que os valores extremos das assistências não são considerados, sendo obtido o valor em que metade dos jogos tiveram uma assistência inferior (e a outra metade superior).
Outra variável alternativa aqui usada é a "Média sem os 3 Estarolas". Esta representa o valor médio de assistências dos 12 jogos em que não participam Sport Lisboa, Sp. Lisboa e Fc.Porto.



ANÁLISE DE ASSISTÊNCIAS DA ACADÉMICA DE COIMBRA

Relativamente à Académica de Coimbra, estes são os valores (apenas jogos da Liga) das últimas épocas, incluindo 2012/13:


(clique na imagem para ampliar)


O valor típico de espetadores no Estádio Cidade de Coimbra (ECC) na última época foi cerca de 3000, ou seja, metade dos jogos tiveram assistências inferiores e a outra metade superiores a 3056 espetadores (valor da Mediana). Uma descida de 27%. Das últimas 6 épocas, em que há registos disponíveis, esta foi a pior! Em metade dos jogos no ECC o estádio teve o desolador aspeto de mais de 90% vazio...
A subida da Média excluindo os jogos contra os 3 estarolas deveu-se exclusivamente às duas últimas jornadas em casa, com entradas gratuitas e larga publicidade para evitar a descida de divisão. A presença de 12739 espetadores no jogo decisivo com o Moreirense terá sido mesmo o único dado positivo desta época, uma vez que foi a 6ª maior assistência dos últimos 6 anos e a maior em jogos contra não-estarolas. Poder-se-á considerar também positivo as baixas assistências contra os 3 estarolas, pois esta terá sido provavelmente a primeira época em que em todos os jogos a Académica jogou realmente em casa.

No total, 70221 adeptos estiveram no ECC na época 2012/13, uma diminuição de quase 12 mil em relação à época anterior. No entanto, o número de adeptos nos 14 jogos excluindo os 3 estarolas foi sensivelmente igual (50033), dos quais 25% foram no jogo contra o Moreirense. O total nos restantes jogos foi bastante inferior, como já demosntrado pelo valor da Mediana (cera de menos 1100 adeptos em cada jogo).

A grande conclusão que se tira destes resultados é que de nada serviu a vitória da Académica na Taça de Portugal ou as promoções especiais ao longo da época. Por exemplo, na maioria dos jogos qualquer adepto tinha bilhetes a preços bastante acessíveis para a Mancha Negra (2 ou 3€) ou bilhetes para a bancada central como acompanhante de sócio a preço de sócio (5€). Para aqueles que acreditavam que o que faltava à Académica era ganhar uma competição, aqui viram as suas teorias afundadas. A única coisa que se ganhou foi mesmo adeptos que vão 1 vez por ano ao estádio quando é grátis e é o jogo da época.



ANÁLISE DE ASSISTÊNCIAS DA LIGA ZON SAGRES


No que diz respeito às assistências da Liga ZON Sagres:

(clique na imagem para ampliar)

Analisando as assistências da Liga Zon Sagres 2012/13 houve uma nova diminuição (2%) no no valor da Mediana (3692) em relação à época anterior (3778).
Analisando todas as equipas, apenas 5 das 14 que se mantiveram da época passada viram os seus valores a aumentar. O maior aumento em termos percentuais foi do Beira-Mar com 23% devido à...Académica: 2807 foi o número de adeptos na 1ª jornada no Beira-Mar vs Académica, mas a restante metade dos jogos do Beira-Mar em casa teve menos de 2100 espetadores. V.Guimarães e Marítimo viram também um ligeiro aumento nos seus valores, tal como o Sport Lisboa e Benfica. O Paços de Ferreira, apurado para a Liga dos Campeões, teve um aumento de 11% que corresponde apenas a 162 espectadores por jogo no seu total de 1601.
Nas maiores descidas, estão Rio Ave e Académica (no caso da Académica bem mais substancial em número de espectadores), e também Sp.Braga e Sp.Lisboa. No caso do Sp.Braga terá a ver com a época menos conseguida, no caso do Sp.Lisboa talvez signifique que a propaganda da imprensa a denominar o clube de grande já esteja a cair no ridículo e já não "cole" tanto quanto o habitual. Menos evidente será o motivo da descida do Fc.Porto que venceu o título de campeão.
As equipas que tinham sido promovidas à Primeira Liga viram assistências idênticas às que desceram, entre os 1500 e 1800 espectadores: valores anedóticos para uma primeira divisão nacional.

Nota para as habituais discrepâncias em algumas equipas dos valores de Média, Mediana e Média sem 3 Estarolas. Marítimo e Beira-Mar são exemplos de como estas variáveis funcionam. No caso da equipa situada na Ilha da Madeira, é muito menos afetada por variações de assistências em jogos com outras equipas, e adicionando ao facto de ter a capacidade do seu estádio limitada por obras, tem habitualmente as variáveis estatísticas praticamente iguais (este ano teve uma Média mais baixa devido a um jogo singular com supostamente apenas 1000 espetadores frente ao Moreirense). Em sentido contrário, o Beira-Mar tem habitualmente um valor da Média quase o dobro do valor da Média sem 3 Estarolas, ou seja, claramente afetado por esses jogos pontuais com bilhetes baratos para adeptos maioritariamente de equipas adversárias (teve 18730 contra o Sport Lisboa e 1159 contra o Estoril). Talvez isto suceda precisamente por se promoverem as equipas Estarolas em detrimento da equipa da casa. Mais uma vez, a média neste caso iria apenas ocultar a verdade escondida, que é evidenciada pela Mediana e pela Média sem 3 Estarolas as quais representam de facto o 'valor típico' de adeptos da equipa visitada que se deslocam ao estádio.


Para resumir as assistências da Liga Zon Sagres 2011/12 e traduzir melhor o conceito de Mediana apresenta-se o seguinte gráfico. As assistências dos 239 jogos (1 jogo foi à porta fechada) estão incluídas no gráfico, com uma variação entre 62553 e 728 espetadores. O eixo vertical mostra as assistências enquanto o horizontal mostra a distribuição dos jogos em forma de %.


O valor da Mediana considerando a listagem dos 239 jogos resulta em 3.692 espetadores, isto é, 50% dos jogos tiveram assistências inferiores a esse valor.
O valor indicado no gráfico nos 33% significa também que 66% dos jogos tiveram menos de 7700 espetadores. Aliás, 72% tiveram menos de 10 mil espetadores, apesar de esse ser o valor médio de assistências que é habitual ser anunciado na imprensa nacional - um valor, como se vê, bastante enganador. Podem haver todas as jornadas 1 ou 2 jogos de Estarolas que fazem subir a Média, mas a realidade dos restantes 80% de estádios vazios não pode ser omitida.

Apenas 19% dos jogos tiveram mais de 20 mil espetadores, e só mesmo 10% dos jogos realizados daria para encher alguns dos estádios do Euro 2004. A realidade dura em Portugal dos 3 Estarolas são estádios vazios, e seja a que preços for, cada vez será pior.

Nota: os dados usados foram retirados do site da LPFP, que apesar de apresentar frequentemente valores dúbios, serve para tirar uma boa ilação.


ESTÁDIOS VAZIOS = PORTUGAL



No seguimento deste artigo, encontra-se no cabeçalho deste blogue Académica Sempre uma ligação para um texto mais completo onde se inclui uma comparação com as assistências entre a Liga Portuguesa e as restantes Ligas Europeias, bem como algumas respostas para estes baixos valores de espetadores em Portugal:
http://academicasempre.blogspot.pt/p/assistencias-da-academica-em-portugal-e.html

Pode também consultar este texto no cabeçalho do blogue em ASSISTÊNCIAS 2012/13.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

FAZER PELA VIDA

A direção da Briosa está finalmente a mostrar trabalho no que diz respeito ao extremamente necessário reforço do plantel para a época que se avizinha. Depois das saídas de Edinho e Saleiro, era absolutamente fulcral reforçar a posição de ponta de lança. Buval foi hoje anunciado como reforço para os próximos dois anos. Da época que fez no Feirense, retenho a imagem de um jogador possante e lutador, com uma boa percentagem de aproveitamento das oportunidades de golo que lhe surgiam. Parece-me uma escolha acertada. Faltará, pelo menos, mais uma entrada para reforçar o ataque.

Depois do regresso de Rodrigo Galo ao Sp. Braga, tinha que se colmatar esta saída. A escolha recaíu em Marcelo Goiano que atuou na última época no Feirense. Não posso fazer um juízo de valor sobre a sua qualidade, uma vez que nunca o vi jogar, mas espero que seja uma elemento que venha acrescentar algo mais àquela posição específica que me pareceu sempre um dos pontos fracos na última época.

Muitos mais reforços terão de ser conseguidos para que possamos encarar a próxima temporada com otimismo e confiança.

domingo, 26 de maio de 2013

SDUQ SOBE AO POLEIRO


Numa votação em que 24 sócios (2,2% dos votantes) votaram a favor da extinção do futebol profissional da Académica, a Sociedade Desportiva Unipessoal por Quotas (SDUQ) venceu a Sociedade Anónima Desportiva (SAD) com 583 votos (53,8%) contra 481 votos (44,4%), num total de 1083 sócios votantes.

Ganhou assim o voto do "não sei". Ganhou o voto do "não se chama SAD". Ganhou o voto do "desenrasca": desenrasca qualquer coisa para agora, que possivelmente em breve com a corda à garganta desenrascar-se-á uma SAD com 51% de capital para os credores.
Ganhou o voto dos Camaleões, aqueles que querem uma Académica diferente e de "causas", quem sabe até sem futebol Profissional, porque ao mesmo tempo terão as suas equipas 'grandes' para ver jogar futebol e apoiarem para ganhar títulos.

Exemplo:

Os painéis publicitários resultaram. Também já se vê a euforia nos links dos adeptos do Sporting de Lisboa (que nem camaleões são), e que usam apenas o nome da Académica para agradar aos seus padrinhos, conseguir visitas e vender publicidade: http://osexoeacidade.com/

Logo foram publicados vídeos de 'ferrenhos adeptos' (como o exemplificado em cima) que gritam num pavilhão vazio por "Académica" mas nunca marcam presença no Estádio:


E assim nasceu hoje um novo dia, com os ecos do cantar dos galos entusiasmados por verem o poleiro quase ao seu alcance.

Resta a esperança que o barco não afunde e a consciência tranquila de que se votou numa Académica maioritariamente dos sócios... mas uma consciência tranquila que de nada servirá se a Briosa for parar aos credores, porque nós não temos clube alternativo para apoiar.

100% ACADÉMICA APENAS E SÓ, SEMPRE.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

"SDUQ LEVA-NOS CONTRA UMA PAREDE".

O presidente da direção da AAC/OAF deu hoje uma entrevista ao Diário as Beiras, que pode ler-se aqui.

Destaco o seguinte: "Finalmente, eu que sou só da Académica, não gosto de ver sócios que são confessos simpatizantes de outros clubes e que fazem negócios com academias de outros clubes para os trazer para Coimbra. Essa gente é que é 100 por cento Briosa? É essa gente que diz que com a SDUQ é que a Académica vai continuar a ser 100 por cento Académica? São pessoas bipolares, porque dizem uma coisa e praticam outra".

Eu não diria melhor! Veja-se que até há dinheiro para publicidade a favor da SDUQ! Para ajudar a AAC/OAF é que nunca houve, aliás, alguns destes senhores até tentaram "desviar" patrocínios acordados para a AAC/OAF e vangloriaram-se disso mesmo!

Amanhã é imperioso ir votar!



terça-feira, 21 de maio de 2013

PORQUE TEMOS MEMÓRIA!

«A Académica não joga um caral... e tem de descer de divisão» (Jorge Jesus, 17/02/2013)

Vozes de burro não chegam ao céu...

Mas para que os outros burros saibam o que o burro-mor disse, aqui fica a resposta!


segunda-feira, 20 de maio de 2013

1 ANO

Nunca é demais recordar, mas há mesmo que voltar a sentir o arrepio de prazer hoje que faz 1 ano desde a data mágica de 20 de Maio:


A Taça de Portugal 2012 jamais será esquecida.
1939 e 2012 são duas datas gravadas nos nossos corações!

Adeptos verdadeiros...somos só aqueles que sabemos as datas dos nossos títulos para sempre os poderem saborear! ..."Nossos" títulos, dos raros que acreditaram, não dos que se juntaram a rebanhos de equipas ganhadoras com títulos divisíveis por milhões.

100% ACADÉMICA, SEMPRE, APENAS E SÓ, PARA SEMPRE!

ÚLTIMA JORNADA COM DERROTA

A Académica terminou o campeonato com uma derrota por 2-1, na 30ª e última jornada, disputada na casa do Clube Desportivo Nacional (Nacional da Madeira). Fica o resumo:



Apesar de tudo a Briosa manteve o 11º lugar com o qual termina a temporada, com 28 pontos obtidos. Uma melhoria relativamente ao 13º lugar da época passada, onde no entanto havia conseguido 29 pontos.
A não esquecer são os 13 pontos roubados esta época, com os quais teria terminado a Liga com 41 pontos e no mínimo o 7º lugar. Mais uma vez, são as arbitragens que decidem os lugares cimeiros. A luta pelo 1º lugar cai mesmo no ridículo da discussão de qual o mais beneficiado, esquecendo todos os que foram roubados, e aqueles mais roubados, os mesmos de sempre que nunca se deixa que alcancem a metade de cima da tabela.

Para o ano há mais...

FORÇA BRIOSA!

terça-feira, 14 de maio de 2013

SAD ou SDUQ - ALGUMAS NOTAS

Caros leitores,

Deixo aqui umas notas sobre a importante decisão que temos pela frente.

Tive o prazer de estar presente na sessão de esclarecimentos promovida pela Casa da Académica em Lisboa (CAL) na passada quinta feira, 9 de Maio.

Estou confuso e não sei qual a melhor opção para a Briosa a curto, médio e longo prazo.

I - A SAD é um caminho perigoso e desconhecido. Tanto pode ser bom como pode ser um inferno!

II - A SDUQ é um mal menor. É mudar por mudar ganhando tempo para se decidir mais conscientemente e menos pressionados a criação ou não de uma SAD. Mas pode acontecer na altura em que quisermos constituir uma SAD estarmos numa posição fraca e ser mais dificil de criar a SAD

III - A Direcção foi obrigada a defender perante os sócios um modelo. A Direcção não deveria ter sido obrigada a fazê-lo porque ao apresentar e defender uma proposta é como se estivesse a apresentar uma moção de confiança aos sócios! A norma dos estatutos que a isso a obrigou deveria ter sido considerada caduca pois a alteração de modelo de gestão é uma imposição legal e não um desejo da Direcção.

IV - Este diploma legal é um aborto. Uma maneira de o estado tentar sacar mais uns cobres aos clubes desportivos.

V - A 25 de Maio irão existir duas perguntas. Uma primeira sobre se queremos adoptar a forma de uma sociedade comercial (basicamente é escolher se queremos continuar a ter futebol profissional ou não) que têm de ser votada, no mínimo  por 10% dos sócios efectivos (mais de 2 anos de sócio  mais de 18 anos, cota de Abril paga) que equivalem, apenas a uns 300 ou 400 votos, e que têm de ser aprovada por uma maioria nunca inferior a 2/3. E uma segunda pergunta onde é dada a opção de escolher aos sócios entre SAD e SDUQ sendo que nesta basta uma maioria simples de 50% + 1 voto.

VI - Pelo que sei será possível pagar as quotas no dia da votação. Parece-me sensato!

VII - Qualquer que seja o modelo escolhido o importante é ter uma boa gestão. Um clube não declara falência por ser uma SAD e não fica rico por ser uma SDUQ ou vice versa. Ser SAD ou SDUQ só é relevante com uma boa gestão.

VIII - Acho uma excelente ideia a intenção da Direcção de congregar a cidade, os patrocinadores e os sócios em torno da Académica. Não consigo é compreender qual o motivo pela qual a SAD potencia isso mais que o actual modelo ou que a SDUQ. Como disse publicamente a congregação das pessoas e da cidade em torna da Académica tem sido descorado nos últimos anos, não compreendo como se deixou escapar uma oportunidade de potenciar a AAC como a que conquistámos a 20 de Maio de 2012!

IX - Quanto à primeira pergunta, nem deveria ser colocada!!! Quem não quer ter futebol profissional que entregue o cartão de sócio e se afaste da Académica. Mas tenho a certeza que será aprovada com 100% de votos a favor!

X - Caso a primeira pergunta não obtenha votos suficientes para ser aprovados o futebol profissional acaba.  Se não forem votar 10% dos sócios efectivos (300-400) seria uma vergonha para todos os adeptos e sócios da AAC pelo que mais valia acabar desde logo com o futebol profissional!

XI - A segunda questão é a questão que interessa. SAD ou SDUQ? Por qual passará o nosso futuro?

XII - Grande parte do debate tem andado centrado na penhorabilidade ou não da quota (na SDUQ) ou das acções (na SAD). Para ser sincero isso é algo que não me preocupa por achar que o futuro passa por uma boa gestão. Acho que nos devemos preocupar mais com o projecto do que com esta questão.

XIII - Outra questão que se levantou era que com a SAD seria impossível passar depois para uma SDUQ mas ao que consta basta uma AG com votos favoráveis de 2/3 dos accionistas para determinar a passagem a SDUQ bastando depois ao clube adquirir as acções de volta. A questão que coloco é, e se alguém pedir um valor exorbitante por cada acção, é possível obrigá-los a vender por um preço razoável? É possível acautelar esta situação e colocar um preço futuro de venda aos accionistas que vão receber acções a troco de nada?

XIV - Muitos concordam com a SAD idealizada pela Direcção ao envolver as várias entidades da Cidade, patrocinadores e adeptos. Até agora, e pelo que consegui apurar, apenas o Politécnico de Coimbra afirmou que entrava numa futura SAD e a AAC-DG mostrou-se disponível para discutir o assunto. As outras entidades, CMCoimbra e Universidade, disseram que seria muito difícil devido ao rigor orçamental.

XV - Segundo a proposta da Direcção o património ficará no clube. Assim sendo, onde ficam as dividas? A SAD assume o pagamento das dividas? Como será processado esse pagamento?

XVI - O dinheiro das quotas pertencem ao clube pois nós somos sócios da AAC-oaf e esta é que será participante numa SAD. Que outras receitas terá a AAC-oaf? Quais as contrapartidas que o clube receberá da SAD pela utilização das infraestruturas?

XVII - Caso seja aprovada a SAD haverá depois alguma AG para aprovar os moldes em que a mesma vai ser constituída?  É que até hoje [14 de Maio] não sabemos qual será a percentagem que ficará em posse da AAC-oaf (apenas que será um mínimo de 2/3). Não sabemos qual será a percentagem que ficará em posse de cada umas das instituições publicas convidadas. Não sabemos qual será o capital social da SAD. Ou seja, temos ideia geral com que muitos concordam mas não existem depois dados especificos.

Muita pena de não poder estar presente na sessão de esclarecimentos da próxima 5ª feira mas estarei em Coimbra dia 25 para exercer o meu direito de voto. Espero decidir-me até lá!!!

Por agora é tudo que a noite já vai longa mas espero voltar ainda a escrever sobre este assunto mais um par de vezes.


FORÇA BRIOSA!!!
A-CA-DÉ-MI-CA!!!

quinta-feira, 9 de maio de 2013

ÚLTIMO JOGO EM COIMBRA

Na penúltima jornada da Liga Portuguesa 2012/13 a Académica pode (finalmente) garantir matematicamente a manutenção. À partida faltam 2 pontos à Briosa, mas dependendo de outros resultados poderá acontecer a manutenção ficar garantida mesmo com uma derrota.
Neste jogo, que será o último em Coimbra na presente temporada, envolve-se também a luta pela Champions League, e mesmo a luta pelo título de campeão. O adversário da Briosa, Paços de Ferreira, está também a 2 pontos de garantir a presença na pré-eliminatória da Champions League. No caso de empate ou derrota frente à Briosa, e vitória do Sp.Braga nesta jornada, faltará ao Paços conquistar pontos na última jornada em casa frente ao FC do Porto, que nesse caso poderia direcionar o título para o Sport de Lisboa.

É essencial à Briosa garantir a manutenção nesta jornada. No entanto, há desde já 2 grandes adversidades:

- 1º - Para ocupar a posição que ocupa na tabela, o Paços de Ferreira tal como todos os clubes que sempre rondam os lugares cimeiros tem de ser em algumas ocasiões levado ao colo à custa de terceiros. Bem notório disso foi a vitória frente à Académica na 1ª volta, com um golo solitário precedido de falta não assinalada e em completo fora-de-jogo.

- 2º - Repetindo o ponto anterior, os árbitros são os principais responsáveis para determinar os lugares cimeiros na tabela. A vitória do Paços interessa também ao Fc do Porto que assim partiria para a última jornada contra um adversário sem necessidade de conquistar pontos. Nesse sentido, o árbitro nomeado para o encontro foi Duarte Gomes, o mesmo ladrão que apitou o mais escandaloso roubo da presente temporada, em Coimbra, frente a mais uma equipa levada ao colo lá para cima. Recorde-se o golo da 'vitória' de Guimarães com 3 espanhóis em fora-de-jogo:

O Académica de Coimbra vs Paços de Ferreira do próximo sábado, 11 de Maio, pelas 18h15, é então um jogo em destaque e para nós, naturalmente, o mais importante e imperdível da jornada.
Nesse sentido, dado o horário apetecível e o facto de ser o último jogo da temporada em Coimbra, é esperado mais um grande ambiente no Estádio Cidade de Coimbra. A entrada é gratuita para sócios, e todos os restantes adeptos da Briosa pagam apenas 1€. Adeptos do Paços terão bilhetes a 5€.
É esperada uma assistência de cerca de 10 mil espetadores, 1000 dos quais oriundos de Paços de Ferreira. Aqui fica a promoção do jogo.


Outros jogos a acompanhar nesta jornada, à mesma hora:
- Rio Ave vs Gil Vicente (Força Rio Ave, no mínimo pelo 7º lugar)
- Sp.Lisboa vs Olhanense (Força Olhanense, o pseudo-grande para a 2ª metade da tabela)
- Estoril vs Beira-Mar (Força Estoril, rumo à Europa e com os Cagaréus para a Segunda Liga)
- Moreirense vs V.Setúbal (Força Moreirense.. mas boa sorte para o Setúbal)

E ACIMA DE TUDO, FORÇA BRIOSA!!!

segunda-feira, 6 de maio de 2013

SETUBAL - ACADÉMICA

Ontem, 5 de Maio, umas poucas centenas de bravos guerreiros viajaram até Setúbal para ver a mágica BRIOSA.

Não foi um grande jogo de futebol da nossa parte mas foi q.b.

A Académica entrou em campo com Ricardo, Galo, Halliche, Flávio, Helder Cabral, China, Marcos Paulo (Ogu), Makelele, Marinho (João Real), Edinho (Cisse) e Wilson Eduardo.

A primeira parte foi morna de ambos os lados. De realçar um contra ataque rápido da Briosa que termina com um remate de Wilson Eduardo. Do lado do vitória de realçar a expulsão de Jose Mota (que correu mais de 15 metros a reclamar num lance em que arbitro até tinha decidido a favor do vitória) e de um mergulho para a piscina que no Rio irá valer uma medalha de ouro a alguem!

Ao intervalo Sérgio Conceição tirou Marcos Paulo (que estava bastante apagado) e fez entrar John Ogu. Perdemos consistência e equilibrio no meio campo tendo o Setubal vários lances de ataque perigosos.
O mais perigoso é uma bola à barra em que o "Cabeça de Pila" e a sua equipa se recusaram a assinalar um fora de jogo de Miguel Pedro (que, por acaso, esteve em fora de jogo durante TODA a jogada!) mas a barra estava connosco e fez-se justiça divina.

A partir dos 70' a Briosa começou a criar mais perigo com realce para uma boa jogada de Wilson Eduardo que termina com um bom remate e aos 78' na sequência de um canto mais uma grande defesa para canto do GR adversário a remate de Wilson Eduardo (para alguns pasquins e para alguns jornaleiros foi o Flávio quem cortou a bola sobre a linha. Mais profissionalismo é o que se pede!). E desse canto nasce o golo da ACADÉMICA!!!!

Canto batido por Rodrigo Galo (alguns pasquins e jornaleiros dizem que foi Marinho) Halliche desvia junto à marca de penalty e OGU já dentro da pequena área encosta confirmando o golo da BRIOSA!!!

De realçar que toda a jogada é legal pois no momento do toque de cabeça do Halliche estavam dois defesas vitorianos entre Ogu e a linha de baliza!

Até ao final do jogo de realçar a expulsão de um jogador do setubal por protestos e a falta de capacidade da Briosa para congelar o jogo.

Para o próximo jogo não poderemos contar com Marinho que viu o 5º amarelo num lance em que só um Cabeça de Pila consegue ver razão para amarelo.


segunda-feira, 29 de abril de 2013

MISSÃO CUMPRIDA

A primeira missão englobada nas quatro batalhas finais até ao fim a liga está cumprida. Cumprida com sucesso, sem brilhantismo, sem pompa nem circunstância, mas cumprida!. Os guerreiros de preto conseguiram vencer pelo seu querer, pelo seu esforço, pela sua alma, empurrados por 13 mil gargantas que nunca se cansaram de cantar bem alto o nome da Briosa!

O jogo não podia ter começado melhor quando Marinho (mais uma vez ele, sempre ele) aproveita um passe magistral de Makelele para inaugurar o marcador, logo aos 18 minutos. A Académica não conseguia pegar no jogo, os adversários mostravam-se mais perigosos e dominadores. Mas os pretos aceitaram as suas limitações e perceberam que tinham de jogar assim, que tinham de sofrer, que tinham de suar para, no final, poderem celebrar. Só assim que conseguem as vitórias. Quem não tem ajudas externas encapotadas (ou mesmo às claras), só consegue vencer se se aplicar a fundo e suar a camisola. Foi isso que aconteceu ontem à noite no Calhabé!

Continua a notar-se que a equipa não tem forças para poder pegar no jogo de princípio a fim, que o meio campo tem muitas dificuldades em controlar os adversários. Percebe-se que esta equipa foi deixada num estado pouco menos que lastimável, quer fisicamente, quer animicamente. Mas também se percebe que Sérgio Conceição entendeu isso mesmo e que está a conseguir passar a mensagem aos jogadores: têm de se transcender! Esquecer o que está a doer, esquecer que são os adversários que estão por cima do jogo, esquecer que eles estão melhores. Podes superar isso lutando, lutando até ao fim por aquela camisola preta que já é centenária!

A próxima missão é em Setúbal e a mentalidade tem de ser a mesma para que o objetivo seja finalmente alcançado!



BRIOOOOOOOOOSA!!!!!!!!!


quinta-feira, 18 de abril de 2013

JUSTIÇA??? O MAIS PARECIDO VEIO DO SUPREMO

Caros leitores,

Hoje fez-se quase justiça.

O nosso presidente, José Eduardo Simões, viu grande parte da sua defesa ser aceite pelo Supremo Tribunal de Justiça com a redução da condenação de mais de seis anos de prisão efectiva para apenas 15 meses de pena suspensa.Uma excelente noticia para a Associação Académica de Coimbra e para os seus sócios e adeptos.

Gostaria de saber o que vai acontecer a quem, perante os mesmo factos, conseguiu ver o que lá não estava pois não deveria ser normal uns condenarem a 66 meses de prisão efectiva e outros, uma vez mais reforço, perante OS MESMOS FACTOS condenarem a 15 meses de pena suspensa.

Tambem sei, e gostaria de relembrar, que em Portugal estádios de privados pelas autarquias, trocas fraudulentas de terrenos, centros de estádio gratuitos e doação de estádios municipais a clubes de futebol não são crime nem merecem investigação.

Aos tristes e aziados que vão demorar mais de 2 anos a digerir esses sapos gostaria de dizer: FORÇA BRIOOOOOOOOOOOOOOOOSA!!!


Que amanha em Braga os nossos rapazes consigam um resultado positivo para tornar esta semana ainda melhor para a AAC!!!!


Estica BRIOSA!

segunda-feira, 15 de abril de 2013

A FRAUDE PODE CONTINUAR

Caros leitores,

Hoje, 15 de Abril, era o dia limite para a entrega da documentação comprovativa de que os compromissos perante os jogadores até Março deste ano estavam em dia.

Pelo que se sabe o Olhanense têm dois meses e meio de salários em atraso pelo que não conseguiu fazer prova de ter a situação regular perante a Liga.

Sabemos bem que Portugal é um pais pródigo em maroscas, leis com buracos feitos à medida e corrupção. O pasquim ABolha noticia na sua edição online que uma marosca já está a ser preparada e passo a citar:

Ou seja, o clube algarvio não regularizou salários mas entregou a documentação devida, digamos, uma forma e ganhar tempo até ser notificado a pagar...o que deve. 
O espírito da lei é claro, quem não tiver os salários regularizados a 15 de Abril fica sujeito a medidas disciplinares que irão acabar na subtracção de pontos aos clubes incumpridores.

Aguardo atentamente as artimanhas que vão ser utilizadas pela LPF e FPF para, uma vez mais, continuar a compactuar com os incumpridores.

O Olhanense segue na 14ª posição com 21 pontos e luta arduamente pela manutenção no escalão máximo do futebol nacional.


Aproveito para relembrar a todos os nossos leitores que na próxima sexta feira, dia 19, a Briosa se desloca a Braga onde jogará pelas 20h com o sporting local. Os bilhetes e a viagem podem ser adquiridos por 12€ junto da Mancha Negra para sócios da claque e por 15€ para todo e qualquer adepto da Briosa.


Força BRIOSA!!!

domingo, 14 de abril de 2013

INVASÃO A BRAGA!!!

Sexta feira, 19 de Abril, a Mágica BRIOSA desloca-se a Braga para enfrentar o Sporting local.
A melhor claque do mundo disponibiliza viagem + bilhete por apenas 12€. Tal é apenas possível devido ao contributo de sócios e adeptos amigos da Briosa e da Mancha Negra que se juntaram para tornar possível uma viagem a um excelente preço para que ninguém tenha desculpas para faltar a este importante desafio.

De relembrar que ainda é possível contribuir bastando para tal contactar a direcção da Mancha Negra (JP, Camões e Roger)



Força BRIOSA!!!
Força RAPAZES!!!
A-CA-DÉ-MI-CA