ACADÉMICA DE COIMBRA - MUITO MAIORES DO QUE 'GRANDES'!   100% ACADÉMICA 100% ACADÉMICA SEMPRE A TAÇA 2012 É NOSSA!!!! APOIA A TUA EQUIPA LOCAL ACADÉMICA DE COIMBRA SEMPRE! BRIOOOOSAAAAAAAAA VENCEDORES DA TAÇA DE PORTUGAL 2012! 100% ACADÉMICA SEMPRE 100% ACADÉMICA

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

INÍCIO DE 2011

Que comece da melhor maneira, em Coimbra, com vitórias e alegrias da Briosa!

09-01-2011 (domingo) - 16:00 - Liga ZON Sagres, 15ª jornada
Académica vs Paços Ferreira

12-01-2011 (quarta-feira) - 15:00 - Taça de Portugal, Oitavos de final
Académica vs União da Madeira

16-01-2011 (domingo) - 20:15 - Liga ZON Sagres, 16ª jornada
Académica vs Sport de Lisboa

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

TONEL: PRETÉRITO PERFEITO E IMPERFEITO

Tonel, formado no Fc.Porto, esteve emprestado à Académica, onde alinhou 4 épocas entre 2000 e 2004, tendo ajudado a equipa na última subida de divisão. Entretanto, alinhou 1 época pelo Marítimo e 5 pelo Sp.Lisboa, estando actualmente no D.Zagreb.

Hoje, em entrevista ao Pasquim Record, o defesa central agora com 30 anos anuncia que gostaria de terminar a sua carreira ao serviço da Académica.
Gostava de acabar a minha carreira em Portugal. Logicamente que ainda não penso de forma muito séria nesse cenário, mas quando isso acontecer gostava que fosse em Portugal. Com que idade ainda não sei, mas não escondo que gostava de terminar na Académica.
Foi onde comecei a nível da primeira divisão, é um clube especial, diferente de todos os outros, onde sempre me trataram bem e gosto muito da cidade. Foi um clube que me marcou, e se pudesse escolher seria muito bonito acabar ali.”


São palavras bastante agradáveis e simpáticas de Tonel. Ficamos gratos e apreciamos a mais valia que seria Tonel (enquanto tiver idade para isso)...

Mas será que essa seria mesmo a sua primeira opção?...
E terá Tonel um carinho tão especial pela Briosa ao ponto de não celebrar um golo?

domingo, 26 de dezembro de 2010

NOVO TREINADOR: JOSÉ GUILHERME

Foi anunciado no site oficial da Briosa o novo treinador.
Estreia na Primeira Liga Portuguesa, José Guilherme Granja Oliveira, de 45 anos, iniciou a sua carreira no Esmoriz, tendo também chegado a treinar o Sp. Espinho. Foi na formação do FC Porto onde se destacou, tendo sido campeão nacional em 4 ocasiões. Recentemente, integrou a equipa técnica da Selecção Nacional, que participou no Campeonato do Mundo de 2010, na África do Sul.

O novo técnico disse as suas primeiras palavras ao serviço da Briosa:
"Quero aproveitar esta oportunidade para me dirigir, em primeiro lugar, a todos os Sócios e simpatizantes da Académica. É um prazer enorme treinar um clube como este, com uma grande cultura. A Académica tem um forte carisma, uma forte tradição e mística e é isso que queremos potenciar."

A apresentação oficial será amanhã, segunda-feira, pelas 12 e 30. O contrato do sucessor de Jorge Costa é válido até final da temporada, com mais uma de opção. O seu adjunto será José Alberto Costa.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL!

Só na Playstation?
Pois... nem com o Pai Natal...



Mas...
Força BRIOSA! És a nossa fé! Esta época é que é!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

AMOREIRINHA FALHA RESTO DA ÉPOCA

O defesa central da Briosa sofreu no jogo em Braga uma rotura do ligamento anterior cruzado do joelho esquerdo, e terá que ser submetido a uma operação cirúrgica que o deverá afastar dos relvados o resto da temporada.
Note-se que Amoreirinha termina contrato com a Briosa no fim desta época.
Aqui deixamos os votos de uma boa e rápida recuperação!

Mas atenção...
Um (ou dois) defesa central precisa-se!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

MUITO ESTRANHO!

Se a notícia da saída de Jorge Costa se confirmar, só posso dizer que é muito estranho que o treinador da Briosa deixe a equipa quando conseguiu 18 pontos em 14 jornadas da liga. Se foi a direcção a forçar a saída, considero absolutamente inadmissível, e mais um acto de má gestão desportiva que pode prejudicar seriamente a equipa. Se foi o treinador a querer "bater com a porta" e se for assinar por outro clube logo a seguir, constata-se que é mais um mercenário que esteve a "mamar" na Briosa uns meses!

Considero que a saída do treinador pode ser muito perigoso para o que resta da liga e que tempos muito difíceis estarão para vir. Mas como eu não sou como o outro e me engano muitas vezes, espero estar enganado desta vez...

P.S.: Depois do comunicado do Jorge Costa publicado no site oficial, só tenho a agradecer-lhe e a desejar-lhe muito boa sorte para o futuro.

JORGE COSTA COLOCA LUGAR À DISPOSIÇÃO

Segundo a Antena 1, Jorge Costa estará de saída da Briosa.

A notícia já está também confirmada no pasquim A Bola:
http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=238210

Jorge Costa sai assim da Briosa, por alegados motivos pessoais, após duas pesadas derrotas, numa época que tinha sido até agora satisfatória mas muito longe de brilhante.

Isto acontece num dia em que o treinador havia falhado o treino matinal da equipa, e no mesmo dia em que foi divulgado no Diário de Coimbra um possível interesse de clubes estrangeiros na aquisição da equipa técnica da Briosa.

sábado, 18 de dezembro de 2010

Basket: AAC vence FCPorto

A equipa de basquetebol da Académica venceu hoje o FCPorto, por 76-71, em jogo disputado no Pavilhão Multidesportos Dr. Mário Mexia.
Foi um grande jogo de basquetebol, disputado com muita intensidade e com uma boa moldura humana nas bancadas.
Há 9ª jornada da Liga Portuguesa de Basquetebol, a Académica infligiu a primeira derrota ao FCPorto, que até hoje tinha ganho todos os jogos por 11 pontos ou mais.

A Académica começou bem o jogo, mostrando que estava em campo para ganhar. O equilíbrio foi a nota dominante no 1º e 2º períodos, tendo a AAC chegado ao intervalo a ganhar por 2 pontos.
O Porto consegui um ligeiro ascendente no 3º período, com Carlos Andrade e Gregory Stempin em bom plano, mas nunca se viu a vencer por mais de 5 pontos. Na Académica, Tommie Eddie e William Holland iam fazendo as despesas do jogo por parte da Académica, sempre bem coadjuvados por Fernando Sousa, Matthew Shaw e Diogo Simões. Uma nota também para Francisco Destino, que esteve muito bem, sempre que foi chamado. No 4º período, com alternância constante no marcador e a intensidade do jogo a aumentar, o querer e o saber dos jogadores da Académica foi superior aos do FCPorto. Tendo conseguido uma pequena vantagem de 4 pontos já perto do final, e com o ruidoso apoio do público, a Académica foi capaz de manter a intensidade e garantir a vitória. Destaque para William Holland (o MVP do jogo) e Diogo Simões, que converteram com 100% eficácia os seus lances livres, quando o FCPorto recorreu às faltas nos instantes finais.

A Académica continua assim a sua senda de vitórias - são já quatro seguidas - mostrando que tem, mais uma época, uma equipa unida, capaz de ganhar a qualquer adversário. O lema da secção "Somos uma equipa" é verdadeiramente o espelho deste grupo de jogadores, que lutam, jogam bem e entusiasmam os adeptos.

AAAAAAC, A-c-a-d-é-m-i-c-a, A-c-a-d-é-m-i-c-a!!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

PERDER POR 1, PERDER POR 5...

...mas já é demais! Miseráveis.

Houve algum azar pelo meio... O resultado foi claramente exagerado para o que se passou no jogo.
A Académica terminou a 1ª parte com mais ataques, mais cantos, e inclusive 52% de posse de bola. Mesmo no final foram valores equilibrados, com 50% de posse de bola.
Mais uma bola na barra que daria o 1-1. Mais uma expulsão claríssima perdoada ao adversário.

Mas a grande diferença esteve mesmo nos erros irresponsáveis da defensiva da Briosa.

A culpa dos 10 golos sofridos em 2 jogos tem também que ser imputada ao treinador.
Jorge Costa:
«Depois de uma derrota destas é difícil arranjar explicação. Foi mais um jogo atípico, onde até entrámos bem. Acho que oferecemos 3 golos ao Braga. Na segunda parte tentámos, mas fomos pior em termos de qualidade. Voltámos a sofrer 2 golos. Mérito para o Braga, demérito da nossa parte. Um resultado pesado. Felizmente o campeonato vai parar, felizmente podemos recuperar alguns jogadores. E temos que voltar aquilo que somos. Temos que limpar esta imagem destes 2 jogos. Esta não é a equipa que eu quero, que pode ser e que já foi.»

Lamentável:

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

MESMO ÁRBITRO, MESMA EQUIPA, ADVERSÁRIOS DIFERENTES

ÉPOCA 2010/11

Académica 1 - Olhanense 1

Em tempo de compensação, com a Académica a vencer 1-0, Éder é empurrado, tropeça, cai, a bola toca-lhe involuntariamente no braço...
Árbitro Marco Ferreira assinala prontamente penalty:




Sport Lisboa 2 - Olhanense 0
Jogador do Olhanense sofre um rasteira gigante, um penalty que até um cego via...
Árbitro Marco Ferreira manda prontamente seguir:




Sp.Braga - Académica
A equipa de Braga que constantemente fica nos lugares cimeiros da tabela (tenha melhores ou piores equipas) está neste momento atrás da Académica...
Árbitro Marco Ferreira

...

QUARTOS-DE-FINAL DA TAÇA

Se a Académica passar os Oitavos-de-Final da Taça, o adversário dos Quartos-de-Final será o Vitória de Setúbal, jogo que a acontecer será também realizado em Coimbra.

[Académica - ( Bombarralense/Louletano - União da Madeira)] - V. Setúbal

ALIMENTA-ME ESTE SONHO!
FORÇA BRIOSA!!

FIM DE CICLO?

O que se pode depreender das palavras de José Eduardo Simões aquando da homenagem a "Marquês", é que este é o seu último mandato à frente da direcção da AAC/OAF, uma vez que afirmou que "aquele momento seria provavelmente o último em que estaria presente na qualidade de líder máximo da Académica/OAF numa sessão levada a cabo pela Casa da Académica em Lisboa". Disse ainda que "quem vier a seguir terá a vida mais facilitada".

Uma atitude perfeitamente normal em Instituições verdadeiramente democráticas, nas quais os líderes não se eternizam!

A notícia completa, aqui.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

VIAGEM A BRAGA

Para os que acreditam, têm fé, e dão tudo pela Briosa, aqui ficam as informações sobre a deslocação à pedreira para assistir ao Sp.Braga vs Académica, na próxima sexta-feira pelas 20:15.

Viagem (saída às 17H00) + Bilhete:
- Sócios MN - 13 euros
- Não sócios - 18 euros

Inscrições na sede da MN até quarta-feira às 24H00 (+ 2€ se fora do prazo).

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

ACADÉMICA = OAF

Muitos adeptos de futebol de Coimbra e da Universidade de Coimbra foram impingidos a apoiar as equipas de Lisboa ou do Porto. As suas opções não foram de autoria própria, mas apenas influências de terceiros. Como tal, não encontram verdadeiros motivos para justificar a escolha que pensam ter sido sua. O que fazem é, após terem sido impingidos e já serem adeptos efectivos desse clube estarola, tentar justificar o porquê de o serem.
As justificações inventadas à posteriori são imensas, mas a verdade evidente de serem "porque os outros lhes disseram para ser", essa nunca conseguem admitir.

Em sentido contrário, quando tentam justificar o porquê de não serem da Académica de Coimbra, a resposta poderia ser "porque ninguém lhes impingiu a ser"...até porque só lhes deram a 'escolher' de entre um lote de 3 clubes, onde não está a Académica...
Mas o pior, é que à falta de desculpa para não apoiar a lendária Briosa que representa tão honrosamente há 3 séculos a cidade de Coimbra e sua Academia, é comum vê-los inventar que a verdadeira Académica está a jogar na distrital, e por isso preferem apoiar as equipas de Lisboa e Porto.
Isso é de tal forma absurdo que é preciso alertar esses incautos que essa Secção de Futebol que referem foi apenas criada em 1977, e teve como único objectivo permitir a alguns estudantes jogar futebol simplesmente recreativo, exclusivamente na distrital de Coimbra, em paralelo com a verdadeira Académica, seja denominada CAC ou OAF, que mesmo contra o cancro estarola no seu seio, nunca deixou de existir desde 1887.

Aqui fica um pouco de história:

Artigo 1.°
(Denominação)
1.
A Associação Académica de Coimbra – Organismo Autónomo de Futebol, adiante designada AAC-OAF, que remonta a 3 de Novembro de 1887, data da criação da Associação Académica de Coimbra, é, desportivamente, a sucessora legítima e legal da extinta Secção de Futebol da Associação Académica de Coimbra que, por deliberação de 10 de Junho de 1974 da Assembleia Geral dos Sócios, foi transformada no Clube Académico de Coimbra (CAC).
2.
A actual designação, AAC-OAF, foi adoptada por iniciativa conjunta da Direcção-Geral da Associação Académica de Coimbra e da Direcção do Clube Académico de Coimbra, tendo sido aprovada em Direcção-Geral da AAC e em Assembleia Geral do CAC, em 1984.
3.
A AAC-OAF é também conhecida por Briosa.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

OUTROS TEMPOS...

Na época de 1926/1927, Teófilo Esquível recusa-se a jogar contra a Académica no Campeonato de Portugal. Questionado sobre se tem saudades do tempo de estudante, Esquível é peremptório: " todos os que passam por Coimbra, jamais a esquecem".

in site oficial

Agora os tempos são outros, bem diferentes! É a própria "casa mãe" que coloca jovens equipados com os símbolos da Briosa a jogar contra a Académica...

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

DESCUBRA AS DIFERENÇAS

Porquê jogarem num campeonato de um país para onde nem sabem deslocar-se?
Marrocos está ali tão perto...
Entretanto, Éder, que até estava a fazer uma boa exibição até ao momento em que um jogador do Marítimo lhe provocou um traumatismo crânio-encefálico sem ver sequer amarelo, irá agora ter que parar de treinar durante um tempo indeterminado.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

PERDER POR 1, PERDER POR 4.

Não foi preciso ver o Polícia Ladrão Catita a celebrar no fim. Todos viram durante os 90 minutos a equipa que ele estava a apoiar.
Mas mesmo com ROUBO e DAÍ DERIVADA má exibição da Académica, os 3349 adeptos no estádio apoiaram a Briosa até ao fim.

A machadada foi logo dada aos 28 minutos com o penalty do costume para a equipa do regime de Jardim:


Azar da bola na barra de Diogo Valente no fim da 1ª parte...
Azelhice do capitão Orlando no início da 2ª parte e do resto da equipa daí em diante....

O resto são apenas 3 pontos mal perdidos para a Briosa.

Os das ilhas Canárias em vez dos 6 pontos que deviam ter perdido pela sua falta de comparência, tiveram direito a mais um penalty de bandeja.
Jorge Costa arriscou tudo e perdeu tudo. Mas sem essa bandeja a história teria sido diferente.
A tabela lá se começa a ajustar, como sempre, em função dos do costume.

Jorge Costa:
«Esta é uma derrota pesada, certamente irá ter as suas consequências. Cabe-me ter aqui um papel fundamental e não esquecer tudo aquilo que foi feito até hoje. Sofremos o primeiro golo de penalty, tivemos oportunidades para empatar no final da 1.ª parte e, depois do intervalo, tentámos rectificar mas sofremos logo dois golos, a papel químico. Pouco mais havia a fazer. O facto de estarmos a perder 1-0 mudou aquilo em que somos fortes. Tivemos de assumir o jogo e correr alguns riscos.
Mas agora deixo uma garantia: Isto não vai voltar a acontecer. Sofremos cinco golos, o Peiser fez uma única defesa. Tudo correu bem ao Marítimo e tudo saiu mal do nosso lado.
Penso que hoje sofremos um acidente de percurso. E é nestas alturas que se vêem os grandes jogadores e grandes homens, que são os que conseguem dar a volta a uma situação difícil. Hoje eu sou o primeiro grande culpado pelo que aconteceu, da mesma forma que serei o principal responsável por darmos uma boa resposta depois disto.»

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

AAC vs SCM: ENTRADA GRATUITA PARA ESTUDANTES TRAJADOS

O jogo Académica de Coimbra vs Sport Marítimo foi adiado para esta quarta-feira, dia 8 de Dezembro, feriado nacional.
Será jogado às 15:30, e terá direito a transmissão televisiva em directo pela SportTv.

Mas a maior novidade é que o jogo terá agora entrada gratuita para estudantes da UC.
Qualquer estudante nem precisará de bilhete para assistir ao encontro. Bastará aparecer, devidamente trajado (Capa e Batina), na porta 7A do Estádio Cidade de Coimbra (Central Nascente Inferior), e poderá assistir ao jogo que poderá recolocar a Briosa no 5º lugar da Primeira Liga.
O preço dos restantes bilhetes já foi aqui anunciado:
http://academicasempre.blogspot.com/2010/11/eu-quero-eu-vou.html

Peiser, apesar de praticamente não ter feito uma única defesa no último jogo foi honrosamente o 2º melhor classificado na votação para melhor em campo pelos adeptos da Briosa, que reconheceram o seu mérito na conquista desses 3 preciosos pontos. O G.R. da Briosa referiu acerca do próximo jogo a importância do apoio dos adeptos:
"Somos fortes quando estamos em casa e com o apoio do nosso público isso ainda se nota mais. Não é por acaso que as pessoas dizem que os adeptos são o nosso 12ª jogador e nós sentimos isso. Não importa se o jogo é domingo ou quarta, o que importa é conseguir a vitória e ter os adeptos do nosso lado, a torcer por nós.".

Portanto, adeptos da Briosa, não faltem à chamada!
FORÇA BRIOSA!! VENCE POR NÓS!

domingo, 5 de dezembro de 2010

ACADÉMICA MARÍTIMO ADIADO

Mais uma vez uma equipa da Madeira obriga a adiar um jogo da Académica.

Será que têm que marcar as viagens em cima da hora regulamentar!???!? Qualquer mínimo atraso lhes permite adiar um jogo...

Não podiam planear as viagens com mais antecedência???

Já enoja.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

NEM COM A NOMEAÇÃO DE UM LADRÃO!..

O comandante comandado da arbitragem, Vítor Pereira, decidiu nomear Luís Catita para o próximo Académica vs Marítimo de domingo à tarde.

Ora este eborense agente da PSP de 35 anos foi o mesmo que arbitrou o Beira-Mar 2-1 Académica, nesse jogo em que com o resultado 1-1 o central dos Aveirenses cortou com naturalidade uma bola com a mão dentro da pequena área, o que anulou o 1-2 para a Académica e selou a derrota e respectiva escandalosa celebração do árbitro:Juntando um árbitro destes ao adversário deste fim-de-semana, adivinha-se que no domingo a Briosa irá jogar contra 14. Veja-se:
Árbitro (minuto 2:06):

Adversário:


POR ESTE MOTIVO (MAS TAMBÉM POR MUITOS OUTROS), É PRECISO TODO O APOIO PARA AJUDAR A BRIOSA A GUARDAR O PRECIOSO 5º LUGAR!
Nem com ladrões nos vão derrotar!

Massa associativa da Briosa, sermos o 12º elemento não basta!
Temos que dar nós também o nosso máximo apoio!
Vamos ser não apenas o número 12, mas também o 13, o 15, e se for preciso, o 16! (o 14 é o Fidalgo)
"TU VAIS CANTAR, ATÉ FICAR ROUCO, A GRANDE BRIOSA VAI-TE DEIXAR LOUCO!"
VAMOS GANHAR!!

FORÇA BRIOSA!!!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

CAMALEÃO A PRESIDENTE

Há um novo Presidente da DG da Associação Académica de Coimbra.
Eduardo Melo, que encabeçava a lista T, obteve no sufrágio 4299 votos (73,20%).

Será que vamos ter a próxima Queima de azul?


Antes, os cânticos na praxe e nos cortejos eram em prol da AAC e de cada curso de Coimbra. Agora são dedicados às cidades de Lisboa e Porto.

Ainda bem que ainda não voltaram a acabar com a OAF para ainda existir alguém que realmente defenda a cor da Associação Académica de Coimbra.
...Ainda...

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

EU QUERO, EU VOU!!

A Briosa encontra-se em luta pelos lugares cimeiros, algo que preocupa e incomoda muita gente.

Por isso se apela a todos os que amam a Briosa e querem ver a sua paixão e dedicação transformar-se em 3 pontos para nos mantermos lá em cima...
VÃO APOIAR A BRIOSA!Domingo, 16:00,no Estádio Cidade de Coimbra joga-se a defesa do 5º lugar!
É ESSENCIAL IR AO ESTÁDIO APOIAR A BRIOSA!!!


ACTUALIZAÇÃO - PREÇOS

Este é o 3º jogo a pertencer ao Pack de 7 jogos de entrada grátis para sócios.
Ainda não é desta que há bilhetes para 'acompanhante de sócio'. O site oficial volta a incentivar os adeptos da Briosa a tornarem-se sócios...
Mas há bilhetes desde 2€ na Mancha Negra. (e atenção aos descontos para núcleos de estudantes)


Sócios sem lugar anual
Não Sócios
Centrais Inferiores
Grátis!
20 €
Centrais Superiores
Grátis!
25 €
Sul Inferior (5A)
-
10 €
Mancha Negra 2 € (sócios da Mancha)
5 €
Infantil (até 10 anos)-
5 €

Anotem na vossa agenda...
Domingo é dia de ir à bola, ver a Briosa GANHAR!

domingo, 28 de novembro de 2010

GRANDE VITÓRIA!

Grande Vitória!!!
Obviamente não me refiro ao adversário, mas APENAS E SÓ à vitória da Briosa!...

Grande Jorge Costa!!
Obviamente os 3 PONTOS só são SABOROSOS e DÃO PRAZER a quem se dedica 100% pela Briosa!...

Grande Jogo!
Para quem pode FESTEJAR, SALTAR, e CELEBRAR ao vivo, aqui fica um excelente resumo para guardar para a prosperidade!
A epopeia de 101(!) minutos:



O estádio do Bom Fim:

Os Briosos jogadores com a Briosa claque:


E a vitória de Setúbal... foi a Académica de Coimbra!

Da Briosa eu sou, Ao fim do mundo eu vou!...

A CA DÉ MI CA !!!

sábado, 27 de novembro de 2010

VENCEMOS COM TODO O MÉRITO!

SETÚBAL 0 - ACADÉMICA 1

A Briosa demonstrou ontem no Bonfim que tem uma equipa de carácter e que os seus jogadores dão tudo em campo em prol da Instituição centenária que representam! Vendo-se a ganhar logo aos três minutos de jogo, fruto de um trabalho louvável de Éder, que tem sido muito criticado por uns adeptos tutti-fruti travestidos de académicos, a Académica controlou sempre o jogo, ao ponto do adversário não ter feito nenhum remate que precisasse de uma defesa apertada de Peiser.

Quanto à merda da imprensa desportiva deste país, e em especial aos comentadores da sporttv, um deles que andou a mamar na Briosa uns anos, sendo que no último ano de ligação contratual nem sequer jogou, VÃO BARDAMERDA!!!!

Quanto ao treinador adversário, tem a desculpa de se andar a candidatar a uma caricatura no Contra-Informação, sendo essa a razão das figuras tristes que faz em frente de tanta gente!

Então o jogo teve 100 minutos e 30 segundos (3 minutos de compensação na 1ª. parte e 7?!?!?! minutos e 30 segundos na 2ª) e têm a falta de vergonha na cara de vir falar de anti-jogo?!?!?!?

Ainda no último jogo que tivemos aqui em Coimbra, com um adversário que teima em auto denominar-se de grande, não se jogou nos últimos 15 minutos. O guarda-redes dessa equipa também solicitou intervenção médica, o árbitro deu 3 minutos de compensação e acabou o jogo em cima do 3º. minuto sem deixar a Académica marcar um livre a seu favor em que a bola iria ser enviada para dentro da área adversária. Nessa altura, o sr. pedro henriques terá ficado assim tão indignado?!?!?! Claro que não! Nessa situação o anti-jogo não interessa nada!

A comunicação social desportiva, e a arbitragem podem dizer e fazer o que quiserem contra a Académica! Podem cuspir-nos em cima e até tentar menosprezar e diminuir os feitos da equipa! Porquê? Porque sabem que nunca há uma reacção enérgica por parte das gentes da Briosa! Quer sejam os adeptos, quer seja a sua direcção, completamente em "black-out" há muito tempo por razões extra-desportivas. Isto acontece porque, infelizmente, e lamento dizê-lo, há muito poucos académicos. O que há é muitos lampiões, lagartos e andrades travestidos de académicos! Muitos dos que vi a comemorarem a derrota da Briosa frente ao estarola que equipa de verde e branco, provavelmente, virão agora dizer que a equipa fez anti-jogo...

Quanto ao árbitro, certamente irá muito longe na sua carreira na arbitragem, porque sabe movimentar-se muito bem nesses meandros...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

FRASE DE UM DIA

José Rachão, técnico da Académica na época de 1991/92, em entrevista à RUC na antevisão da deslocação a Setúbal em jogo a contar para o campeonato nacional da Segunda Divisão (o Vitória era recém-despromovido e principal candidato à subida):

Pode escrever aí que vamos ganhar a Setúbal!


Resultado do jogo:
Vitória 0 - 2 Académica

TAÇA: Académica em casa contra adversário de divisão secundária

Oitavos de final da Taça:
Académica vs Bombarralense (III)/Louletano (II) - U.Madeira (II)

O processo em causa pende-se com o jogo Bombarralense - Louletano, que supostamente terminou com 2-1, mas foi interrompido no período de descontos após desacatos no relvado. A primeira decisão da FPF foi eliminar ambas as equipas, mas o Bombarralense terá pedido recurso. O vencedor dessa partida irá receber o União da Madeira, e desse confronto saíra o adversário da Briosa.

Note-se que uma possível vitória da Briosa dará acesso aos quartos de final, onde estarão ainda (no mínimo) 2 equipas de divisões secundárias. Uma vitória nessa eliminatória dá por sua vez acesso às meias finais, jogada a duas mãos, que será a ligação à tão ambicionada Final do Jamor!
FORÇA BRIOSA!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

O CLÁSSICO DA SEMANA!

O jogo mais ansiado deste fim-de-semana está marcado para um dia da semana.
Não, não é o Barcelona vs Real de segunda-feira, mas sim do V.Setúbal vs Académica de sexta-feira pelas 20:15.

Estes verdadeiros Grandes do futebol Português, são 2 clubes históricos que têm sobrevivido contra tudo e contra "os 3", e que já se encontraram em 96 ocasiões na Primeira Liga Portuguesa. A estes jogos tem que se que juntar vários confrontos na Segunda Liga e 10 na Taça de Portugal. O saldo é favorável para os sadinos, que inclusive roubaram a Taça de Portugal de 1967 à Briosa.
Mas a vitória que ainda na época passada fugiu nos últimos minutos com um golo ilegal, desta vez poderá e deverá pertencer à Briosa.


A habitual expressão "Eu vou onde a Académica me levar" continua a ser aplicável para esta sexta-feira.
Não são muitos os que terão disponibilidade, ainda menos os que terão vontade.
Mas haverá sempre alguns apaixonados que darão toda a prioridade a 'fazer o amor' com a Briosa (ver a Briosa ao vivo), de preferência tendo vários 'orgasmos' (golos da Briosa).

Há os que estão perto de Setúbal e poderão lá dar um 'salto', e há os que poderão aproveitar para ir passear neste fim de semana e juntar por exemplo a vista de golfinhos aos 3 pontinhos.
(o preço dos bilhetes para o jogo é: 10€ Superior, 15€ Lateral e 5€ cartão jovem)
Outra alternativa poderá ser fazer a viagem de ida e volta com a Mancha Negra:
Viagem + Bilhete: 15€ sócios MN
Viagem + Bilhete: 25€ não sócios MN



Aproveitando o clássico desta sexta-feira, e na sequência do artigo intitulado "DA ACADÉMICA? SÓ SE FOR 100%", aqui deixamos um outro artigo com ideias bastantes semelhantes, elaborado precisamente por um adepto do Vitória de Setúbal.
Um artigo já antigo que foi só agora descoberto, mas que é mais um grito de revolta e um texto de homenagem aos adeptos 100% anti-Estarolas.


«A discussão é antiga e sempre acesa. Argumentos esgrimem--se em torno desta temática. Os adeptos mais fervorosos e indefectíveis do Vitória não compreendem como se pode ser adepto ou sócio do Vitória e poder-se sequer gostar de um outro clube que tenha uma equipa de futebol profissional, principalmente um daqueles clubes cujo número de adeptos lhes conferem uma dimensão nacional.

Mas a paixão que os vitorianos sentem pelo Vitória acaba por ter, como qualquer paixão forte, tal como acontece quando se ama, razões que a própria razão não consegue explicar.

Setúbal e o Vitória estão intimamente ligados desde o aparecimento do seu mais representativo clube, em 1910.

Setúbal, cidade também ela arrebatadora de paixões por quem nela vive ou passa, acaba por vincar forte a necessidade dos seus filhos e enteados se entregarem de corpo e alma a essa paixão e por tudo o que a representa. O Vitória não é excepção. Assim se explica que com o passar dos anos os muitos adeptos que aprenderam a gostar do Vitória não fossem sentindo necessidade em gostar de qualquer outro clube. O Vitória preenchia os sonhos, as alegrias, as desilusões desportivas... enquanto crescia no panorama nacional... enquanto subia até à primeira divisão, enquanto conquistava a Europa e os mais altos lugares da classificação do principal campeonato de futebol e se debatia de igual para igual em cada série da Taça de Portugal.

O Vitória dominava a vida desportiva da cidade. Aglutinava em seu redor os atletas setubalenses. A vida social da cidade retribuía com uma forte dedicação no apoio ao seu Clube. Um tempo de maior disponibilidade e entrega das pessoas a causas comuns, que hoje a vida não permite por haver demasiados centros de dispersão e diversão, desde a televisão 24 horas até aos grandes centros de consumo, passando pela infinidade de possibilidades para ocupação de tempos livres.

E o Vitória conquistava quem cá estava e quem para cá vinha. Um amor que foi facilmente passado de geração em geração. Um amor que exigia exclusividade porque desde cedo os principais clubes portugueses se tornaram rivais... os ladrões dos nossos sonhos de chegar cada vez mais alto, ou simplesmente pelo prazer que os setubalenses sentiam por se ganhar aos clubes de Lisboa, já nessa época uma capital que queria puxar a si todas as atenções, cuja imprensa "nacional" aprendia a ignorar tudo o resto.

E quem chegava migrado aprendia rápido a gostar do Vitória. E muitos dos que foram povoando Setúbal ao longo do último século, oriundos de um Alentejo que não disponibilizava esta paixão, ou de outras zonas do país que não ofereciam a beleza que Setúbal tinha (e tem), tornaram-se em alguns dos maiores defensores do Clube setubalense, cuja entrega passou para as gerações vindouras.

Mas ao mesmo tempo que chegavam mais "forasteiros" para assentarem arraiais em Setúbal, ao mesmo tempo que a sociedade portuguesa ia pintando o país com três cores clubistas, e onde a comunicação social nacional apenas dava atenção a três clubes em Portugal, a força do adepto setubalense 100% vitoriano perdia algum do seu fulgor.

Paralelamente, os cada vez em maior número centros de diversão e a cada vez maior variedade de ocupação de tempos livres, começaram aos poucos a desviar a atenção de alguns setubalenses, que se começaram a desabituar do gosto pelo futebol ou pelo desporto, direccionando-se para outras "artes". E é através deste facto que hoje se conseguem encontrar muitos filhos desta terra cujo clube de preferência é o Vitória, mas que não se interessam por desporto em geral, futebol em particular, não acompanhando a vida do Clube, nem como associados nem como simples adeptos.

Entretanto, a obrigatoriedade imposta pela sociedade em se ser adepto neste país de um clube da dimensão nacional criada pela própria sociedade, cujo cúmulo termina na pergunta ridícula: "Mas qual é que é o teu segundo clube?" ou na "Mas afinal de qual dos grandes é que és?", aliada à migração já referida, e contínua, de gentes de outras terras para os grandes centros urbanos, acabou por introduzir nas fileiras de sócios do Vitória uma grande percentagem de pessoas que gostam de futebol, gostam do Vitória... mas que têm uma paixão vinda de trás por um dos tais emblemas "nacionais", alimentada pela facciosa e comprometida comunicação social.

E será que tal situação é condenável? Pergunta difícil esta... de resposta ainda com maior índice de dificuldade!

A resposta..., melhor: Uma resposta (!), passa, ainda que ambígua, por redundar num simples... talvez! Dependerá dos setubalenses, no caso do Vitória, dos bracarenses, no caso do Sporting de Braga, dos conimbricenses, no caso da Académica de Coimbra, dos aveirenses, no caso do Beira-Mar, etc., i.e., passará em muito pelos adeptos das várias equipas nacionais que se entreguem em exclusividade ao apoio à equipa da sua cidade.

Dentro de cada clube, os adeptos de duas cores, que tanta falta fazem em número e no pagamento de quotas, terão que compreender que não são adeptos de primeira desse clube. (Acho lógico esse auto-reconhecimento). Mais, deverão compreender, aceitar e respeitar que os adeptos a 100% de um clube têm uma paixão maior, porque exclusiva! Mas, e acima de tudo, deverão saber preservar a sua condição de sócio e adepto, de uma forma muito simples: em caso de um jogo em casa do clube da terra onde vive, com o clube do seu coração, deverá saber abandonar a sua condição de sócio, e acompanhar o jogo a partir de um local neutro no estádio, adquirindo um bilhete normal para adepto visitante! Ou seja, deverão saber respeitar o clube do qual são sócios e deverão respeitar os restantes sócios de um emblema que a eles, teoricamente, também muito lhes diz.

Mas se esses adeptos são importantes na vertente financeira para o clube, acabam por ser um cancro que se não for combatido, com o passar do tempo, tenderá a fazer perder a identidade dos sócios a 100% desse clube, reduzindo o número de clubes em Portugal com essa identidade, levando a que o marasmo do futebol português se reduza à insignificância de uma paixão por três clubes inventados por uma comunicação social irresponsável onde a maioria dos profissionais desse sector não são simplesmente profissionais.

Os adeptos a 100%, por sua vez, deverão reconhecer a importância de um clube com muitos sócios, ainda que alguns não sofram como eles pelo emblema a que dedicam exclusividade. Deverão também reconhecer que muitos desses sócios têm uma história de vida que explica a paixão por outro emblema, e valorizar aqueles que aprenderam também a gostar, a amar, a roer as unhas, a incentivar permanentemente a equipa, a acompanhá-la e a dedicar-lhe muito da sua vida... muitas vezes com tanta ou mais emoção como os adeptos a 100%, perfeitamente visível nos jogos que não interferem com o sucesso da sua outra equipa.

Uma coisa é certa... não ajudará que aqueles que nasceram numa terra como Setúbal, e sejam de descendência sadina, incompreensivelmente sejam adeptos de um dos tais clubes de "dimensão nacional", promovida pela também ela pela facciosa imprensa "nacional".

Não vejo um português, residente desde sempre em Portugal, ser um adepto convicto da selecção espanhola, alemã ou inglesa, apenas porque já ganharam mais títulos, porque têm melhores jogadores ou porque têm mais adeptos... nem o vejo gostar primeiro de Portugal e depois de outro país, a não ser por motivos de afinidades familiares. Nós portugueses "reduzimo--nos" à nossa "insignificante" paixão lusitana, mas orgulhosamente! Nós setubalenses, também orgulhosamente, "elevamo-nos" à nossa convincente paixão sadina, à nossa paixão pelo Vitória, porque amar-se o Vitória é amar-se Setúbal!

E ainda há alguns, muitos, que apelam à questão do bairrismo para denegrir a paixão que os setubalenses sentem pelo seu Vitória! Bairrismo? Mas há gente que sabe o que diz? Para mim um bairro é Benfica. Um bairro de Lisboa... essa cidade mongolóide de um país amorfo. Um bairro elevado à dimensão nacional pela tal comunicação social facciosa, comprometida perante empresários, política e sistemas! Um bairro elevado à condição de dimensão nacional, onde gente sem força interior e sem orgulho das suas origens se deixou conquistar pela glória alheia!

Setúbal é uma cidade, capital de Distrito, com uma história que lhe dá paixão! Não é um bairro, mas sim uma cidade que reúne filhos de uma vasta região portuguesa, nas várias repovoações de que foi alvo, conseguindo sempre transmitir o mesmo orgulho a quem por cá se instalava.

Mas porque raio se nasci em Setúbal vou-me pôr a gritar num estádio por uma cidade que não a minha? Porquê gritar "Porto! Porto!" ou por um bairro de Lisboa, tipo "Benfica! Benfica!", ou por um clube com nome inglês, tipo "Sporting! Sporting!"!

Ganharam mais títulos? Têm melhores equipas? São promovidos pela sociedade ou pela comunicação social? Têm mais tempo de antena? Não são de onde nasci... e ponto final!... Confesso: também só consigo gritar por Portugal!

Há quem apele à democracia... à liberdade de escolha! Mas que liberdade? Àquela que é condicionada pela comunicação social enquanto grupo de pressão camuflado? Àquela que nos é imposta por uma sociedade decadente e onde que nem carneirinhos todos seguem a teoria dos mais fortes? Dos mais ricos? Pergunto eu se essa gente também escolheu ser portuguesa? Porque torcem por Portugal? Não os vejo torcer por França, ou pela Holanda! Onde está a congruência?

Sou português, torço por Portugal! Sou setubalense, torço pelo Vitória! (Única colectividade setubalense que nasceu do esforço conjunto de toda a cidade). Esta é a congruência! A única excepção aceitável é a que é justificável pelos movimentos migratórios.

Mas não sejamos mais papistas que ao Papa... se existem sócios no Vitória que não o sejam a 100%, deixemo-los existirem... apenas peço que o sejam respeitando a instituição e os vitorianos a 100%.

Resta deixar uma palavra aos vitorianos que não nasceram em Setúbal. Não serão muitos certamente. Pelo teor das minhas palavras também não compreenderei porque o são, se não tiverem uma história que os ligue de alguma forma a Setúbal, por migrações ou por afinidades. Mas, e pelo teor igualmente do que referi, serão certamente pessoas com uma personalidade muito forte, que conseguiram manter a sua integridade por terem conseguido enfrentar e contrariar o sórdido mundo da comunicação social e fugir aos tentáculos de uma sociedade que se diz democrata! Certamente serão vitorianos porque se revêem na força dos adeptos sadinos e na paixão que estes sentem pelo Vitória!
»

A FRASE DO DIA 2

No dia 24 de Novembro de 2009, a Briosa ficou mais pobre e perdia alguém que representava como poucos os verdadeiros valores dos "estudantes".


Joaquim Isabelinha:

“Depois da Associação Académica… a Associação Académica. Todos podem ser muito bons, mas para mim há um só."

terça-feira, 23 de novembro de 2010

A FRASE DO DIA

José Mourinho, sobre o mundo (do futebol):

Vivo e trabalho num mundo em que não podes dizer o que pensas, nunca podes dizer a verdade. Não ser hipócrita, não ser diplomático, não ser bajulador, esse é o meu maior defeito. O pior é que se te comparas com pessoas que o são, perdes sempre na comparação.

66 NUNO COELHO 23

Parabéns ao nosso trinco pelos seus 23 anos!

Esperamos que continue de preto muitos mais anos.. além de lhe ficar bem, poderá assim continuar a partilhar a nossa Felicidade!

Hoje, na antevisão ao próximo jogo, Nuno Coelho mostrou-se alegre, muito por culpa da excelente época que está a fazer e que lhe dá a ambição de ser cada vez melhor.
A sua entrevista pode ser consultado no site oficial, neste link:
http://www.academica-oaf.pt/noticias/futebol-profissional/618-nuno-coelho-elogia-mentalidade-vencedora-da-academica/

14 JOGADORES EM FIM DE CONTRATO

Fica muitas vezes a sensação que os jogadores no último ano de contrato têm mais rendimento. Uma desvantagem de contratos longos poderá ser a falta de motivação. Além disso, contratos mais longos exigem maiores salários, e também maiores rescisões.
O problema de contratos curtos está nas renovações. Essas têm muitas vezes que ser tratadas em competição com propostas de outros clubes e implicam aumentos de salários.
É preciso fazer uma análise correcta e bem ponderada quando se oferece um contrato a um jogador, pois como se tem visto um descontrolo nas contas pode levar ao colapso financeiro. Claro que pode compensar pagar um salário maior hoje que será recuperado numa venda do jogador amanhã, mas por vezes isso pode não vir a acontecer. Por outro lado há também que ter em conta a instabilidade que se cria na equipa quando há um jogador que ganha mais do dobro dos restantes.

No plantel da Académica estão actualmente 14 jogadores que terminam o seu contrato esta época. Alguns são peças fundamentais na equipa, outros poderão ser substituíveis. Aqui fica a lista:
Miguel Fidalgo
Nuno Coelho
Sougou
Ricardo
Pedrinho
Pedro Costa
Hélder Cabral
Barroca
Amoreirinha
Bischoff
Addy (F.C Porto)
Júnior Paraíba (Anapolina)
Laionel (Anapolina)
Diogo Valente (Sp. Braga)

Os jogadores supostamente mais valiosos deverão ser os 3 primeiros da lista. No caso de Miguel Fidalgo, as negociações para a renovação deverão iniciar-se esta semana. Nuno Coelho já terá sido contactado para renovação, mas deverá ter ainda algumas dúvidas em mente.
Quanto a Sougou, é reconhecidamente um dos actuais melhores jogadores da equipa, mas deverá estar interessado num contrato além das possibilidades racionais da Briosa. Talvez uma aposta de alguns 10 mil € durante uns meses pudesse resultar em alguns milhões de €. Ou talvez não? A sua venda no mercado de Janeiro é uma possibilidade... mas entretanto Sougou já mostrou que está focado na Briosa ao ponto de sonhar com uma Final da Taça de Portugal com o 'losango' ao peito, tal como disse na sua última entrevista:
"Temos História na Taça, vamos encarar jogo a jogo para chegar o mais longe possível. A Taça de Portugal é muito importante para nós"

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

NEGOCIAÇÕES...

Há notícias que não passam despercebidas:
http://www.maisfutebol.iol.pt/beira-mar/maisfutebol-beira-mar-benfica-apelo-adeptos-receita/1211059-1467.html

Um clube que em vez de se auto-promover e lutar por obter os 400.000 € em 10.000 adeptos próprios que paguem um lugar anual de 40€... contenta-se com 1.000 adeptos próprios e prefere promover os adeptos adversários e adeptos tutti-fruttis com cachecóis multi-colores!!?!

Talvez consigam a receita para continuar a sobreviver, mas só isso e temporariamente. Com estas atitudes só poderão ficar mais pequenos, e se voltarem para a 2ª, uma vez mais não terão adeptos adversários para os suportar. Um clube que vive de e para receber receitas de 3 equipas, estará sempre à beira de se afogar.

Quem vos avisa vosso amigo é...


Resta saber qual será a moeda de troca que terá para oferecer o responsável do Sport Beira-Mar que está em negociações com o Sport Lisboa para abrir uma excepção ao 'boicote do rebanho'.

domingo, 21 de novembro de 2010

BRIOSA SEGUE EM FRENTE

A BRIOSA venceu hoje no IP5 e segue em frente na Taça de Portugal.

Sport Clube Banca-Rota 0 Académica de Coimbra 2


Golos de Éder e Sougou já perto do fim do jogo deram o resultado justo. Tão natural quanto 1+1=2.
A Académica enviou ainda 2 bolas aos ferros.

Resumo (o criador é um sonhador):


ENORME ACADÉMICA DE COIMBRA!
O sorteio da próxima eliminatória, 8-avos de final, é já na quinta-feira às 12:00.
Metade das 16 equipas em prova são de divisões secundárias, esperemos por um pouco de sorte no sorteio. Os jogos sorteados serão jogados a 11 e 12 de Dezembro.
Do 'Distrito da Mealhada', o único representante será a Briosa...

FORÇA BRIOSA!!
Faltam 3 vitórias para a Final do Jamor!

sábado, 20 de novembro de 2010

OS NÃO ALINHADOS

Em virtude da famosa cimeira da NATO que decorre em Lisboa, dei por mim a pensar que no futebol português também há uns "líderes", uns "todo poderosos" que dominam todos os outros. Tal como os países que integram aquela organização, também os adeptos dos estarolas são alinhados. Alinhados com a grande maioria, alinhados a favor da injustiça, alinhados contra a transparência.

Pelo contrário, a história da Académica fala por si! A Associação Académica de Coimbra sempre fez parte dos não alinhados. Por consequência, os adeptos da Briosa também são não alinhados. Ser adepto da Briosa é (sempre foi), no fundo, ser contra a NATO do futebol português, em suma é ser um revolucionário! Por isso, compreende-se que não seja para todos. Os que preferem seguir o rebanho e deliciar-se com a mediocridade nunca poderão perceber isto!

"Déjeme decirle, a riesgo de parecer ridículo, que el revolucionario verdadero está guiado por grandes sentimientos de amor.."

Che Guevara

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

DIA DE CARIDADE, MAS PARA CONQUISTAR OS 8AVOS

É sempre muito perigoso jogar contra uma equipa na falência, com jogadores com ordenados em atraso. Viu-se nos últimos anos o V.Setúbal a ganhar uma Taça da Liga nessas condições, e o E.Amadora a eliminar assim a Académica da Taça de Portugal há 2 anos. O Beira-Mar venceu ontem por 4-1 o Fátima para a Taça da Liga também nessas condições.

Estas equipas que deviam ser desclassificadas, tiram partido de possuírem jogadores acima das suas possibilidades, os quais ainda por cima dão o seu máximo nos jogos visto precisarem que alguém lhes dê um novo ordenado. Um pouco como acontece com alguns jogadores da Académica que só melhoram o seu rendimento no último ano de contrato.
E é precisamente contra a equipa Beira-Bancarrota que a Académica vai ter que jogar no próximo domingo. Jorge Costa terá que pedir aos seus jogadores não apenas que dêem toda a importância a este jogo da Taça de Portugal que não deram à Taça da Liga, como ainda que se esforcem mais do que os jogadores desesperados da equipa adversária.


O apoio dos adeptos da Académica também é importante. A receita do jogo além de ser para ajudar os coitadinhos, será na mesma quantidade para os cofres da Briosa. Portanto, convida-se todos os adeptos da Académica de Coimbra a comparecer em Aveiro, não para ajudar o Beira-Mar, mas sim para levar a Briosa aos 8avos de final da Taça.

Aqui ficam os preços para o Beira-Mar vs Académica a realizar domingo pelas 15h:
- Sócios da Académica ou do Beira-Mar* 5 €
- Público (Bancada Norte e Bancada Sul) 10 €
- Público (Bancada Poente Lateral) 15 €
*no acto da compra do bilhete, é obrigatória a apresentação do cartão de Sócio.

Ou com viagem através da Mancha Negra:
- Viagem + bilhete sócios MN 12 €
- Viagem + bilhete não sócios MN 15 €

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

DA ACADÉMICA? SÓ SE FOR 100%

Para se ser da Académica não é preciso ser de Coimbra…
Mas para se ser de Coimbra é preciso ser da Académica.


Esta é a nossa ideia. A ideia não é que cada pessoa tem que ser obrigada a apoiar a sua equipa local. Um habitante de uma vila sem equipa profissional não é obrigado a apoiar exclusivamente uma equipa da 3ª divisão.
Mas um Conimbricense, alguém ligado a Coimbra onde existe a lendária equipa da Briosa que já esteve 59 edições na Principal Liga a disputar os mesmos pontos que todas as outras, que tem na sua história momentos lendários como a conquista da primeira taça em 39 ou a final (não) perdida de 69, esse Conimbricense tem motivos de sobra para apoiar a Académica. Basta olhar para o seu nome, para o seu símbolo, para se saber que é também o nome de Coimbra e de toda a sua história que está em jogo.
Porém, note-se que toda a lenda em volta dos rapazes de preto faz também com que seja legítimo que haja vários casos de adeptos da Académica fora de Coimbra, isto porque esses se o são não é por escolha de outros mas sim por escolha própria.


Mas há algo sobre ser verdadeiramente da Académica que tem que ser salientado.
É que ser-se especial em ser-se da Académica e tudo o que a Académica significa, começa por isso mesmo, ser-se da Académica APENAS E SÓ. Há muitos que dizem ter simpatia pela Académica, mas isso não são adeptos nem se podem dizer da Académica. Um adepto que seja da Académica e outro clube é apenas um adepto tutti-frutti igual a 90% da população portuguesa, e isso não é especial… e o que não é especial, não é da Académica.

Não faz sentido dizer-se adepto da Académica e simpatizar com Benfica/Porto/Sporting. Aliás, faz exactamente o mesmo sentido que ser do Benfica e do Porto ao mesmo tempo: NENHUM.

É que esses falam em orgulho em ser da Académica, um clube de tradição que os honra, mas esquecem-se que em 1º lugar estará sempre o seu clube das VIGARICES. É como apoiar o clube do regime e ao mesmo tempo querer dizer que também se é do clube anti-regime. Esses adeptos que querem falar dos valores da Académica quando ao mesmo tempo são adeptos dos Estarolas da VIGARICE são puros hipócritas. Sendo tutti-fruttis, estão associados à vigarice, e isso não é Académica mas sim Anti-Académica.


A Académica é no somatório de todos os campeonatos realizados a equipa que mais golos sofreu e que mais derrotas teve em casa até hoje. Mas um adepto da Académica aceita isso mesmo, e escolhe ser da Académica porque é a Briosa, ao invés de escolher o seu clube apenas porque é uma equipa de (falsas) vitórias.
Os adeptos de vitórias podem dizer que também são da Académica, até podem ir aos jogos em que a Académica sairá a ganhar, mas o sentimento único, especial, de pureza e de genuinidade, será exclusivamente nosso, dos 100% Briosa. E é apenas esse sentimento que aqui partilhamos no nosso blogue.
Só nós que vivemos e conhecemos o amargo é que poderemos saborear o doce.


Porque é que um adepto Académica/Estarola se há-de considerar mais especial que um adeptos Leiria/Estarola, R.Ave/Estarola ou Naval/Estarola? Ambos são exactamente iguais, meros adeptos tutti-fruttis. E são esses tutti-fruttis que tentam transformar a Académica num clube igual a todos os outros.
Os adeptos tutti-fruttis não apenas se propagam e tentam contagiar os outros com a sua podridão, como ainda se unem independentemente das suas multi-cores para tentar oprimir os 100% Briosa que tentam rebaixar os seus Estarolas para elevar a Briosa. Com eles, a Académica nunca poderá crescer. Com eles, a Académica será apenas o passaporte para poderem ter jogos de Estarolas em Coimbra. Para nós, eles são Culpados, e por isso aqui são desprezados.

Acreditamos que só o sentimento de ser Puramente Académica se pode propagar para criar novos adeptos da Académica, Puros claro está.
E parte de nós, Puros, tentar ir limpando esse lixo de outras cores que se vai insistindo em misturar no Preto.


SER ESPECIAL (SER DA ACADÉMICA)...
É SER 100% DA ACADÉMICA!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

GOLOS

A época de 2010/11 está a ser produtiva para o ataque da Briosa, actualmente o 2º melhor da Liga com 18 golos nos 11 jogos decorridos, o que dá uma média de 1,63 golos/jogo. Miguel Fidalgo lidera neste momento a lista de marcadores da Briosa com 6 golos (4 deles de cabeça), sendo de momento também o 3º melhor marcador da Liga.

Mas para inspirar os golos que ainda estão para vir, vamos agora recordar aqueles que foram apontados na época passada. No total dos 30 jogos foram 37 os golos marcados, uma média de 1,23 golos/jogo. Sougou, recorde-se, foi o melhor marcador com 9 golos.


Os Golos do próximo Domingo não entrarão nestas contas, mas entram noutras contas fundamentais para os adeptos da Briosa, que Jorge Costa não pode de forma alguma voltar a desprezar.

FORÇA BRIOSA!
CADA GOLO, CADA ORGASMO!

domingo, 14 de novembro de 2010

SEM TÍTULO

Domínio da Briosa nas bancadas. Dos 6 mil espectadores, mais do dobro eram da Académica. Dentro do relvado, em 11 contra 11, também o domínio foi da Briosa. Foi fácil ser maior que o pseudo-grande.

Porém, ainda foram demasiados os membros do rebanho que não tiveram a vergonha de sair das tocas para se infiltrar no meio dos adeptos da Académica. A passividade da maioria dos adeptos da Académica perante as provocações dos lagartos é lamentável, mas infelizmente compreensível por se saber que essa maioria em outros 2 jogos faz o mesmo. Continua a onda de tutti-fruttis em Coimbra. É melancólico ver um Guimarães vs Braga. Em Coimbra parece que apenas querem que a Académica exista para ser um bombo do circo que querem ver ao vivo uma vez por ano.

Mas são precisamente os alguns adeptos do Sp. Lisboa que ainda existem a maior prova que para uma equipa ter adeptos não precisa ganhar títulos (eles nunca ganham), não precisa de ser honrosa (eles fazem roubos todas as semanas), não precisa de ter significado (eles seguem um leão copiado da Peugeot que só existe no zoo de Lisboa), não precisa de ter nome (eles copiaram ao Sp.Gijon), nem precisa de ser grande (eles não são grandes em nada).
Mas verdade seja dita, quem precisa de adeptos sem neurónios!? Fiquem com eles.
Não venham é para o centro de Coimbra pensar que estão no jardim zoológico de Lisboa...

Quanto ao resultado deste jogo, como era previsível, não bastava a Académica jogar melhor do que a equipa de Telheiras. Era preciso jogar muito melhor.
Artur Soares Dias ajudou o pseudo-grande a evitar o eminente passo na falésia de falência em que se encontram. Não podiam perder pontos, e o árbitro e seu fiscal de linha trataram disso.
De entre o roubo, o mais notório foi um penalty que ao contrário nunca seria assinalado, foi um Sougou isolado para o golo que lhe foi anulado, foi uma mão na bola que para o Clube do Porto foi penalty, para o Sp.Lisboa certamente também seria, e para a Ac.Coimbra como sempre não foi... e foi um contra-ataque logo a seguir onde o atacante empurra o defesa para o chão e assiste para o 0-2! Foi isso e tudo o resto... como sempre!

Que sobra para falar? Nada.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O FACTOR EXTERNO...

Quem acompanha futebol sabe que num jogo de 11 contra 11 com uma bola redonda, amanhã a Académica de Coimbra teria todas as condições para vencer.

Quem acompanha futebol em Portugal sabe que as coisas não são bem assim:
- Golos em fora-de-jogo, com faltas sobre o guarda-redes ou com bolas que nem sequer entram...
- Penaltis inventados e omitidos, faltas mal assinaladas e expulsões perdoadas...
- E acima de tudo, uma dualidade de critérios enorme...
Tudo isto resulta que em 80 anos, 3 equipas acabam sempre por ficar nas primeiras posições... algo muito suspeito pois em qualquer outra liga Europeia se verifica uma normal variabilidade, com várias épocas onde as equipas mais fortes ficam em más posições na tabela. Por exemplo clubes como Manchester United, Liverpool ou AC Milão já desceram várias vezes de divisão na sua história, e até o Real Madrid em 30% das presenças na Primeira Liga Espanhola falhou o pódio.
Em Portugal, os 3 estarolas são repetidamente levados ao colo para o topo, não só pela imprensa feita de jornalistas que contrariam o seu código deontológico e se dedicam exclusivamente a elevar essas 3 equipas de que são adeptos, mas essencialmente através de árbitros que, quando não apitam mal em função de prémios e favores, apitam mal simplesmente por influências do poder que os rodeia ou mesmo tendências próprias. O cúmulo da arbitragem que devia ser isenta e não partidária chega ao presidente da sua comissão, o qual é um conhecido sócio já com bodas de prata deste estarola que agora defrontamos.

Resumindo, amanhã, tal como temos visto em muitas épocas anteriores, não basta ser melhor, é preciso também jogar muito mais do que o adversário para conseguir uma vitória. É triste, mas é a verdade.


PODEMOS SER MAIS UMA VEZ ROUBADOS, MAS NUNCA SEREMOS DERROTADOS.TEREMOS SEMPRE O ORGULHO DE APOIAR A ACADÉMICA DE COIMBRA ATÉ MORRER, CONTRA TUDO E CONTRA TODOS!

FORÇA BRIOSA!
NÓS ACREDITAMOS... LUTA, E VENCE POR NÓS!!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

MISERÁVEIS!

Académica 1 Arouca 1 (2-4 em g.p.)


Académica eliminada da Taça da Liga à custa de uma atitude vergonhosa de menosprezar este jogo. Jorge Costa voltou a repetir o que quase sempre fez na sua curta carreira de treinador e foi eliminado precocemente duma taça frente a uma equipa secundária. Uma Taça que apesar de ser destinada a estarolice, podia dar dinheiro e acesso a uma final em 'casa'.
Lamentável!

Deixar de fora 10 titulares na equipa inicial é um acto estúpido.
Mais estúpido é ver que apesar de estar em campo apenas 1 jogador habitual, a equipa depois de ir para o intervalo a ganhar voltou a deixar de jogar na segunda parte. Sobram 2 elementos para responsabilizar por esta atitude: Jorge Costa, ou Orlando, o capitão e único habitual titular que alinhou desde início.

Outra idiotice terá sido não adiar este jogo para a noite. Podia-se pensar que seria para poupar electricidade (mas os holofotes tiveram ligados toda a 2ª parte), ou para dar mais tempo aos jogadores para recuperarem para o jogo de Sábado (mas praticamente nenhum titular jogou). Mesmo assim a maioria dos 554 adeptos deram o seu dinheiro por muito mal gasto nas bancadas.

Depois desses 90 minutos miseráveis, foi-se directamente para as grandes penalidades, onde após o Arouca falhar a 1ª, Sougou marcou, Hugo Morais atirou por cima, Bischoff atirou por cima, e só Laionel voltou a marcar... demasiado tarde para evitar a vergonhosa eliminação.

DEMASIADO MAU!


terça-feira, 9 de novembro de 2010

PREÇOS PARA O REBANHO DE ALVALADE

O maior pseudo-grande de Portugal, o clube de Lisboa que nos últimos 30 anos ganhou tantos títulos quanto o Boavista, vem a Coimbra este fim de semana.

Usando como símbolo um Leão igual ao da Peugeot fundada em 1896 (10 anos antes do Sp.Lisboa), esse Leão também se repetiu por outras centenas ou mesmo milhares de clubes, grande parte também fundada bem antes deste Sp.Lisboa, tal como foi a Académica (fundada 20 anos antes). Outra cópia foi esse nome tipicamente Não-português, retirado do clube espanhol 'Sporting de Gijon', fundado em 1905 (1 anos antes portanto).
Um clube em nada original, tal como os seus adeptos, que foram na sua esmagadora maioria impingidos por jornalistas naturais de Lisboa que apoiam a sua equipa local. Estes adeptos do Zportem são uns coitados que querendo fugir à dupla Benfica/Porto optaram por querer ser do contra, infelizmente escolhendo a única equipa que lhes foi apresentada entre os 3 Estarolas possíveis, e logo uma equipa que nada significa nem nada ganha.
É triste ver gente de Coimbra que é apenas uma fotocópia no apoio ao Sp.Lisboa, desprezando a Académica de Coimbra, Briosa essa que com bem mais originalidade e valores acaba por ganhar tanto quanto esse clube sediado em Lisboa...

Aqui ficam então os preços para este jogo entre Académica de Coimbra (5º classificado) e Sporting de Lisboa (6º classificado), a realizar no próximo Sábado, dia 13 de Novembro de 2010, pelas 21:15:

Sócios sem lugar anual
Não Sócios
Centrais Inferiores
15 €
35 €
Centrais Superiores
15 €
40 €
Sul Inferior (5A)
-
20 €
Mancha Negra 15 € (sócios da Mancha)
25€
Infantil (até 10 anos)-
10 €


Repetindo o que já havia dito num post anterior:
Muitas queixas aparecem sempre nestes jogos acerca de bilhetes caros. Elas só podem vir de quem não tem qualquer interesse pela Académica pois nunca olhou para a tabela de preços de todos os restantes 80% de jogos em Coimbra, frequentemente com bilhetes grátis e com bilhetes de época desde 40€ (ou mesmo 25€) para todos os 15 jogos. Os bilhetes em Coimbra não são caros...para quem quer ver a Académica de Coimbra.
Há bilhetes baratos...para sócios da Académica! Tem que haver uma forma de se diferenciar os sócios (adeptos da Académica que interessam estar no estádio) dos restantes. Encher o estádio só interessa se for com adeptos da Académica, e esses para provarem que o são e terem o desconto, têm de ser sócios!
Sócios de outras equipas são indicados para ver os ver os jogos fora, na casa das suas equipas! O desconto deles é aí. É longe? Pois é... por isso faria sentido apoiarem a equipa da vossa cidade/região!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

ANÁLISE DO FANTOCHE À 10ª JORNADA

Está prevista uma análise às arbitragens do comandante comandado, Vítor Fantoche Pereira, agora ao fim da 10ª jornada.

Nos últimos 5 jogos, a Académica viu 6 pontos roubados. Dois dos jogos, sendo completamente ignorados pela imprensa, não tiveram direito a qualquer repetição ou análise. Isto significará que são também desprezados pela comissão de arbitragem??? Ou será que em cada partida estão em jogo sempre 3 pontos, e por isso pelo menos para quem está directamente relacionado com a liga devem ser alvo de exactamente a mesma atenção?
Porque é que nunca vemos árbitros serem anunciados com classificações negativas e ficarem sem apitar durante várias semanas em nenhum jogo não envolvendo estarolas. Será porque não erram nesses jogos? Não de certeza, porque já vimos vários roubos inacreditáveis, e nunca vimos consequências. Será porque esses jogos valem menos? Não pode (devia) ser, valem 3 pontos como os outros!

Estamos para ver e iremos tomar atenção a qual destes 3 lances fulcrais veremos analisado pelo Fantoche. Obviamente, deveriam ser os 3, e basta algum deles não ser para estarmos perante mais uma situação absurda do futebol Português.

Leiria 2-1 Académica - (3 pontos) - com o resultado em 0-1 Diogo Valente seguia isolado para a baliza e foi travado sem que houvesse lugar a falta (ou mesmo penalty) e a respectiva expulsão;

Académica 0-1 Porto - (1 ponto) - com o resultado em 0-0 uma mão na bola de Maicon na área não foi assinalada penalty, apesar de na 2ªparte na mesma área uma bola no braço de H.Cabral ter sido prontamente assinalada;

Portimonense 2-2 Académica - (2 pontos) - com o resultado em 0-1, Sougou faz o golo da jornada que foi invalidado por um fora-de-jogo claramente inexistente.

domingo, 7 de novembro de 2010

Bilhetes baratos (3€) para a Taça da Liga

Há bilhetes baratos para o Académica de Coimbra vs FC Arouca!

O jogo será realizado a uma hora imprópria, quarta-feira pelas 16h, mas é decisivo para a classificação para a 3ª fase da prova (fase de grupos). A Académica precisa de vencer o jogo, após o empate 2-2 verificado em Arouca (golos fora não contam).
Recorde-se que no caso da Briosa seguir em frente, o 1º classificado de cada um dos 4 grupos será apurado para as meias-finais, sendo que a final será disputada no Estádio Cidade de Coimbra.
Os bilhetes serão apenas de 3€, se comprados até terça-feira. Na quarta-feira serão a 4€. Estes preços referem-se apenas a SÓCIOS!

NOTA (ACTUALIZAÇÃO!):
Sócios da Académica com Lugar Cativo não pagam entrada.
Os não-sócios terão que desembolsar 10€ para a Sul Inferior ou 19€ para a Poente Inferior.


Sócios da Académica, tentem ajustar os vossos horários com a Briosa, e vão dar o vosso apoio. Quarta-feira é dia de ir à bola!
Adeptos não-sócios da Académica... façam-se sócios!

FORÇA BRIOSA!

NORMAL! INFELIZMENTE...

Portimonense 2- AAC 2

Os académicos já vão estando habituados aos "apagões" da equipa quando se encontra a ganhar. É estranho e é desesperante. Sem estas situações esquisitas e que têm de ser mudadas com a máxima urgência, sabe-se lá onde poderíamos estar na tabela classificativa! Mas também temos de ter consciência e pensar que, se no início da época nos dissessem que à 10ª. jornada teríamos 15 pontos conquistados, acharíamos excelente e talvez até um pensamento um pouco exagerado!

Miguel Fidalgo marcou o seu 5º. golo na competição, tal como Sougou (esperem, esse foi roubado pelos senhores que se auto-intitulam de árbitros), mostrando que quando se encontra bem fisicamente é um grande ponta de lança. Hugo Morais conseguiu hoje o que falhou por pouco contra os andrades e marcou um belo golo.

Quanto ao treinador dos algarvios, para ser simpático, posso considerá-lo pouco elegante. Na "flash-interview" logo após o final da partida só falou do árbitro e de que a sua equipa tinha sido muito prejudicada! Ele e o árbitro auxiliar que marcou fora de jogo a Sougou (quando o senegalês estava, pelo menos, um metro atrás do penúltimo defensor) certamente estão com problemas de visão. Se no Algarve não houver especialistas de qualidade nessa área, aconselho uma visita a Coimbra para que esses problemas sejam debelados!

Resumo:

sábado, 6 de novembro de 2010

COMUNICAÇÃO SOCIAL? ONDE É QUE ESTÁ?

Que a comunicação social em Portugal é, muitas vezes, ridícula e que não cumpre as suas obrigações de informar os cidadãos de forma isenta, clara e objectiva, já todos sabemos. Quanto aos jornais especializados em desporto, a história é ainda mais triste. Pessoalmente tenho dúvidas em considerar tais peças como jornalismo. São, isso sim, textos elaborados por quem tem de agradar a outros por algum motivo, nem que, pura e simplesmente, não haja notícia!

Vejam o que aparece da edição On-line de hoje do pasquim "A Bola"!

Onde está a notícia? Quais são os factos novos? Porque é que se faz sair hoje, precisamente antes de um jogo da Académica, uma notícia destas?

E ainda se consideram o quarto poder...

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

PREÇO DE BILHETES

Mostrámos no artigo anterior a ligeira tendência de subida de assistências da Académica nesta época, as quais apesar de tudo continuam bastante fracas.

Queremos o estádio cheio no próximo jogo em casa, contra o Sp.Lisboa?
Não. Se enchesse seria com adeptos do Sp.Lisboa, e parece óbvio que um jogo em Coimbra deverá existir o factor casa através do respectivo apoio (pelo menos em proporção) à Académica de Coimbra.
Queremos o estádio sempre com o máximo de adeptos da Académica possível. Não interessam para contas ou apoio os adeptos adversários. É preciso promover a Académica para crescer, nunca promover os outros clubes para ficarmos ainda mais fragilizados.

Os bilhetes serão baratos?
Não. Colocando os bilhetes gerais baratos, quem iria aproveitar eram apenas os adeptos adversários, e não há qualquer interesse em ter um estádio cheio a puxar pela equipa adversária. Está já várias vezes comprovado que os adeptos da Académica, mesmo com bilhetes grátis nunca passam dos 4 mil. Além disso, no estádio desse adversário, os preços também nunca são abaixo do limite máximo.

Então os bilhetes são caros?
Não. Muitas queixas aparecem sempre nestes jogos acerca de bilhetes caros. Elas só podem vir de quem não tem qualquer interesse pela Académica pois nunca olhou para a tabela de preços de todos os restantes 80% de jogos em Coimbra, frequentemente com bilhetes grátis e com bilhetes de época desde 40€ (ou mesmo 25€) para todos os 15 jogos. Os bilhetes em Coimbra não são caros...para quem quer ver a Académica de Coimbra.

Afinal há bilhetes baratos?
Sim. Há sempre bilhetes baratos, para sócios da Académica. Tem que haver uma forma de se diferenciar os sócios (adeptos da Académica que interessam estar no estádio) dos restantes. Encher o estádio só interessa se for com adeptos da Académica, e esses para provarem que o são e terem o desconto, têm de ser sócios!
Sócios de outras equipas são indicados para ver os ver os jogos fora, na casa das suas equipas! O desconto deles é aí. É longe? Pois é... por isso faria sentido apoiarem a equipa da vossa cidade/região!


O que se poderia melhorar?
O que podia ser uma clara melhoria era a criação de bilhetes de acompanhante de sócio, para um certo número de jogos do campeonato, mas nunca contra os 3 estarolas. Isto permite cativar alguns novos adeptos/sócios para a Académica. Será também um modo de diferenciar bilhetes a preços acessíveis para a Bancada Central para adeptos da Académica, evitando misturas com os adeptos adversários.

O que se poderia melhorar neste jogo, no ponto de vista de um adepto da Académica?
Podem haver preços 'justos' para a Bancada Sul Inferior, idênticos ao do jogo do Porto, mas as Bancadas Centrais deviam ser privilegiadas para sócios, e por isso mais caras do que foram. Se querem dar bancadas alternativas aos adeptos do Sp.Lisboa, abram a Sul Superior.
Noutros estádios, como por exemplo em Guimarães, só existem bilhetes não-sócio à venda para UMA das Bancadas Centrais. Isso permitira que em TRÊS das Bancadas Centrais pudesse haver um ambiente mais forte de apoio à Académica, não comprometido por misturas. Até porque os sócios camaleões deveriam ficar com vergonha de ir de verde para um local 100% de preto. Ou não, mas isso era outra história.


Nota: Como em todos os artigos de opinião deste blogue, são apenas isso, opiniões. A verdade absoluta nunca existe, e por isso as opiniões podem ser discutidas e argumentadas de forma civilizada na caixa de comentários! Obrigado pela visita.